domingo, 29 de dezembro de 2013

Pescadores náufragos improvisaram balsa para sobreviver


Os pescadores no momento em que chegavam na UPA do Araçagi
Segundo informações , por volta das 22h, de sexta-feira, os cinco pescadores que estavam desaparecidos desde a manhã de quinta-feira(26), conseguiram chegar em terra firma entre a Praia do Araçagy e do Meio e foram socorridos por moradores.

Levados pelo Corpo de Bombeiros para a UPA do Araçagy, José Luis Ferreira dos Santos, o Luizinho, 46 anos; Raimundo Pedro Santos Martins, o Cabeça, 36 anos; José Adriano Santos, o Didi, 28 anos; Franciscos de Assis Freitas dos Santos, o irmão, 46 anos e José Ribamar Araújo, o Biel, 32 anos, disseram  que uma onda derrubou o mastro do pano da Biana que seguia rumo ao Porto de Raposa, próximo ao trecho conhecido por “risca”.

Com o impacto, a embarcação naufragou e os experientes pescadores improvisaram uma balsa com pedaços de compensados e boias que se desprenderam do barco. Passaram cinco marés boiando, foram conduzidos de acordo com a movimentação do alto mar. Disseram que vários barcos passaram próximo a eles mas ninguém conseguiu ouvi-los ou avistá-los.

Somente na noite desta sexta-feira, sem comer, nem beber, já perto da praia do Araçagy sentido Olho D’água, conseguiram forças e nadaram até a praia e só assim foram socorridos.

Entre os pescadores, dois estavam em estado mais debilitado, Raimundo Pedro Santos Martins, o Cabeça e José Adriano Santos, o Didi. Todos receberam atendimentos médicos e ficaram em observação.

Os familiares chegaram na UPA do Araçagy e agora respiram aliviados.
 
Fonte: Domingos Costa

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Mais um sucesso da Web maranhense: Periguete do busão

Para descontrair neste dia de Natal, o clipe maranhense que anda fazendo o maior sucesso na Web: a “Periguete de busão”. O vídeo já tem mais 5 mil acessos em uma única postagem.
O autor utiliza no clipe um coletivo da linha 064-Vicente Fialho, que circula principalmente na região dos bairros Cohama e Vinhais. E as periguetes do busão tentando até o padre fazem a alegria do motora.
Confira:

Plano B: João Abreu já se apresenta a prefeitos como candidato

Do Blog do Raimundo Garrone
O secretário da Casa Civil, João Abreu, passou os últimos dias telefonando para lideranças municipais informando que Luís Fernando está fora do jogo, e que ele – João Abreu – vai tentar se viabilizar para a suposta eleição indireta na Assembléia.
O cerco à pré-candidatura de Luís Fernando vem se fechando já há algum tempo.
Há cerca de 2 meses, a mídia ligada ao grupo Sarney anunciou, com grande estardalhaço, que a candidatura de Luis Fernando ao governo do Estado seria lançada em um gigantesco Ato Político em Coroatá. Contudo, apesar de programado para um sábado, os ministros Lobão e Gastão Vieira, o deputado Sarney Filho e outras importantes lideranças do grupo alegaram não poderem comparecer, por terem outros compromissos. Como não convinha uma fotografia só com os desgastados irmãos Murad, o evento foi cancelado e nunca foi remarcado.
Desse fracasso em diante, o que era ruim só piorou. Em janeiro de 2013, os estrategistas da oligarquia decidiram que Luís Fernando só seria candidato se atingisse 25% nas pesquisas no fim deste ano.
De lá para cá, o esforço de propaganda que vem sendo feito desde 2011 só aumentou. Luis Fernando virou o “governador de fato”, dispondo de uma fantástica máquina de promoção pessoal, de aviões e helicópteros, de convênios para comprar aliados, de “governos itinerantes”. Ainda assim, os tais 25% ficaram bem distantes. Mesmo nas pesquisas contratadas pelo grupo Sarney, Luís Fernando não chega nem a 18%, com pontuações muito baixas inclusive em cidades importantes como São Luís (onde está em terceiro lugar), Imperatriz, Pinheiro e Caxias.
João Abreu: é o plano B de Roseana: tudo menos Lobão
João Abreu: é o plano B de Roseana: tudo menos Lobão
O fato é que Luís Fernando não se viabilizou. É um candidato insosso, sem charme e carisma, com um discurso chato em que só sabe falar de sua atuação na cidade de São José de Ribamar. Seus eventos no interior do Estado são esvaziados, sem entusiasmo, mal enchem uma pequena tenda – normalmente com pessoas que exercem cargos no governo do Estado.
Além disso, Luís Fernando tem na testa a terrível marca de Jorge Murad, que inventou essa candidatura, na tentativa de colocar um amigo íntimo no lugar da esposa. Quem não lembra que Jorge Murad vivia organizando eventos supostamente culturais em Ribamar, quando Luís Fernando era o prefeito?
Chegamos, assim, à ultima semana do ano com um consenso formado no grupo Sarney: Luís Fernando está fora da disputa de 2014. Entretanto, a oligarquia será obrigada a manter o seu nome até março, enquanto não acham uma saída minimamente competitiva.
E desta forma, Luís Fernando ficará exposto ao rigor desse inverno de sabotagens e boicotes até março, a não ser que resolva desistir antes.

