domingo, 18 de setembro de 2011

Baleia Jubarte morta encalha na praia do Mangue Seco


RAPOSA
POR GABRIELA SARAIVA
Um filhote de baleia da espécie Jubarte encalhou por volta das 4h de ontem, na praia do povoado Mangue Seco, no município de Raposa. O animal já estava morto, exalando um forte odor e apresentando ferimentos em seu corpo.
De acordo com Joarnaldo Ramos Paulo, executor da base do Centro de Mamífero Aquáticos, do Instituto Chico Mendes, a baleia é um animal macho e jovem, de 4,62m e aproximadamente 500 kg, que provavelmente se desgarrou da mãe. Segundo o especialista, o mamífero apresentava ferimentos nas suas nadadeiras dorsal e caudal, provocados por redes de pesca, o que deve ter causado a sua morte. “Pelo avançado estado de decomposição, esse filhote deve estar morto no mar há cerca de uns três a quatro dias e, só agora, com a maré alta, encalhou na praia. Já retiramos amostras do corpo, que serão levadas para o laboratório, a fim de analisar se o animal tinha algum problema de saúde, que não provocado pelos ferimentos. Entretanto, é praticamente certo que não será possível fazer a necropsia, diante do estado de putrefação”, explicou.
Entretanto, Valdenice Pereira Lima Murad, moradora do povoado, acredita que os ferimentos do animal tenham sido provocados por arpões em alto mar e não por redes, uma vez que aquela praia não é caracterizada como de pescaria. “Aqui nem dá peixe. O que ainda se pesca aqui são mariscos”, declarou.
Fonte: Jornal Pequeno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.