segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Cerimônia de abertura de Londres-2012 se chamará "Isles of Wonder"

Evento transmitirá uma mensagem ecológica sobre a recuperação de a "terra envenenada pela indústria"


A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres será denominada "Isles of Wonder" ("Ilhas da Maravilha", em tradução livre) e transmitirá uma mensagem ecológica sobre a recuperação de uma "terra envenenada pela indústria", revelou nesta sexta-feira o diretor artístico do espetáculo, o britânico Danny Boyle.

Faltando exatamente seis meses para a abertura dos Jogos, que acontecerá no dia 27 de julho, o Comitê Organizador de Londres-2012 (Locog) divulgou em entrevista coletiva os primeiros detalhes de um espetáculo que será assistido por mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo.

Boyle, diretor de filmes como "Quem quer ser um milionário?" e "Trainspotting - Sem Limites", coordenará um espetáculo no qual 900 estudantes do leste de Londres participarão de uma "coreografia em grande escala", um espetáculo que será como "juntar 165 musicais da West End ao mesmo tempo", de acordo com o presidente do Locog, Sebastian Coe.

"Fazer parte das cerimônias olímpicas é uma maneira fantástica de inspirar os jovens. É maravilhoso que estudantes dos subúrbios da cidade possam nos ajudar a contar nossa história ao mundo", declarou Coe.

"Será uma viagem que aprofundará sobre quem somos, quem fomos e quem gostaríamos de ser", descreveu o diretor criativo da equipe que desenha a abertura e o fechamento tanto dos Jogos Olímpicos quanto dos Paraolímpicos, Stephen Daldry.

As quatro cerimônias envolverão quase 15 mil pessoas, e os organizadores começarão em fevereiro um processo para recrutar 5 mil atores, dançarinos e percussionistas que queiram participar de forma voluntária no que Boyle chamou de "o maior espetáculo da terra".

Na cerimônia de abertura, o diretor artístico voltará a contar com a colaboração da banda de música eletrônica "Underworld", que já participou da trilha sonora do filme "Trainspotting".

Entre outros detalhes que foram revelados sobre as cerimônias, Boyle destacou que está sendo encerrada a construção do maior sino da Europa, que será pendurado em um dos extremos do Estádio Olímpico e marcará o começo da Olimpíada.

O sino, que de acordo com o diretor artístico será escutado durante centenas de anos, levará inscrita uma citação extraída da obra de Shakespeare "A tempestade": "Não temam, a ilha é cheia de sons".

Na entrevista coletiva desta sexta-feira, o secretário de Estado de Cultura, Olimpíada, Imprensa e Esporte, Jeremy Hunt, afirmou que as principais preocupações do Governo britânico nos seis meses que restam para o começo dos Jogos são a segurança, o transporte e o legado que será deixado em Londres pelo maior evento esportivo do planeta.

Com as principais instalações esportivas terminadas, Hunt disse que o trabalho que resta pela frente no Parque Olímpico inclui "instalar cabos, mobiliar os apartamentos dos atletas e imprimir os ingressos das competições esportivas".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.