Quadrilhas de assaltantes e homicidas são desarticuladas na área da Cohab/Cohatrac na noite de quinta-feira

Mostrando que não está dando trégua à bandidagem, guarnições da PM fizeram várias operações na noite de quinta-feira, resultando na desarticulação de quadrilhas de assaltantes e homicidas.
Por volta de 20h30, nas proximidades da Jamaica Brasileira, na Forquilha, uma guarnição da PM, comandada pelo sargento Barros, prendeu uma quadrilha que estava fazendo vários assaltos na região da Cohab. Os quatro integrantes do bando estavam em um veículo Fiesta preto, de placa NWW-0815, tomado de assalto por volta das 10h da manhã de quinta-feira, quando o proprietário lavava o veículo na porta de sua residência, na Rua 26, na Cohab.
O grupo era formado por três menores e por um maior, identificado como Cícero Cardoso Rodrigues, de 22 anos. Todos residem na Vila Brasil. Com eles, a polícia encontrou 13 celulares, cordões, porta cédulas, dinheiro e dois revólveres calibre 38. A guarnição, comandada pelo sargento Barros, foi acionada por uma vítima nas proximidades da Padaria Pão Quente, na Cohab. Em poucos instantes, o veículo que estava com os assaltantes foi interceptado.
 

Outra vítima relatou que estava chegando em casa, no Jardim Eldorado, quando foi rendido pelos assaltantes e levado para dentro de casa, onde todos os outros familiares foram forçados a deitar no chão. “Em pouco tempo, eles conseguiram pegar TV de lead, celulares, outros objetos e cerca de R$ 1.600,00. Aqui na delegacia, vi que todos os objetos roubados de minha casa estão aqui, menos o dinheiro”, uma das vítimas, sem se identificar.
 
Outras vítimas da quadrilha foram ao Plantão do Cohatrac para reconhecer os assaltantes e recuperar seus objetos.
 
Prisão de membros de facção criminosa no Cohatrac
Joselino Ferreira disse à polícia que pertence a uma organização criminosa
 
Objetos e armas apreendidos com os membros
da organização criminosa
Uma equipe da cavalaria da PM conseguiu a prender quatro elementos que se dizem integrantes do PCM-Primeiro Comando do Maranhão. Três deles são menores. A prisão foi realizada nas proximidades do Colégio Bom Pastor.

