terça-feira, 5 de junho de 2012

Homem simula próprio sequestro para tirar dinheiro do irmão

Aronildo Lopes do Nascimento farmou o próprio seqüestro para tirar dinheiro do irmão e pagar dívida de droga


Como se não bastasse os diversos crimes que acontecem no dia a dia, dessa vez foi uma farsa que fez a polícia armar uma operação para combater um crime: um seqüestro foi forjado por um homem para tirar dinheiro do próprio irmão.

Diogo Rafael Ferreira foi até o 9º Batalhão da Polícia Militar, localizado na Vila Palmeira, para dar queixa sobre o desaparecimento do irmão, Aronildo Lopes do Nascimento. Diogo afirmou que os bandidos estavam exigindo R$3 mil para libertar o rapaz.

O capitão Zadok, daquele BPM, acionou os policias da unidade e pediu o apoio do Serviço de Inteligência do 8º BPM, localizado no Calhau. Em uma mega operação, os PMs se disfarçaram e entraram nas negociações. Marcado o encontro para pagar o resgate, próximo à sede do clube de futebol Sampaio Correa, no Miritiua, os policiais se surpreenderam com a presença de Aronildo simulando seu prórpio seqüestro, que havia armadoo plano para conseguir dinheiro com o irmão e pagar uma dívida de droga.

Comprovando a farsa, a polícia descobriu que ele agia em parceria com o traficante Marco Antônio Cordeiro Lisboa, de 32 anos, mais conhecido como "Pica-Pau". Ele foi preso em uma casa noturna no Bom Jardim, na região do Turú. Os policiais encontraram com ele dois quilos de crack, dois quilos de cocaína e um rifle modelo Puma, calibre 38.

Em busca de mais drogas e armas, os PMs foram até a casa do traficante, localizada na Rua da Pedreira, no bairro Vila Luizão, e encontraram mais dois quilos de crack e nove quilos de maconha. A companheira dele, Delcir Coelho Rodrigues também foi presa e levada para o Plantão Central do Cohatrac. O grupo foi reencaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.