quarta-feira, 10 de agosto de 2011

É NECESSÁRIO PRESSÃO DA SOCIEDADE PARA A QUESTÃO DAS DROGAS

Qualquer estratégia para a redução da violência em Raposa passa pelo combate às drogas e os problemas sociais decorrentes do tráfico. Essa é a conclusão que se pode ter com o resultado das constantes mortes decorrentes da ação dos traficantes em nossa cidade. Entretanto, há a necessidade de se compreender o problema das drogas em toda a sua complexidade, a fim de que se possa vencer com eficácia a questão. Pois, o combate à violência causada pelo tráfico de entorpecentes não é estritamente um caso de polícia, mas também de políticas públicas na área social, e lógico a participação da sociedade. Passadas algumas semanas do denominado "Pacto pela Sobriedade", algumas medidas foram idealizadas, mas ainda não foram postas em prática. Não basta apenas os poderes constituídos se movimentarem, se não houver uma participação efetiva da sociedade,(não falo de grupos isolados, e sim da sociedade como um todo) nada disso surtirá efeito prático. Sabemos das deficiências das polícias, seja por falta de estrutura, ou desinteresse mesmo. As bocas estão aqui, alí ,acolá, todo mundo sabe onde ficam, as procissões de viciados dia e noite, revelam facilmente, os locais, os boqueiros e consumidores. O que está faltando então? Escreverei em letras garrafais: "PRESSÃO SOCIAL", só através desta alguma coisa pode ser feita. Enquanto nada é feito, estamos sendo reféns destas pragas urbanas, que a cada dia recrutam dezenas de zumbís para as trincheiras das drogas, e atropelam as ações isoladas e frágeis de combate a este mundo sombrío.


Texto: Prof. Elcinho 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.