Segundo o Tenente Veras, da cavalaria, os quatro elementos eram transportados em um taxi e estavam armados com quatro revólveres. Na delegacia um deles, Joselino Pereira Ferreira, teria dito que era integrante do PCM, exibindo uma tatuagem com o nome da facção criminosa. 
Na delegacia, quando estavam sendo autuados em flagrante, os presos teriam dito que iam matar um desafeto da organização criminosa.
 

 Fotos: Antônio Andrade e Américo do Paço
Fonte: Blog Gilberto Lima

No Maranhão, Roseana deseja erguer 11 presídios com BNDES e sem licitações

Após perder R$ 20 mi por não fazer presídios, Roseana quer fazer com empréstimo e sem licitação

 O blog nacional do Josias Sousa trouxe nesta quinta-feira (26) a informação de que a governadora Roseana Sarney (PMDB) deseja erguer 11 presídios novos a toque de caixa. Quer fazer isso com dinheiro do BNDES —coisa de R$ 53 milhões— e sem licitação. Esta seria a resposta aos graves problemas dentro dos presídios no Maranhão, que já geraram mortes de mais de 50 presos somente em 2013.
“É como se o governo local, desejasse desnudar a incompetência, cometendo-a”, afirma o articulista do UOL. Mas nunca é demais lembrar que em 2011, o governo desperdiçou R$ 20 milhões cedidos pela União para dois presídios (513 vagas), pois nada fez até junho de 2013 e os recursos retornaram ao governo federal. Mortes teriam sido evitadas, as licitações feitas e o cofre estadual poupado.
Há dois meses, em 24 de outubro, Roseana recebeu representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Roseana mencionou no encontro a intenção de eriguer os 11 presídios novos —dez no interior do Estado, um na capital.
O problema é que a governadora prometeu entregar 10 presídios em seis meses e ainda não foi colocado um tijolo sequer.
 Com a autoridade desafiada pelas facções criminosas que dominam o maior presídio do Maranhão, o complexo de Pedrinhas, a governadora Roseana Sarney deseja erguer 11 presídios novos a toque de caixa. Quer fazer isso com dinheiro do BNDES —coisa de R$ 53 milhões— e sem licitações.

Deve-se a atmosfera emergencial à imprevidência do próprio Estado. No Maranhão, emergência tornou-se outro nome para a imprudência. É como se o governo local, desejasse desnudar a incompetência, cometendo-a. A administração de Roseana recebera do Ministério da Justiça R$ 22 milhões para construir três cadeias entre 2011 e 2012.

A aplicação do dinheiro estava condicionada à apresentação de bons projetos. Por razões que a sensatez desconhece, o governo maranhense descumpriu as pré-condições. A verba voltou às arcas do Tesouro. E o caos do sistema penitenciário aprofundou-se na proporção direta do crescimento do monturo de cadáveres.

Nos últimos doze meses, foram executados dentro dos cárceres do Maranhão 59 detentos. Numa chacina de outubro passado, produziram-se no complexo de Pedrinhas dez cadáveres e mais de duas dezenas de feridos. Com o cadeião de Pedrinhas sob convulsão, Roseana decretou “situação de emergência” —que lhe permitiria agora dispensar as licitações.

Na semana passada, arrancado de sua inércia por um novo surto de violência no presídio de Pedrinhas (cinco mortos, três decapitados), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu explicações a Roseana por escrito. O prazo para a resposta venceu na terça-feira.

Como não havia expediente na Procuradoria, a data limite foi esticada para esta quinta-feira pós-natalina. Porém, Roseana já mandou dizer que precisa de pelo menos 15 dias para se manifestar. O procurador-geral cogita requerer no STF a intervenção federal no Maranhão.

Há dois meses, em 24 de outubro, Roseana recebeu em sua sala representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Seus interlocutores tinham acabado de visitar o inferno de Pedrinhas. Desfiaram na frente dela o rosário de violações de direitos humanos que haviam testemunhado.

