segunda-feira, 15 de agosto de 2011

EXEMPLO A SER SEGUIDO

A Assembléia Legislativa do Piauí e o governador do Estado Wilson Martins sinalizaram positivamente acerca da regulamentação das rádios comunitárias existentes no Estado.  Ou seja, a politização das rádios bem como a monopolização destas, por aqui, é vergonhosa e passada de pai para filho, neste sentido a hereditariedade foge aos preceitos do que seja família. A grande maioria das tvs e rádios no Maranhão são de propriedade de caciques políticos, e suas repetidoras concedidas no interior, salvo raríssimas excessões, servem apenas como moeda de troca por votos. O blog trouxe atona este problema por que recentemente várias rádios foram feichadas aqui no Maranhão  foram fechadas. Conversei com alguns proprietários de rádios e eles foram efusivos em dizer que trata-se de perseguição, e que as pessoas que trabalham no orgão fiscalizador (ANATEL) abusam do poder e agem como se estivessem lhe dando com foras da lei. O blog se solidariza com as rádios comunitárias e acha importante o trabalho destas na busca da verdadeira comunicação. A rádio comunitária é sem dúvida o elo mais próximo com a comunidade, pois a essência deste trabalho deveu-se inicialmente ao estreitamento do trabalho com o público comunitário, iniciado desde as suas primeiras difusões.A Adifusões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.