sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

24h após assalto, prefeito compra carro novo

O prefeito da pobre e pequena Alto Alegre do Pindaré, Atemir Botelho (PRTB), foi sequestrado por três homens na madrugada de domingo para segunda-feira (19), em Santa Inês, quando deixava o Carnaval fora de época da cidade.
Na primeira versão divulgada pelo político, ele estava só e foi abordado por três homens no estacionamento do Santa Inês Folia. Foi deixado próximo a Açailândia. Sua Hilux foi levada. A primeira parte da história não é bem essa.
Hilux sem placas do prefeito Atemir Botelho estacionada na frente do restaurante Cabana do Sol
Segundo uma fonte que participa das investigações, o prefeito estava com uma namorada menor de idade e foi abordado próximo a um motel de Santa Inês, namorando dentro do carro. “Ele tentou entrar no motel, mas a mulher não quis. Por isso, ficou ali por perto”, contou o policial.
A Hilux do prefeito foi encontrada ainda na segunda-feira no Pará. Ele foi liberado junto com a namorada, também sequestrada pelos bandidos.
Durante a campanha de 2008, Atemir usava como discurso o fato de seu único bem ser um computador Duron avaliado em R$ 1,5 mil.
No entanto, qual não foi a surpresa da população pobre de Alto Alegre do Pindaré ao ver Atemir já na terça-feira em outra Hilux zero km. Em cerca de 24 horas, já tinha adquirido um carro novo.
Nesta quarta-feira (21) o blog flagrou o prefeito na Hilux sem placas, no restaurante Cabana do Sol, em São Luís. O veículo custa cerca de R$ 140 mil e estava com um adesivo da concessionária Nono Veículos, de Santa Inês. O valor do carro é quase cem vezes superior ao computador que ele declarou como bem em 2008. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.