sexta-feira, 11 de maio de 2012

Só praias de Raposa continua em condições próprias para banho

 A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) divulgou boleitm sobre as condições de Balneabilidade na Orla de São Luís e São José de Ribamar.


O laudo refere-se à ação de monitoramento realizada nos dias 6 e 8 de maio de 2012, integrando a série de acompanhamento semanal dos índices elaborada sob a responsabilidade da SEMA.

Foram coletadas amostras nas praias da Ponta d’Areia, São Marcos, Calhau, Olho d’Água, Praia do Meio, Araçagy, no município de São Luís; Panaquatira, Praia da Sede, Boa Viagem e Juçatuba, no município de São José de Ribamar, abrangendo 26 pontos de coleta empreendida por técnicos do Laboratório de Análises Ambientais e da Superintendência de Planejamento e Monitoramento da SEMA.

Para a avaliação da qualidade da água utilizou-se indicador microbiológico (Escherichia coli), para fins de quantificar bactérias/100 mililitros de água do mar, sendo as amostras de água colhidas em situação de maré vazante e na isóbata de 1m. Para isso, utilizou-se o método de substrato cromogênico definido.

O monitoramento obedece aos padrões fixados na Resolução CONAMA nº 274/00, segundo a qual, as águas das praias serão consideradas PRÓPRIAS, quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras, obtidas em cada uma das cinco semanas anteriores, e colhidas no mesmo local, houver no máximo 800 E.coli/100 mL (NMP - Número Mais Provável); e IMPRÓPRIAS, quando não atenderem aos critérios anteriores, ou quando o valor obtido na ultima amostragem for superior a 2000 E.coli/100 mL (NMP).

Os resultados coletados na ação realizada nos dias 6 e 8 não diferem, quanto aos índices, dos dados auferidos no monitoramento anterior, realizado nos dias 1º e 2 de maio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.