Nesse encontro, Roseana disse que não compactua com as atrocidades. E mencionou a intenção de erigir os 11 presídios novos —dez no interior do Estado, um na capital São Luís. Entre os presentes estava o juiz Douglas de Melo Martins. Vinculado ao Tribunal de Justiça do Maranhão, Douglas está cedido ao Conselho Nacional de Jutiça. Ele assessora a presidência do órgão, hoje ocupada por Joaquim Barbosa, que também preside o STF.

Profundo conhecedor das mazelas carcerárias do Maranhão, o doutor Douglas sustenta que o Complexo Penitenciário de Pedrinhas fugiu ao controle sobretudo porque recebe presos de todo Estado. Nessa versão, o crime organizado do interior do Maranhão passou a disputar território dentro da cadeia com as facções criminosas da capital. Daí a elevada quantidade de defuntos.

Contra esse pano de fundo, Roseana acertou ao localizar em cidades do interior maranhense dez dos 11 presídios que pretende erguer. Ela prometera entregar as cadeias prontas em seis meses. Já lá se vão dois. E não há vestígio de parede levantada. O que o procurador-geral terá de avaliar é se Roseana será capaz de fazer por pressão o que não fez por obrigação.

NOTA DE ESCLARECIMENTO - GOVERNO DO MARANHÃO

O Governo do Maranhão esclarece que o Programa Viva Maranhão tem recursos no valor de R$ 131 milhões para investimento na construção e reaparelhamento do Sistema Penitenciário nas 32 unidades prisionais do estado. Com esse valor, as unidades receberão armamentos, portais detectores de metal,  esteiras de Raio-X, estações de rádio, coletes, algemas e veículos.
O sistema prisional terá o reforço de 7 (sete) novos presídios nos municípios de Pinheiro, Brejo, Santa Inês, Timon, São Luís, Riachão e Coroatá.
Outros dois presídios, com recursos do DEPEN-MJ, nos municípios de Imperatriz e São Luís Gonzaga, estão com aproximadamente 80% dos serviços concluídos.
Em Balsas, Pedreiras, Açailândia, Coroatá e Codó, as unidades prisionais tiveram recursos do Tesouro Estadual destinados para a reforma e ampliação. Nessas unidades, os processos estão em fase de expedição de documentação fundiária e de licença ambiental para a realização de processo licitatório. O Centro de Detenção de Pedrinhas (Cadet) tem 80% da obra já concluída.

‘Dispensa de Licitação’
Sobre ‘Dispensa de Licitação’, o Governo esclarece que a construção dos presídios é parte de um projeto de reaparelhamento do sistema carcerário do Maranhão, feito dentro da legalidade, com o planejamento e o cuidado que a questão requer.
A decretação do caráter emergencial, pelo prazo de 180 dias, tem o objetivo de dar agilidade a essa ação de reaparelhamento e modernização do sistema prisional maranhense.
O convênio celebrado com o governo federal, para a construção dos presídios nas cidades de Pinheiro e Santa Inês, no valor de R$ 4.649.111,37 (quatro milhões seiscentos e quarenta e nove mil cento e onze reais e trinta e sete centavos) é de 2004 (governo José Reinaldo), e repactuado em 2007 (governo Jackson Lago).  Como o Ministério da Justiça não aceitou o valor orçado e o sistema de construção para os referidos presídios, o governo devolveu o valor de R$ 6.344.821,63 (seis milhões trezentos e quarenta e quatro mil oitocentos e vinte e um reais e sessenta e três centavos) em julho de 2012.

Medidas
A governadora Roseana Sarney determinou a criação de uma Comissão de Investigação que está apurando todas as denúncias feitas pelo Conselho Nacional de Justiça. Inquéritos policiais foram instaurados e estão sob sigilo, para apurar os fatos ocorridos em Pedrinhas nos últimos meses.
O Governo reitera que sempre agiu em conjunto com todos os setores que promovem a garantia da Justiça, segurança e dos direitos humanos, e que  o agravamento da situação no Sistema Penitenciário ocorreu depois que foram tomadas medidas saneadoras, como a reestruturação das unidades prisionais, a mudança de comando nas Polícias Civil e Militar e na Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (Sejap).
Por fim, o Governo reafirma o propósito de adotar todas as medidas necessárias para devolver à normalidade o sistema prisional do estado, assegurando os direitos e a integridade de seus usuários.
Prova disso são os investimentos anteriormente realizados, a despeito de tantas outras prioridades que exigem a atenção governamental.

