quarta-feira, 21 de junho de 2017

Polícia Civil do Maranhão incinera quatro toneladas de drogas

A Polícia Civil do Maranhão incinerou quatro toneladas de drogas nesta terça-feira (20) apreendidas em operações de combate ao tráfico realizadas em 2016 e neste ano, em São Luís e cidades do interior do estado.

Maconha, crack, cocaína e drogas sintéticas estavam entre os quatro mil quilos de entorpecentes apreendidos por meio das ações da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc).

Acondicionadas no prédio da Senarc, no Bairro de Fátima, as quatro toneladas de drogas seguiram para o local da incineração em um caminhão escoltado pela Polícia Civil.
De acordo com o superintendente Estadual de Repressão ao Narcotráfico, delegado Carlos Alessandro, 75% da droga incinerada corresponde ao total apreendido em operações policiais apenas este ano.

“Somente em 2017, a Senarc já conseguiu apreender aproximadamente 3 toneladas de drogas”, afirma. O delegado destaca, ainda, as prisões e apreensões de armas de fogo relacionadas ao tráfico realizadas neste ano. Foram 102 pessoas presas, além de retiradas de circulação de 34 armas de fogo que estavam nas mãos de pessoas envolvidas com facções criminosas.


terça-feira, 20 de junho de 2017

Raposa - Romaria de São Pedro

Na noite desta segunda-feira(19) aconteceu a Romaria de São Pedro saindo da comunidade Santa Filomena, dando inicio ao tradicional festejo de São Pedro, que a programação teve inicio com a santa missa.

A caminhada tem a temática que estar ligada diretamente ao Festejo do padroeiro da cidade de Raposa São Pedro Apóstolo, e que esse ano tem como tema " Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo ", isso nós leva também a questão da criação, por quer a destruição da natureza colabora para um desequilíbrio da vida social e também da natureza nós colaboramos para a paz, para uma vida com dignidade no planeta, como é o tema da campanha da fraternidade deste ano, a caminhada foi até a matriz de São Pedro em um clima de muita religiosidade e alegria.






domingo, 18 de junho de 2017

Raposa - Prefeita faz abertura oficial do Arraiá do Pescador no Viva Raposa


Em homenagem aos pescadores, a prefeita Talita Lací, fez a abertura oficial do Arraial do Pescador no Viva Raposa, na noite deste sábado(17/06). 

"Nada mais justo do que homenagear uma classe tão sofrida, uma classe tão importante pára o nosso município, quanto os nossos pescadores e pescadoras, as nossas marisqueiras, uma classe que trabalha para gerar renda para o nosso município.  De 17 a 29 de junho, serão 13 dias de muita paz, de muita alegria, de muita festa com amor e muita responsabilidade, para com o povo de Raposa," declarou a prefeita durante a abertura oficial do  arraial do Pescador no Viva Raposa. 

Na companhia da prefeita estavam outras autoridades, entre eles, o prefeito Gleidson, de Barão de Grajaú, o vice-prefeito Allan da Madeireira 

Além do secretário de cultura do município, Oliveira da Ducéu e seu adjunto Biscoito Azevedo, secretário de Pesca, Comércio, Indústria e Infraestrutura, Fabrício de Sousa Oliveira (Diovo), secretário de comunicação Domingos Costa, e ex-prefeito Lací.

O secretário de cultura Oliveira da Ducéu, informou que "a  programação é uma parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Raposa, com apoio do deputado estadual Stenio Rezende. Ate´o dia 29, teremos muitas atrações culturais, tais como: quadrilhas, tambor de crioula, bumba meu boi, shows culturais, dança portuguesa e dança country,' disse ele.


Na primeira noite de sábado(17), teve apresentação da banda Trio Neon, quadrilha Raposinha Sertaneja, dança portuguesa Soberana de Portugal, dança portuguesa Diamante de Coimbra  e pra fechar com chave de ouro a banda Prakatum foi só alegria. 

Fonte: Folha do Município 

Público lota Praça Nauro Machado e curte diversidade cultural do Arraial 'Mestre Marcelino'

O bailado contagiante do Boi Upaon Açu, do sotaque orquestra, garantiu o aquecimento das milhares de pessoas que foram prestigiar o Arraial Mestre Marcelino, na Praça Nauro Machado, na noite de sábado, 17. A atração marcou abertura da festa, movimentando o Centro Histórico da capital em mais um dia de programação junina do ‘São João de Todos’, promovido pelo Governo do Estado, em parceria com a prefeitura de São Luís. Complementaram as atrações no arraial o Cacuriá de Dona Teté, um dos mais conhecidos deste estilo no Maranhão e que sempre atrai centenas para acompanhar o gingado e a música envolvente. A primeira canção prestou uma homenagem à criadora da brincadeira, Almerice da Silva Santos, mais conhecida como Dona Teté, que faleceu em dezembro de 2011, aos 87 anos.

“Para nós é sempre uma satisfação fazer parte desta que é uma das festas mais significativas e representantes do folclore maranhense, que é único e é muito especial para nós por homenagearmos essa mulher que contribuiu para que tudo isso aconteça”, disse a cantora Rosa Reis. Dona Teté era compositora e cantora, ganhadora do título honorável de ‘Dama da Cultura Popular Maranhense e conhecida pelo sua famosa brincadeira. Emoção misturada à alegria deram o tom na apresentação.

