quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Reunião com Sarney define nome do candidato do grupo em São Luís Política

O senador José Sarney já decolou agora pela manhã rumo a Brasília. Antes, porém, deixou definido os rumos da sucessão municipal de São Luís dentro do seu grupo.
A primeira reunião para a definição do nome do vice-governador, Washington Oliveira, aconteceu no último final de semana na ilha de Curupu, de sua propriedade.
Do encontro participaram o próprio Sarney, a governadora Roseana e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Ficaram fora da cena o senador licenciado João Alberto, o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, Jorge Murad e o empresário Fernando Sarney.
A reunião, sob os olhares mansos do mar, não tratou de sucessão estadual para 2014, até porque estavam alí os dois mais fortes candidatos do grupo: Luis Fernando e Lobão.
Sarney defendeu o nome do vice para disputar a sucessão de João Castelo, convencido que foi pelo deputado federal Chiquinho Escórcio e embalado pelo secretário de Saúde, Ricardo Murad, ambos adversários do secretário de Infraestrutura, Max Barros, que renunciou na segunda-feira a pré-candidatura pelo grupo. Um dia depois da conspiração.
O presidente do Senado entende e deixou bem claro que Oliveira tem chances reais de disputar contra o atual prefeito. E com essa visão acha que Lula e Dilma no palanque do vice pode causar estragos às pretensões de João Castelo.
Além do mais, a entrega da cabeça da chapa ao PT significa um gesto de grandeza e firmeza pela permanência da parceria, com os olhos voltados para 2014.
Sarney sugeriu que a candidatura do petista fosse vista, a partir de agora, como prioridade para pavimentar 2014, apesar do empecilho de nome Flávio Dino aos seus planos.
Washington Oliveira será o candidato do conjunto do governo estadual. O preferido pelo governo federal. Com as duas máquinas unidas, o senador acredita que serão favas contadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.