Aliança de apoio a Luís Fernando terá 15 partidos

Da coluna Estado Maior
Os articuladores do grupo liderado pela governadora Roseana Sarney já começam a trabalhar no sentido de consolidar a base da aliança partidária que deve sustentar a pré-candidatura de Luis Fernando Silva ao Governo do Estado. A base é formada por PMDB, PT, PSD, PV, DEM, PTB, PSC, PTdoB, PSL, PRTB, PMN e PR, podendo contar ainda com PHS e PEN, entre outros.
O PMDB é o carro-chefe da coligação, tendo DEM, PSD, PTB, PV e PSC como aliados incondicionais. O PT é presença garantida na coligação, mas no momento passa por ajustes internos depois da saída de Washington Oliveira, que foi para o Tribunal de Contas do Estado, e dos deputados Domingos Dutra e Bira do Pindaré, que deixaram o partido – o primeiro entrou no Solidariedade e o segundo no PSB – e do processo que elegeu a nova direção partidária.
PSL, PRTB, PTdoB, PMN e PR são aliados de primeira hora e já têm posição definida na aliança que embalará a corrida do pemedebista Luis Fernando Silva ao Governo do Estado. Todos esses partidos, por meio de suas lideranças no estado, já conversaram com os articuladores da aliança e se manifestaram decididos a dela participar.
O aspecto mais discutido da aliança são as coligações proporcionais. Há partidos que querem participar do chapão para deputado federal e deputado estadual, mas há outros que preferem coligações menos numerosas, e uns poucos cujo projeto é não se coligar, preferindo lançar suas próprias chapas para a Câmara federal e Assembleia Legislativa.
A rigor, nenhum problema grave. A aliança pode reunir até 15 partidos. Vale aguardar.

Hóspede mata duas pessoas em pousada no bairro da Alemanha

Um duplo homicídio marcou o dia de Natal no bairro da Alemanha. Um hóspede matou duas pessoas na pousada O Zebrão, sendo uma a proprietária do estabelecimento. A polícia suspeita de latrocínio. Os corpos foram encontradas pela cozinheira quando chegou para trabalhar na manhã desta quarta-feira (25).


As vítimas foram Maria das Graças Santos Ferreira, de 60 anos, e Raimundo dos Reis Monteiro, de 54 anos. Dona Maria era a proprietária do estabelecimento e Raimundo morava com ela na casa. Pelas primeiras informações, ele seria sobrinho da sexagenária.

Não havia nenhum registro sobre a identidade do hóspede, que estava na pousada há 15 dias e em atraso com o pagamento há uma semana. Segundo a polícia, o suspeito estava de boné azul, bermuda preta jeans. Ele seria moreno, magro e com cerca de 1,60 de altura.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Zezé di Camargo e Luciano levam mais de 80 mil pessoas ao aniversário do município de Maranhãozinho