O cacuriá foi o que atraiu o administrador Cláudio de Souza Rosa, 41, que é de Brasília. Para ele, a dança é uma das mais atrativas do período. “Na minha cidade, o São João tem mais grupos de quadrilha. Aqui é uma variedade tão grande, tão rica. E desse conjunto todo, gosto muito dessa alegria dos grupos de cacuriá. Fico maravilhado sempre que assisto estes grupos. É tudo muito bem coreografado, tudo muito bem feito”, enfatizou.

O administrador financeiro Raimundo Matos, 38 anos, curtiu a dança com os filhos Maitê Luz, 2 anos e Joaquim Salvador, de 4. A esposa, Cristina Lima, 33 anos, é uma das integrantes da brincadeira e todos os anos, a família se reúne para prestigiar a manifestação folclórica. “Com isso, estamos repassando para eles o amor pela nossa cultura, para que sejam divulgadores e incentivadores da preservação dessas manifestações. Para que não se perca esses valores culturais”, avaliou.

Quem também curtiu as atrações do Arraial Mestre Marcelino foi a arte-educadora Zayda Moraes, 35 anos, que estava acompanhada da família – as filhas Zayda, de 12 anos, Laura, de 10 e o namorado, Paulo Santos, 40 anos. “Adorei. Tudo muito organizado, horários cumpridos, espaço bem distribuído e o público pode curtir de pertinho. Um ótimo espaço para a família e também, programações bem escolhidas. Gostei muito mesmo”, afirmou.

A força do Boi de Floresta Mestre Apolônio tomou a praça com seus 130 integrantes e garantiu a alegria do público. A terapeuta ocupacional Juliana da Silva Bespalec, 31 anos, veio de São Paulo especialmente para prestigiar as apresentações juninas e aprovou a brincadeira. É a segunda vez dela na capital maranhense, mas, a primeira especificamente para curtir o São João. “Vim mesmo para estas festas. É muito emocionante, encantador e diverso. Estou gostando muito do que já vi, mas queria mesmo era ver de perto esse gingado dos grupos de bumba boi, que acho bastante interessante”, disse ela.

Integrante do Boi de Apolônio, a turismóloga Nadir Cruz, 54 anos, mantém o pique, a alegria e a emoção para fazer bonito nas apresentações. São 38 anos na dança e a tradição se mantém. “A gente sempre se esforça, mesmo com o cansaço, com a rotina pesada de ensaios e apresentações, para fazer o melhor espetáculo para o público. É cultura, é ação social, é religiosidade, que vão além do folclore e que nos emociona cada vez que vemos a satisfação nas pessoas. São João é essa magia”, disse.

Seguido da brincadeira, o músico César Teixeira levou ao palco do arraial um repertório junino para agradar a todas as idades. Canções imortalizadas na MPM e também MPB como ‘Bandeira de Aço’, ‘Paragolé’ e a belíssima ‘Boi da Lua’ emocionaram o público que cantou junto. A tradição e religiosidade do Boi de Santa Fé encerrou a noite no Arraial Mestre Marcelino convidando todos a bater o pé no chão e seguir a dança cadenciada do grupo.

Nascido na região da baixada e com sede no bairro de Fátima, na capital, o Boi de Santa Fé é referência importante para o bairro e a cultura local. São seis cds gravados; participação em várias festividades culturais do estado e do país; e ganhador de importantes prêmios como no 1º Festival de Toadas do Maranhão em 1986, como  a melhor toada e premiação na edição de 2007 do Prêmio de Cultura Popular Duda do Ministério da Cultura. Este ano completou 29 anos de existência.

O norte-americano Meredith Wats, 76 anos, escolheu o folclore maranhense como sua base de pesquisa e se diz maravilhado com o que conheceu. Todos os anos ele prestigiar os festejos juninos e registra tudo para contar a história às próximas gerações. “O que se vê aqui é o que há de mais rico e atraente em cultura popular e que não pode se perder. Todas as vezes me emociono e sou um fã estudioso das manifestações da cultura de São Luís e do Maranhão”, disse ele.

Festejo de todos
O ‘São João de Todos’ é promovido em quatro arraiais oficiais, nos Vivas de diversos bairros, organizações na Região Metropolitana e mais 100 cidades maranhenses, com apoio do Governo. “É uma festa para a família e todos os arraiais oficiais seguem esse nível em estrutura, segurança e variedade de brincadeiras, que vem atraindo um grande público. O ‘São João de Todos’ já é sucesso, repetindo os períodos juninos anteriores. Esperamos que as famílias venham curtir e prestigiar nossa cultura”, destaca o secretário de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), Diego Galdino. As festas prosseguem até dia 2 de julho.


Lançamento coletivo reúne 25 escritores maranhenses nesta terça-feira (20) na Biblioteca Benedito Leite

“Depois de vários anos trabalhando com crianças em escolas e bibliotecas pude ver a percepção que elas têm sobre o mundo, sobre a vida e como encontram seus próprios meios de transformar o conhecimento”. Feliz com seu primeiro livro a professora e bibliotecária Anizia Nascimento, autora do infantil ‘A bruxinha Lenlenzinha e as cores’, está entre os 25 escritores maranhenses que integram a 8ª edição do Lançamento Coletivo de Obras Maranhenses, promovida pela Biblioteca Pública Benedito Leite (BPBL), casa de cultura do estado vinculada à Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur). 

