quarta-feira, 23 de novembro de 2011

PMs entram em greve e invadem a Assembleia

Policiais militares e bombeiros decidiram na noite desta terça-feira, em assembleia-geral realizada no prédio da Fetiema, entrar em greve por tempo indeterminado no Maranhão.

Coronel 'balaio' Ivaldo Barbosa é quem comanda a greve. Foto: Douglas Júnior
Os militares reivindicam melhores condições de trabalho, a criação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários, e  reajuste de cerca de 30%.
A reunião que decidiu pelo movimento grevista foi comandada pelo “coronel balaio” Ivaldo Barbosa.
O governo afirma estar estudando a implantação de aumento para todos os servidores estaduais. Alega ainda que em 2009 deu aumento de 29% para os policiais.
Depois da reunião na Fetiema, os PMs e bombeiros seguiram em passeata fechando várias ruas  até o prédio da Assembleia.
Eles ocupam as áreas internas e externas e devem passar a noite na sede do Poder Legislativao. Há informações de muita bagunça no local.
Antes da assembleia-geral, todas as viaturas da PM foram recolhidas ao Quartel da Corporação, no Calhau. A medida foi tomada para evitar que os grevistas usassem os veículos para promover arruaças na cidade.
Homens da Força Nacional de Segurança fazem patrulhas na capital e também já teriam assumido o Complexo de Pedrinhas. Eles estão seguindo para a Assembleia.
Rebelião
Em Pinheiro, policiais do GOE (Grupo de Operações Especiais) que não entraram em greve, invadiram a Delegacia Regional e abafaram um motim de presos que queriam aproveitar o movimento grevista para fugir.
Em fevereiro a delegacia foi palco de uma rebelião sangrenta que resultou na morte de seis presos, quatro deles decapitados pelos próprios colegas de cela.
Na casa de detenção de pedrinhas acabou de estourar uma rebelião  parece ?




Fonte: O Estado do Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.