O sábado de shows em plena BR-316, em celebração aos 42 anos de fundação de Maranhãozinho, levou ao palco principal a dupla Zezé di Camargo e Luciano. Um público de mais de 80 mil pessoas, segundo dados da Polícia Militar, prestigiou a festa e teve a oportunidade de ouvir boa musica em um ambiente seguro e com uma megaestrutura de som e luz, garantindo a todos muita alegria e diversão.
O evento, foi uma realização da Prefeitura Municipal de Maranhãozinho e contou com parcerias de empresas privadas no sentido de divulgarem suas marcas tendo em vista a magnitude do evento, ressaltando que esses patrocínios foram importantes para a realização da festa, onde contou também com o apoio institucional do Governo do Estado.
O prefeito de Maranhãozinho José Auricélio, que estava prestigiando o evento com a família, assistiu aos shows e elogiou a festa. “Estou muito feliz porque neste dia nós estamos comemorando mais um aniversário de fundação de Maranhãozinho com grandes atrações e em especial com a dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano que realizou um grande show que abrilhantou a nossa festa” disse o prefeito. Auricélio também destacou que foi uma comemoração feita também com obras. Entregamos o Estádio Procopão, a Praça de Ciclovia e a Creche Tipo B. É festa, mas também com serviços prestados ao nosso povo, observou o prefeito.
Prestigiaram ainda o evento várias autoridades entre elas; o líder político e ex-prefeito Josimar Cunha acompanhado da esposa e prefeita Detinha de Centro do Guilherme, o Deputado Federal Davi Alves Silva, o Deputado Federal Pinto da Itamaraty, o Deputado Estadual Raimundo Loiro, o Deputado Estadual Hélio Soares, os prefeitos Valmir Amorim de Araguanã, Delmar Sobrinho de Nova Olinda do Maranhão, Marcel Curió de Governador Nunes Freire, Aldir Cunha de Junco do Maranhão, Dilcilene Oliveira de Boa Vista do Gurupi, Osmar Fonseca de Lago do Junco, Clodomir Oliveira de Raposa, prefeita Dra. Élia de Presidente Médici, entre vereadores e lideranças políticas da região e de várias partes do estado.

Já para o líder político Josimar Cunha, destacou que Maranhãozinho todos os anos tem se esforçado bastante para trazer bandas de renomes nacionais e que agrade a um público diverso.
Só recordando que no ano anterior, o show em comemoração ao aniversário do município foi com o cantor Amado Batista que comandou a festa.
Josimar Cunha, disse que é sempre bom agradar um público que apostou no nosso trabalho, hoje o que vocês estão vendo nesta cidade belíssima são frutos de um bom trabalho, uma cidade planejada, construída pela coragem, ressaltou.
O evento ainda contou com outras atrações, no qual a abertura da festa ficou por conta da dupla Tom e Daço, depois a Banda Garota Cobiçada, Chicão dos Teclados que se apresentou antes da atração principal entrar. Após duas horas de show da dupla sertaneja, a banda Casadões do Forró fechou o evento cantando até as 7 horas da manhã.
Estrutura
Para o Show dos 42 anos de fundação, o município de Maranhãozinho recebeu uma megaestrutura de luz e som. Telões de LED de alta definição também foram instalados em locais estratégicos para que todo o público pudesse acompanhar cada detalhe dos shows. A área do show teve ampla logística de serviços.
Para garantir comodidade e segurança a artistas e público, uma grande estrutura foi instalada no entorno da arena de show, policiais militares a pé e a motos garantiram a segurança do público, que também contaram com o apoio de vários seguranças particulares e guardas municipais.

Delegacia de Homicídios avança nas investigações do crime que vitimou PM e esposa no Cruzeiro do Anil