Previsto para esta terça-feira (20), o evento reunirá 25 escritores de várias cidades do Maranhão. Desse total quatro estão lançando seu primeiro livro. Para a diretora da BPBL, Aline Nascimento, a ideia é integrar cada vez mais novos e conhecidos nomes da literatura maranhense. “Essa aproximação incentiva os escritores a demonstrarem seu talento literário. O mais importante é que continuem a produzir e para isso dispomos do evento que já é tradição na cidade”.

A escritora Déa Alhadeff, uma das representantes da nova geração de autores maranhenses, fez sucesso na internet com a série de ficção “Segredos de Uma Jovem Espiã’. Ela também estará no lançamento coletivo. “Logo que recebi o convite aceitei, é uma honra participar e uma oportunidade fazer contato com tantos escritores”, comemora.

O lançamento faz parte das comemorações dos 186 anos da Biblioteca Pública Benedito Leite e tem por objetivo valorizar a produção literária maranhense.

Participam do evento escritores de São Luís, Caxias, Icatu, Itapecuru, Viana, Pedreiras, Imperatriz, Bacabal. O evento é aberto ao público e acontecerá no auditório da Biblioteca Pública Benedito Leite, Praça Deodoro, centro de São Luís.


Escritores

ANÍZIA MARIA COSTA NASCIMENTO
A Bruxinha Lenlenzinha e as Cores

ANTONIO AUGUSTO RIBEIRO BRANDÃO
Desafios à Teoria Econômica

CARLOS VINHORTH
Do eu ao outro: um trajeto poético

CARVALHO JÚNIOR
No alto da ladeira de pedra

DÉA ALHADEFF
Os Segredos de uma Jovem Espiã

EDOMIR MARTINS DE OLIVEIRA
Sobrevoando uma vida: Um legado aos 80 anos

ELANY MORAIS
Muitas de mim

FRANCILENE CARDOSO
O negro na biblioteca: mediação da informação para construção da identidade negra

FREI RODRIGO
Alegres na esperança

HERBERT DE JESUS SANTOS
Antes que derramem a lua cheia

JAQUELINE MORAIS
Lili Ffrit e o mundo dos humanos

JOSÉ ALMEIDA
Icatu: Terra de Guaxenduba (1614-2014)

JOSÉ FERNANDES
A Maçonaria no Maranhão

JOSÉ VIEIRA
Contos e Descontos dos Dez Contos da barraca do Pierre

JUCEY SANTANA
Itapecuruenses notáveis

JUNIOR LOPES
Outras Vozes

MARIA CLÉA NUNES
Imaginário, Literatura e Formação do Leitor: O simbolismo na obra de Ana Maria Machado

NATALINO SALGADO FILHO
Faculdade de Medicina do Maranhão: Uma história de 59 anos

NATINHO COSTA FÊNIX
O gatinho que não sabia miar

PRÊNTECI VELOSO
Um brinde ao perdão

RAIMUNDO MEDEIROS
Donana Jansen e a água encanada

SAMUEL BARRÊTO
Versos Cinzentos

SHARLENE SERRA
Diário Mágico: Um segredo para contar

SILVANA LOURENÇA DE MENESES
Reação

WYBSON CARVALHO
Poesia Reunida

sábado, 17 de junho de 2017

Carreta Novartis de Hanseníase continua com atendimentos em Raposa

Desde o inicio da semana a Carreta da Saúde Novartis atende centenas de pessoas na Praça Central Chico Noca, no município de Raposa. Em todos esses dias, a população tem realizado gratuitamente consultas, exames e tirar dúvidas sobre métodos de prevenção e controle da hanseníase, das 8h30 às 16h30.
São oferecidos serviços de imunização, teste rápido, aferição de pressão arterial, entrega de preservativos e gel lubrificantes, vacinas e aplicação de flúor. A ação é uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde com o laboratório NOVARTIS e a Prefeitura Municipal de Raposa por meio da secretaria de Saúde.
Novartis
Desde 2009, a Novartis possui a Carreta de Saúde, um caminhão itinerante, com cinco consultórios e um laboratório, que percorre todo o Brasil no combate à hanseníase. Atua em parceria com o Ministério da Saúde, com apoio do CONASS (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e do CONASEMS (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde) visando a erradicação desta doença até o ano de 2020. Os tratamentos medicamentosos para a hanseníase também são doados pela Novartis à Organização Mundial da Saúde.
A Carreta Novartis é projeto desenvolvido por meio de parceria entre o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (MORHAN) e o Conselho Nacional de Secretarias de Saúde. O objetivo é combater a doença por meio da educação, do diagnóstico e tratamento adequado, através do atendimento de pessoas que apresentam manchas na pele, dormência ou sinais suspeitos de hanseníase (choque, formigamento, esquentamento da sola dos pés).
A carreta conta com cinco consultórios e um laboratório de diagnóstico de hanseníase e distribuição de medicações para o tratamento da doença. Participaram diariamente dos atendimentos dois médicos, um enfermeiro, um técnico de enfermagem, dois fisioterapeutas e dois profissionais na equipe de apoio. As pessoas diagnosticadas com a doença recebem um tratamento completo, bem como as prescrições médicas para receber os medicamentos durante os meses seguintes.

