segunda-feira, 3 de setembro de 2012

São Luis 2012: Washington deve mesmo polarizar com Castelo




Não é surpresa alguma para este blog a ascensão contínua do candidato do PT a prefeito de São Luis, Washington. O crescimento é visível nas ruas (e nas pesquisas)  e o petista deverá mesmo polarizar a campanha com o prefeito João Castelo (PSDB).

Alguns fatores têm sido fundamentais para o crescimento de Washington nesta campanha. Senão vejamos:

PT – Partido do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma, o PT – ainda que com toda campanha sistemática de desmoralização da sigla e dos seus principais quadros por conta do famigerado “mensalão” – continua sendo firme e confiável aos olhos do povo. O “13″ é forte, tem apelo popular, tem propostas e sempre é associado aos avanços sociais que o Brasil obteve desde 2003 quando a legenda chegou ao Palácio do Planalto. Washington é do PT e do mesmo grupo do Lula e da Dilma. Os eleitores parecem que já perceberam isso.

Coligação- A coligação “Juntos Por São Luís”, liderada por Washington e pelo seu candidato a vice, deputado estadual Afonso Manuel, do PMDB,  configura-se na maior aliança eleitoral destas eleições. Além do PT e do PMDB, a coligação é formada ainda pelo PV, PSC, PTB, DEM, PTN, PRB, PSD, PSL, PSDC, PPL e PHS. São nada menos do que 14 partidos, que dão grandiosidade política e volume na campanha, um excelente tempo no programa de rádio e tevê, e ainda uma grande quantidade de candidatos a vereador que agregam densidade eleitoral (votos) ao candidato. A chapa proporcional da coligação de Washington é a que possui mais candidatos e candidatas, bons e boas de voto.

Governo/governadora – Ao contrário do que muitos pensavam, percebe-se que o apoio do governo e da governadora Roseana Sarney tem ajudado (e muito) no crescimento de Washington até esta fase da campanha. Tanto Roseana quanto os seus principais secretários de Estado têm declarado apoio ao petista e afirmado que Washington, uma vez eleito prefeito, reúne as melhores condições políticas e institucionais para que Governo e Prefeitura mantenham uma parceria saudável a favor do povo de de São Luis. Isso soa bem aos ouvidos do eleitor.

Governo Federal – Da mesma forma ocorre em relação ao apoio dado por ministros do Governo Federal. Vários deles já apareceram no programa eleitoral pedindo apoio e voto para Washington, inclusive dois dos principais auxiliares da presidente Dilma: Alexandre Padilha (Saúde) e Miriam Belchior (Planejamento). Outros ministros são aguardados para futuros depoimento pró-Washington.

Programa eleitoral – O programa na tevê e no rádio do candidato Washington tem melhorado a cada apresentação, mas pode melhorar ainda mais. A equipe de profissionais é muito boa, porém, a coordenação de Comunicação pode aproveitar de forma mais efetiva e eficiente algumas “cabeças” nativas que estão dentro da campanha, mas atuando de forma ainda muito “tímida”, por algum motivo.

O candidato – Por fim, a coligação “Juntos Por São Luis” tem um bom candidato. Washington nunca na história deste estado havia disputado uma eleição majoritária, sem falar que é uma liderança estadualizada. Muito criticado pela sua performance na TV e por “não ter votos” (algumas críticas são construtivas, mas a maioria é feita de má fé), o fato é que o candidato do PT tem a capacidade de mudar o conceito que as pessoas têm ao seu respeito logo assim que o conhecem. 

Washington mostra-se atencioso por onde passa, não se irrita facilmente com críticas ou mesmo com agressões verbais que eventualmente ocorram. Tem humildade, escuta as pessoas, enfim, o petista possui várias qualidades que aos poucos os ludovicenses vão conhecendo e aprovando. É o que está sendo revelado através do crescimento lento, gradual e seguro do candidato  do PT a prefeito de São Luis.

Deverá mesmo polarizar a eleição como o prefeito João Castelo…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.