A Delegacia de Homicídios já avançou nas investigações para apurar o duplo homicídio que vitimou o policial militar reformado Carlos Magno Sousa Pereira, 49 anos, e a esposa dele, Rosângela Coqueiro Coutinho Pereira, 48 anos, fato ocorrido no último domingo (22), por volta das 20h, na Rua São José, Bairro Cruzeiro do Anil.
Segundo o delegado Jefrey Furtado, titular da Delegacia de Homicídios, o crime já está praticamente elucidado. “O duplo homicídio teria sido cometido por um homem identificado como Waldir Pereira Júnior, o Júnior, que, conforme já investigado, há cerca de dois anos, teria roubado um celular do filho do militar. Na época, Magno foi até a residência de Waldir, onde teria efetuado vários disparos contra o imóvel”, destacou.
O titular da Delegacia de Homicídios disse ainda que a Polícia Judiciária já ouviu o depoimento de duas testemunhas que presenciaram quando Waldir chegou a pé no comércio, e após cometer o crime, fugiu com a arma ainda em punho. Várias diligências estão sendo feitas no sentido de localizar o paradeiro do elemento, que residia nas proximidades do local do crime.
O caso teria sido originado a partir de uma tentativa de homicídio ocorrida este ano contra outro militar, e inclusive por conta desse fato, Magno ficou preso uns 2 meses na Unidade Prisional do Comando Geral da PM, de onde teria sido liberado há poucos dias.
De acordo com informações do relatório produzido pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), as vítimas estavam na Mercearia do Vieira, quando foram alvejadas por um homem que teria se aproximado e efetuado os disparos. Equipes das polícias Civil e Militar continuam em diligências a fim de identificar o suspeito.
O PM foi atingido com um tiro nos rosto e a esposa com dois disparos, sendo que um atingiu o pescoço e outro na região do tórax. As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levadas para o Hospital Clementino Moura (Socorrão I).
O policial veio a óbito a caminho do hospital e a esposa dele, ao entrar na unidade de saúde. Eles residiam na Rua Clemente Muniz, Cohab Anil I. Carlos Magno Sousa Pereira era reformado pelo 8º BPM.
Denúncias anônimas repassadas ao Ciops informaram que o autor dos disparos empreendeu fuga em um veículo Corsa Classic de cor preta, com placas NHR 8099.
O carro usado pelo homicida foi localizado ainda na noite de domingo (22) e encaminhado ao Plantão do Cohatrac.

Confronto no Morro Zé Bombom entre grupos rivais deixa um inocente morto e outro ferido

Policiais militares do 1° BPM em conjunto com Serviço de Inteligência efetuaram a prisão de quatro pessoas suspeitas de envolvimento no homicídio que vitimou o adolescente Luís David Padilha de Oliveira, 12 anos e na tentativa de homicídio de um segundo adolescente, de 14 anos, atingido pelos disparos durante a troca de tiros entre grupos rivais na Rua Alto do São Sebastião no morro do Zé Bombom, no bairro do Coroadinho, fato ocorrido na noite do último sábado (21). Na ocasião um adolescente também foi apreendido.
Foram detidos: Diego Rodrigues Viegas, 20 anos, Naldivan Romualdo Borges, Joseilson de Jesus de Sousa Câmara, ambos de 21 anos, José Maria Santos Silva, o “Pocinha”, 19 anos, e ainda apreendido um adolescente.
De acordo com informações policiais, o adolescente foi atingido quando passeava de bicicleta, próximo ao local em que ocorria o confronto.  Os disparos atingiram a cabeça e o pescoço da vítima. O garoto foi socorrido e encaminhado ao hospital Djalma Marques, Socorrão I, mas já chegou sem vida. Outro adolescente, de 14 anos, foi atingido por dois disparos de arma de fogo na coxa direita. O adolescente foi atendido na unidade de saúde e já esta fora de perigo.
Com a informação do tiroteio, o comandante do 1º BPM, major Carlos Sodré deslocou imediatamente várias equipes para o Coroadinho e durante a abordagem a um veículo modelo Fiesta, de cor preta, placas LWL 4098, os cinco ocupantes foram revistados e identificados por participação no tiroteiro. No interior do veículo foram apreendidas três armas, sendo um revólver Taurus calibre 38, uma pistola PT 380mm com a numeração raspada, uma escopeta calibre 12 com duas munições intactas e duas deflagradas calibre 38mm e ainda munições  de diversos calibres.
Foi localizado outro veículo, usado por um dos grupos envolvidos, um Ford Ka, de cor preta e  placas NXM 3773. Segundo apurou a PM, os dois veículos são produtos de roubo.
Os suspeitos foram conduzidos para o plantão da Vila Embratel. No distrito policial, eles foram ouvidos pelo delegado plantonista Luís Henrique Tinoco e autuados em flagrantes por formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. As investigações vão continuar a fim de identificar se há outras pessoas envolvidas na morte do adolescente e na tentativa de homicídio.