Fonte: Domingos Costa

POLÍCIA CIVIL PRENDE 04 ACUSADOS COM 300 KG DE ENTORPECENTES NA RAPOSA, AVALIADOS EM 500 MIL REAIS

Priorizando as ações da Polícia Civil no combate ao tráfico de entorpecentes, a Polícia Civil do Maranhão realizou na noite desta quinta-feira (15), a prisão de 04 pessoas envolvidas com o tráfico de drogas no Município de Raposa. A Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), após monitoramento flagrou os criminosos com cerca de 300 kg de maconha prensada. Os entorpecentes estão avaliados em aproximadamente 500 mil reais.
A equipe da SENARC já vinha realizando um monitoramento contra o grupo, e após o serviço de reconhecimento, identificou o bando realizando o transporte de entorpecentes. Eles foram identificados como Carlos Cesar Rabelo Serra, 32 anos; Joarbson Silva Cutrim, 27 anos; Paulo Roberto dos Reis dos Santos, 24 anos e João Fernando Nascimento dos Santos, 30 anos. Os investigadores durante a ação policial flagrou dois deles nas proximidades do município de Raposa, em um veículo de cor prata. Durante a abordagem, fora encontrado no interior do veículo, 50kg da droga. As investigações prosseguiram contra os acusados, culminando na prisão de outros dois comparsas que estavam em uma residência. Durante a revista na casa, os policiais encontraram mais 250kg de maconha prensada.
Entorpecentes avaliados em 500 mil reais
O Superintendente da Senarc, o delegado Carlos Alessandro, informou, “Os entorpecentes estavam advindo de uma residência, localizada no município da Raposa. A droga encontrada no veículo estava sendo encaminhada para algum fornecedor, para ser então comercializada. Os 300 kg de maconha estão avaliados em R$ 500 mil reais, ao preço final de mercado. Quero adiantar ainda, que somente este ano na região metropolitana de São Luís, a Polícia Civil, por meio da SENARC, já apreendeu aproximadamente três toneladas de entorpecentes. No Estado do Maranhão, esse quantitativo já ultrapassa as dez toneladas de drogas apreendidas, o que com certeza, gera um prejuízo enorme para as quadrilhas que insistem em realizar o tráfico de drogas em nosso estado”, pontuou o delegado.
Já o Chefe do Departamento da Senarc na capital, o delegado Valdenor Viegas considerou, que “As ações da Senarc tem efetuado um serviço no sentido de coibir o tráfico de entorpecentes na capital. Realizamos essa grande apreensão de entorpecentes, sendo que as investigações irão dar continuidade, no sentido de identificar o restante dos envolvidos”, destacou o delegado.
Após a confirmação da prática delituosa do grupo, eles foram autuados pela prática de crime de tráfico ilícito de drogas e associação para o trafico. Após a apresentação à imprensa, o grupo foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da Justiça.

Governador vistoria fase final de obras da Forquilha e expansão da Praça da Lagoa

O governador Flávio Dino e o secretário estadual de Infraestrutura, Clayton Noleto, vistoriaram as obras de mudanças na geometria de trânsito da Forquilha e da ampliação da Praça da Lagoa da Jansen, na noite desta sexta-feira (16). Em fase final, ambas as intervenções serão entregues nos próximos 45 dias e melhorarão a qualidade de vida dos moradores da cidade de São Luís.

Realizada em parceria com a Prefeitura de São Luís, a obra na região da Forquilha abrange a troca da rotatória pelo cruzamento que liga as Avenidas Guajajaras, Jerônimo de Albuquerque, MA-201 (Estrada de Ribamar), MA-202 (Estrada da Maioba) e Planalto Anil. As mudanças, que estão em fase final, já melhoraram substancialmente o trânsito da região.

De acordo com o governador Flávio Dino, a obra da região da Forquilha é esperada há muito tempo pela população ludovicense e é de enorme importância para a mobilidade urbana de todos os municípios que compõem a Ilha de São Luís. “Os efeitos positivos já podem ser observados. Nós estamos implantando a sinalização, as últimas faixas serão liberadas já na próxima semana, e, com isso, nós teremos essa conquista. Outros passos serão dados na medida em que nós sabemos que, em razão do crescimento do número de veículos, é preciso ter continuidade nesse trabalho. E assim tem sido”, afirmou.

A obra da Forquilha integra a política do Governo do Estado de parceria com as prefeituras visando melhorar a qualidade de vida dos maranhenses. “Eu tenho certeza que, com tudo pronto, todo mundo vai destacar uma grande fluidez no trânsito, diminuindo o tempo de permanência de todos no tráfego e, com isso, propiciando mais qualidade de vida para todos os habitantes da Ilha de São Luís e do Maranhão”, ressaltou o governador.

Praça da Lagoa

A vistoria contemplou também outra importante obra do Governo do Estado de valorização dos espaços públicos. O complexo de investimentos da Lagoa da Jansen, que conta com a Praça já construída e com a revitalização da Concha Acústica, será ampliado com a expansão do espaço que já se transformou em novo ponto turístico de lazer para moradores e visitantes.

A área útil da praça está sendo ampliada, no ponto onde funcionava a antiga administração da Lagoa, e contará com um amplo espaço e a instalação de novos equipamentos de lazer, dando destaque para o brinquedo ‘Foguetinho’, com mais de 10 metros de altura, que segue o protótipo do instalado no Parque da Cidade, em Brasília. A previsão de entrega desta praça é até julho. 

O governador Flávio Dino e o secretário Clayton Noleto foram até a empresa responsável pela construção do ‘Foguetinho’ vistoriar o novo brinquedo, que será a grande atração da ampliação da praça e, logo em seguida, fiscalizaram a fase final das obras.

