sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Roseana aproveita ausência por doença de Lobão para lançar Luís Fernando candidato a governador em 2014; e provoca grande rebuliço no grupo Sarney



Ao instalar o "Conselho Político 2014", a governadora Roseana Sarney aproveitou para lançar o nome de Luís Fernando, secretário-chefe da Casa Civil, ao governo do Maranhão. Acreditava-se que tal decisão teria sido discutida com todas as lideranças que fazem parte do grupo governista. Pelas reações de alguns aliados, a decisão deve ter sido apenas do grupo mais próximo da governadora. Os deputados federais Chiquinho Escórcio e Sarney Filho reagiram com indignação a essa antecipação do nome de Luís Fernando.
Diversos blogs trouxeram, na tarde desta quinta-feira, relatos dessa 'revolta' de alguns desses integrantes do grupo liderado por Sarney.
O jornalista Gilberto Léda diz que o suplente de deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB) entrou em contato com o blog, nesta quinta-feira (1°), para criticar a governadora Roseana Sarney (PMDB) por optar pelo secretário Luís Fernando Silva (PMDB) como candidato oficial do Palácio dos Leões ao Governo do Estado (reveja).
A informação ainda não foi externada a todos os membros do governo, mas antecipada por este blog, ontem, logo após a primeira reunião do recém-formado conselho político montado pela peemedebista – também criticado por Escórcio.
“O ministro Lobão está para sair do hospital e ainda precisa ser ouvido sobre esse tipo de decisão”, declarou o deputado, numa demonstração clara de quem é o preferido dele.
Além disso, o peemedebista – que disse ter sido autorizado a posicionar-se oficialmente pelo líder da bancada maranhense em Brasília, deputado federal Sarney Filho (PV) – acredita que a definição do candidato do Palácio dos Leões deva ser ocorrer apenas no ano que vem.
Ele acredita que, se o governo deslanchar a partir de 2013, qualquer candidato tem condições de garantir a sucessão de Roseana. ”Se pensarmos numa candidatura antes de pensarmos o governo isso pode acabar atrapalhando”, disse.
Mas Chiquinho e todos os defensores do projeto Lobão-2014 terão a dificílima tarefa de convencer a governadora de que o ministro ainda tem condições físicas de encarar uma disputa eleitoral. E, para além disso, de que a candidatura dele é mais viável que a de Luís Fernando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.