O secretário Clayton Noleto ressaltou a importância dos espaços públicos entregues pela gestão estadual. “A extensão da Praça da Lagoa é uma obra que vai embelezar ainda mais o Complexo da Lagoa da Jansen, a praça que já foi construída e que é um grande sucesso de entretenimento, de lazer, de integração entre as pessoas, desde as crianças até os idosos. E nesta nova praça nós vamos ter área de convivência, vamos ter também uma grande novidade, uma grande surpresa, que é o ‘Foguetinho’, um brinquedo para as crianças que com certeza vai ser um grande sucesso”, enfatizou o secretário.

Para Clayton Noleto, esse tipo de investimento valoriza o espaço público, com equipamentos que propiciam às pessoas maior integração, aproximação, o que é muito importante na construção de uma sociedade mais saudável. “O Governo Flávio Dino tem se preocupado com isso e feito investimentos em espaços públicos, nesses equipamentos em todas as regiões do Maranhão. E esse é um caso muito especial de um grande sucesso que é a Praça da Lagoa, com uma nova área agora com essa expansão. Não tenho dúvida de que será igual à praça que já é um grande sucesso”, completou.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Governador acompanha tradicional missa de Corpus Christi em Imperatriz

Cerca de 20 mil fiéis lotaram o Estádio Frei Epifânio, em Imperatriz, para a já tradicional celebração da missa de Corpus Christi, no fim da tarde desta quinta-feira (15). O governador Flávio Dino assistiu a cerimônia, presidida pelo novo bispo da diocese de Imperatriz, Dom Vilson Basso, empossado no último dia 10, e destacou a importância do momento para reaquecer o coração de quem esteve presente, de mãos dadas, num pedido coletivo de dias melhores ao país. 

“Foi muito importante ter visto a manifestação de fé, de união, de partilha, representada por essa celebração do Corpus Christi, aqui em Imperatriz. Como católico, fiquei comovido por encontrar nessa missa sentimentos tão importantes, tão bons e necessários na atual conjuntura no Brasil. O Dom Vilson fez a homilia e orações calcadas exatamente na difícil conjuntura econômica que o país vive e foi muito importante ver milhares de pessoas com fé em dias melhores para o Brasil, orando, rezando, para que isso aconteça e nós voltemos a trilhar um caminho de desenvolvimento, justiça e paz”, destacou o governador Flávio Dino. 

A missa de Corpus Christi de Imperatriz é a maior celebração do estado, reunindo um volume maior de fiéis a cada ano. A comunidade católica se envolve com a organização da missa, em que se celebra o mistério da eucaristia, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo. 

Na passagem pela cidade, o governador Flávio Dino aproveitou para desejar a Dom Vilson êxito na nova missão de comandar a diocese de Imperatriz. “Ao mesmo tempo foi muito importante ter vindo, porque conheço Dom Vilson há muitos anos e foi a oportunidade de parabenizá-lo, cumprimentá-lo e desejar êxito na importante missão de ser o novo bispo da diocese de Imperatriz. Tenho certeza de que ele fará um grande trabalho pastoral, com uma marcante dimensão social, que é fundamental para que a Igreja cumpra todos os papéis que a sociedade atual precisa”, desejou o governador. 

O governador Flávio Dino esteve acompanhado do prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, do secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, e do deputado estadual Marco Aurélio.

Planos de ações voltados para a segurança na região de Santa Rita, Rosário e Bacabeira

Em celeridade ao plano de ação voltada para a segurança pública, o Secretário de Segurança Jefferson Portela recebeu em seu gabinete, na manhã desta terça-feira (13), por volta das 10:00h, uma comitiva de vereadores da região de Santa Rita, Rosário e Bacabeira. Na ocasião o Secretário de Segurança autorizou de forma célere, o investimento de novas viaturas e ainda, a inclusão de novos policiais para a região.

Na oportunidade, a comitiva de vereadores foram informados que por conta do plano de ação voltada para a segurança na região foram cedidos de forma imediata, a inclusão de 05 policiais, 01 viatura e 02 motocicletas, no sentido de promover de forma mais constante a segurança nos municípios. 

O presidente da Câmera de vereadores de Santa Rita, Fredilson Carvalho, ponderou “O Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela nos garantiu o envio de uma viatura, 02 motocicletas, 05 policiais e ainda mais outros 02 policiais, após a nomeação dos mesmos. O reforço ajudará de forma mais enérgica contra as ações criminosas na região” enfatizou.

O Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela ressaltou, que por meio do Governador Flávio Dino, no sentido da ampliação da frota das forças de segurança, já assinamos a compra de 150 viaturas e mais 100 motocicletas, para o combate direto contra o crime. As motocicletas facilitam nas perseguições, favorecendo assim, o percurso em locais de difícil acesso.

O Programa Pela Paz e os Conselhos Comunitário Pela Paz

 Jefferson Portela disse ainda, que “Diante da visita dos vereadores, estamos enviando 05 policiais, o envio posterior de mais 02, após a nomeação dos mesmos. Estamos ainda realizando o agendamento da instalação dos Conselhos Comunitários Pela Paz, de Santa Rita, Bacabeira e Rosário. São ações voltadas para as melhorias no quesito segurança pública. A iluminação inadequada, a falta de asfaltamento das ruas, os quais facilitam em ações de crime, incide diretamente na segurança pública e não diretamente com o quesito policiamento. 

O Programa Pela Paz e os Conselhos Comunitários Pela Paz visa justamente isso, resolver os problemas de segurança pública para a comunidade”, pontuou o secretário de segurança.

Presente ainda na reunião, O Delegado Geral de Polícia Civil, Lawrence Melo; O Superintendente de Polícia Civil do Interior (SPCI), o delegado Dicival Gonçalves; a Delegada Geral Adjunta, Francisca Adriana, e o delegado titular de Santa Rita, Márcio Morães.
Mauro Wagner- ASCOM/SSP                                     

sábado, 10 de junho de 2017

SSP realiza mais uma Ação Social do Pacto Pela Paz desta vez na área da Vila Palmeira e Radional

A Secretaria de Segurança Publica e o programa Pacto Pela Paz, levando solidariedade e ajuda serviço social ao bairro Radional, Vila Palmeira, Santa Cruz e adjacências.

É a comunidade recebendo serviços básicos e humanitário, como a emissão de identidade, consultas médicas, como oftalmológicas, aferição de pressão e glicemia,  vacinas humanas e caninas,  orientações para programas sociais como o bolsa família e demais serviços. Todos os serviços realizados de forma gratuita.

Presentes o secretário de segurança Jefferson Portela; o Subsecretário Saulo Ewerton; o Delegado Geral Lawrence Melo; o coordenador executivo do Programa Pacto pela Paz, o delegado Dicival Gonçalves; Subcomandante Jorge Luongo; Cel. Augusta; a diretora da escola Estado do Rio Grande do Norte, Kalyane Fontinele;o Presidente do Procin Maranhão Duarte Junior, o Superintendente da SPTC, Miguel Alves; delegado Jarlyngson da SPCI; diretor Carlos Rangel da Cruz Vermelha Brasileira e demais autoridades. 




sexta-feira, 9 de junho de 2017

Festejo de São Pedro Apóstolo

Festejo de São Pedro Apóstolo. de 19 de junho a 29 de julho de 2017.
dia 19/06 tem inicio com uma Caminhada com a saída marcada para as 23h, com celebração da santa missa da Igreja de Santa Filomena Araçagy.


 

Raposa - 2º Casamento Comunitário com 105 casais.

A juíza Joseane Bezerra iniciou a cerimônia pelo casal mais velho, José Valdeci Santos Nazaré (77 anos) e Maria Rita Araújo (67 anos)
O entardecer na praia da Raposa foi cenário de cerimônia de casamento comunitário nesta quinta-feira (8), quando 105 casais formalizaram suas uniões perante o Poder Judiciário. 

A juíza Rafaella Saif, anfitriã da festa, conduziu o casamento com o apoio de outros 15 juízes. A corregedora-geral da Justiça, desembargadora Anildes Cruz, e o idealizador do projeto Casamentos Comunitários, desembargador Jorge Rachid, prestigiaram o evento. 

Ao declarar aberta a cerimônia, a corregedora Anildes Cruz parabenizou os noivos e falou sobre os direitos e obrigações advindos do casamento. “O vínculo conjugal traz proteção legal para fins de herança, previdência social, e outros; mas impõe deveres mútuos como a fidelidade, assistência, sustento, guarda e educação dos filhos”, disse. 

Em discurso emocionado, a juíza Rafaella Saif falou de suas crenças sobre a importância do casamento na vida do ser humano. “Nascemos para o amor, e não é a toa que buscamos alguém para esse sentimento de complementação, encontro, de plenitude”, enfatizou. Desembargadora Anildes Cruz entregou a certidão para os noivos mais velhos, casados pela juíza Joseane Bezerra.

A juíza Joseane Bezerra iniciou a cerimônia pelo casal mais velho, José Valdeci Santos Nazaré (77 anos) e Maria Rita Araújo (67 anos). “Já moramos juntos há muito tempo, e hoje estamos colocando tudo no papel”, disse Maria Rita, que recebeu a certidão de casamento das mãos da desembargadora Anildes Cruz. 
Em seguida, foi a vez do casal Renata Rayssa da Silva Matos (16 anos) e Holando Vieira Oliveira (23 anos), os mais novos dessa edição dos Casamentos Comunitários. 

Eles disseram sim perante o juiz auxiliar da CGJ, José Américo Costa. “Aproveitamos a oportunidade do casamento gratuito para oficializar nossa união”, afirmou Holando Oliveira. José Demétrio Costa, funcionário do Espaço 77, e Orlandira Alves Ferreira foram os noivos seguintes unidos pela magistrada Laysa Mendes. A servidora do fórum de Raposa, Eline Raquel Braga, e o noivo Acácio Sales, foram casados pela juíza Rafaella Saif, e receberam a certidão de casamento das mãos do desembargador Jorge Rachid. JUÍZES – A juíza Rafaella Saif contou com o auxílio de mais quinze magistrados, que compareceram voluntariamente: Denise Milhomem (Santa Inês); Joelma Santos (Paço do Lumiar); Joseane Bezerra (São Luís); Karla Carvalho (Coelho Neto); Laysa Mendes (Itapecuru-Mirim); Teresa Mendes e Ticiane Palácio (São José de Ribamar) e Thadeu Alves (Bacuri); Marcelo Oka, Maricélia Gonçalves e Suely Feitosa; e os juízes auxiliares Júlio Prazeres (Tribunal de Justiça), Rosângela Prazeres, Sara Gama e José Americo Abreu Costa (Corregedoria da Justiça). Também participaram da solenidade o diretor da Corregedoria, Gustavo Campos; o cartorário do Ofício Único, Gustavo Aníbal Coelho; o promotor de Justiça, Reinaldo Campos Castro Júnior; a prefeita de Raposa, Talita Laci; o padre da Igreja Católica, José Raimundo Lopes, e o pastor Francisco de Assis dos Santos. Juíza Rafaella Saif discursa durante cerimônia. 


Fonte: Folha do Município 



terça-feira, 6 de junho de 2017

Projeto ‘Mais Qualificação e Turismo’ qualifica 770 pessoas no primeiro semestre de 2017

Com o objetivo de levar capacitação profissional voltada para toda a cadeia produtiva do Turismo (hotéis, pousadas, restaurantes, bares, receptivos etc) dos principais polos turísticos do Maranhão, o Projeto ‘Mais Qualificação e Turismo’, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), está fechando o primeiro semestre com sucesso. 

De janeiro até junho, o projeto já levou 770 alunos para sala de aula, somando capital maranhense e municípios dos polos Lençóis Maranhenses, Floresta dos Guarás e do Plano Mais IDH – Eixo Renda - como Araioses, Santo Amaro, Primeira Cruz e o povoado de Lagoa do Cassó.   

“O bom desempenho do ‘Mais Qualificação e Turismo’, sem dúvida, é resultado do esforço da equipe técnica da Sectur, somado à adesão e receptividade do poder público e comunidade. Esperamos daqui até dezembro levar mais XX alunos para as salas de aula e que eles possam, prontamente, aplicar o conhecimento no mercado de trabalho e melhorar a renda”, destaca o secretário Adjunto da Sectur, Hugo Veiga. 

A acolhida da iniciativa por parte dos municípios, no ano passado, quando foram abertas as primeiras turmas no polo Chapada das Mesas, fez com que o projeto adotasse e incrementasse novas metas. “Isso foi necessário para melhor atender os municípios em alinhamento com seu perfil. Os cursos passaram a ser ministrados à noite e com turmas em número que atendesse a demanda de cada localidade. Esse passou a ser também um diferencial do projeto”, explica a coordenadora do ‘Mais Qualificação e Turismo’, Karen Moraes. 
Mais Qualificação e Turismo 

O projeto ‘Mais Qualificação e Turismo’ prepara a comunidade dos municípios dos polos turísticos maranhenses por meio de palestras, cursos, minicursos e oficinas, além de fazer a atualização do cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no Turismo no Cadastur. Em todas as ações é destacada a importância de envolver a cadeia produtiva para a incorporação de conhecimentos técnicos, teóricos e operacionais.

O Plano Mais IDH, que também soma atividades do ‘Mais Qualificação e Turismo’, é uma iniciativa do Governo do Maranhão para melhorar índices de desenvolvimento nos 30 municípios menos desenvolvidos do estado por meio de ações integradas de diferentes órgãos e secretarias a fim de garantir dignidade, educação, infraestrutura básica, saneamento, cidadania, trabalho e renda para suas populações.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Emprego-Sesc abre seletivo para contratação de profissionais na área da saúde

O Serviço Social do Comércio (Sesc) lançou edital para a contratação de funcionários para os cargos de Técnico em Saúde Bucal e Técnico em Enfermagem. As vagas são destinadas à Unidade Móvel do Projeto OdontoSesc, que atualmente tem suas atividades concentradas na cidade de Imperatriz. As inscrições serão realizadas exclusivamente pelo e-mail contatoselecao.sescma@gmail.com no período de 07 a 09 de junho. Os interessados em participar do processo seletivo devem enviar todas as cópias escaneadas e autenticadas dos documentos necessários, além da ficha de inscrição preenchida (disponível no site www.sescma.com.br).

O Sesc está oferecendo uma vaga para cada cargo. Para participar do processo os candidatos devem comprovar experiência de no mínimo um ano de atuação nas áreas correspondentes. Para Técnico em Saúde Bucal é necessário possuir curso específico de Técnico em Higiene Dental ou Técnico em Saúde Bucal e habilitação no Conselho Regional de Odontologia (CRO), enquanto para o de Técnico em Enfermagem é preciso ter, além do curso específico da área, habilitação no Conselho Regional de Enfermagem (COREN).

Os documentos exigidos para os candidatos efetuarem a inscrição pelo e-mail, enviando as cópias escaneadas e autenticadas são: Certificado ou Declaração de conclusão do Ensino Médio, curso específico da respectiva área em que atua, currículo atualizado, RG, Carteira de Trabalho e Previdência Social (páginas de Identificação e Qualificação Civil), carteira ou comprovante de inscrição no Conselho Regional de Enfermagem (COREN – para Técnico em Enfermagem), carteira ou comprovante de inscrição no Conselho Regional de Odontologia (CRO – para Técnico em Saúde Bucal) e experiência profissional comprovada de no mínimo um ano para ambos os cargos.

O edital prevê também a formação de cadastro de reserva com cinco vagas para cada cargo para eventual convocação se houver novas oportunidades na instituição. Os selecionados no seletivo vão desenvolver suas atividades na Unidade Móvel do Projeto OdontoSesc que atualmente concentra seus trabalhos na cidade de Imperatriz.
É importante ressaltar que segundo o edital é vedada a participação no processo seletivo de parentes em até terceiro grau civil ou consanguíneo do Presidente ou dos membros efetivos e suplentes do Conselho Nacional e do Conselho Fiscal ou dos Conselhos do Sesc ou do Senac, assim como dirigentes de entidades sindicais ou civis do comércio, patronais ou de empregados.

 A seleção dos novos funcionários do Sesc Maranhão é composta por etapas   específicas para cada cargo que inclui análise de títulos, prova de conhecimento, teste/aula prático(a) e entrevista final com os candidatos. Mais informações sobre o seletivo podem ser acessadas em www.sescma.com.br
  

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Projeto Lixo Digital

O projeto Lixo Digital da ONG Libertas, visa à diminuição dos impactos causados ao meio ambiente pela má disposição do lixo eletrônico, através da realização de parcerias com: instituições de ensino, prefeituras, empresas, igrejas, órgãos públicos e associações, e outros, de forma facilitar a implantação, do mutirão de coleta dos resíduos eletrônicos que contém placas, tais como; (Celulares com bateria, Celulares sem bateria, Monitor tubo PC, Impressora, Estabilizador, Telefones sem fio, Monitor TV tubo, Aparelho de som e DVD, Tabletes, Máquina de cartão de crédito, CPU completa, TV led e LCD, HD’s, Receptores de antenas, Roteador, Notebook, Dvd, Rádio, Vídeo Cassete), evitando assim a contaminação de lagos, mares, rios, lençóis subterrâneos e oceanos. 

Trabalhando a prevenção na área da saúde pública, facilitando e aplicando a educação ambiental não formal e informal através do áudio visual, com inclusão social estendida para a cidade patrimônio cultural da humanidade, e os outros 217 municípios que compõem o estado, visando a conversão dos resíduos coletados em recursos para fins eco-econômicos e sociais para a ONG Libertas a fim de que a mesma possa desenvolver seus projetos socioambientais, nas comunidades vulneráveis economicamente e socialmente (compensação social do projeto). A indústria estimula o consumo sem pensar no descarte. 

A velocidade com que a indústria lança as novidades eletrônicas no mercado faz com que a reutilização seja desvalorizada. Declarou: Marco Aurélio do Amaral Santos, presidente da Instituição.

Contato: (98) 988263557
ONG Libertas  

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Entenda por que policiais militares foram assassinados em Buriticupu por colegas de farda

O tenente Josuel Alves Aguiar e os soldados Tiago Viana Gonçalves e Glaydstone de Sousa Alves
A cúpula da segurança detalhou, na manhã desta quarta-feira (31), o trabalho de investigação que levou à prisão do tenente Josuel Alves Aguiar e dos soldados Tiago Viana Gonçalves e Glaydstone de Sousa Alves, lotados na cidade de Buriticupu. 

Eles são apontados como os autores do assassinato dos outros dois PMs cabo Júlio César da Luz Pereira e soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, desaparecidos desde o dia 17 de novembro de 2016. O soldado Glaydstone de Sousa Alves está foragido e deverá se apresentar em até cinco dias. Se não se apresentar dentro desse prazo, será considerado desertor.

De acordo com o secretário Jefferson Portela, os dois policiais mortos foram chamados  para praticarem uma ação não autorizada. “Eles saíram em buscas para apreender máquinas, um trator e um caminhão. O Josuel Alves teria ligado para Carlos Alberto, no sentido de que realizassem a tal missão, que terminou resultando no sumiço dos mesmos. Durante as oitivas, foi descoberto que havia um desacordo entre os policiais. O inquérito policial continua, restando apenas saber a motivação e a localização dos desaparecidos. A prisão dos envolvidos é essencial para se esclarecer acerca do crime”, disse o secretário.

Portela salientou que os policiais mortos já estavam sendo investigados anteriormente pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), por conta de envolvimento em crimes. Eles eram suspeitos de práticas de crimes com associação criminosa.

“As investigações acerca dos mesmos foram por conta das suas ações ilícitas. Houve envolvimento deles pelos crimes de assaltos, extorsões e demais atividades ilícitas. 

Após o desaparecimento dos mesmos, fora realizada uma investigação e realizado o pedido de Mandado de Cumprimento de Prisão contra três acusados, mas o pedido de prisão ficou sendo analisado. Somente agora outro juiz decretou a prisão dos acusados”, acrescentou o secretário.  
“As investigações apontaram que uma pessoa conhecida por “Dal” teria sido procurado para acompanhar os policiais, mas que no momento marcado, teria sido descartado. No outro dia, esse “Dal” teria sido descartado pelos policias, no momento em que fora saber acerca de qual missão seria. As investigações ouviram mais de 40 pessoas, o que qualificou as investigações. 

A prisão dos policiais é apenas uma parte dos trabalhos. Foi pedida prisão temporária para uma investigação mais continuada”, disse o delegado Leonardo Diniz, superintendente de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), responsável pela investigação do caso, com o apoio da delegada Nilmar da Gamar Rocha e sua equipe. 
O cabo Júlio César da Luz Pereira e soldado Carlos Alberto Constantino Sousa
O delegado Geral de Policia Civil Lawrence Melo disse que os policiais militares eram lotados na mesma unidade. Eles já vinham sendo investigados pela Seic por conta das duas vítimas estarem praticando atos criminosos.
“Tanto os autores como as vítimas vinham praticando atos criminosos. A ação policial a qual eles informaram às vítimas não foi registrada como missão. Suspeita-se que os acusados tenham realizado uma isca contra os policiais. O cumprimento de Mandado de Prisão tinha sido realizado desde fevereiro de 2017, ficando sob análise da justiça até esta data. 

Os acusados, após investigações da Polícia Civil, foram presos pela Polícia Militar. O Josuel Alves foi preso em São Luís, e o Tiago Viana na cidade de Bom Jesus das Selvas. As investigações irão continuar no âmbito da Justiça Militar”, disse o delegado.