Policiamento da capital recebe reforço de mais de 700 novos militares



Mais de setecentos novos policiais militares já estão nas ruas da capital maranhense desde sábado (21), para reforçar o policiamento.
O estágio operacional faz parte da grade de ensino do Curso de Formação de Soldados (CFSd), que está sendo realizado no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP). O curso tem data prevista para terminar no final de fevereiro de 2014. O efetivo será distribuído entre os batalhões da região metropolitana.
Esses novos policiais estão no curso de formação desde setembro deste ano, no CFAP, onde tiveram aulas de defesa pessoal, armamento e tiro, direitos humanos, abordagem policial, dentre outras disciplinas básicas necessárias para a rotina policial operacional.
Os novos policiais foram apresentados e entregues ao comando dos batalhões operacionais da capital, no início da manhã deste sábado, 21, no pátio do Quartel do Comando Geral da PM, para serem empregados no policiamento.
Coronel Zanoni orientou os novos PMs e ressaltou a importância de um policiamento com qualidade. “Temos que prestar um serviço de qualidade. A conduta do policial é fundamental para que possamos executar um serviço com técnica e eficiência”, disse o comandante.
Já o chefe da Diretoria de Ensino da PM, coronel Flávio de Jesus, falou da expectativa que a sociedade maranhense tem em relação à segurança pública. “Hoje, vocês (os novos PMs) estão dando o primeiro passo para a carreira policial. Façam o melhor possível, porque a sociedade espera, há muito tempo, ansiosamente a chegada de vocês”, enfatizou o oficial.
Após a formatura, os policiais embarcaram em ônibus e micro-ônibus e foram distribuídos nas áreas fixadas no planejamento do Comando de Policiamento Metropolitano, iniciando as operações de segurança para as festas de fim de ano.

Seis homicídios registrados em São Luís nesse domingo

SÃO LUÍS – Fim de semana violento na capital maranhense. Foram registrados dez mortes em São Luís, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Somente nesse domingo (22), foram seis homicídios na capital maranhense. Foram quatro vítimas de arma de fogo e duas de arma branca.
Foram vítimas de arma de fogo: George de Oliveira Rocha, de 27 anos, na Cidade Operária; Jeová da Rocha Silva, de 18 anos, na Vila Palmeira; Carlos Magno Sousa Pereira, de 49 anos e Rosângela Coqueiro Coutinho Pereira, de 48 anos, ambos no Cruzeiro do Anil. As vítimas de arma branca foram: Givanildo Sales Santos, de 30 anos, na Cidade Olímpica; e Marcos Antonio da Silva, de 41 anos, no Tibiri.
 Polícia identifica suspeitos de assassinarem a tiros policial militar e esposa 

'Seu Guarda' e 'Júnior Pé de Pato', foragidos
‘Seu Guarda’ e ‘Júnior Pé de Pato’, foragidos
A polícia já identificou quatro suspeitos de serem os autores dos disparos que levaram a morte do sargento da policia militar, Carlos Magno Pereira, e da esposa, Rosângela Coqueiro Pereira, 49 anos de idade.
Dois foram identificados apenas como Josué Gusmão Sousa Jr. o “Junior Pé Pato” e Andrey dos Passos Melo o “Seu Guarda”. Os outros dois não tiveram nomes divulgados pela polícia.
O crime aconteceu no bairro Cruzeiro do Anil, na noite deste domingo (22), e a dupla de assassinos são moradores da Isabel Cafeteira.
As ameaças feitas por facções criminosas à policiais estão sendo concretizadas. Segundo informações, há uma lista de policias que devem ser executados.
O duplo homicídio está sendo investigado pela polícia civil e militares seguem à procura dos fugitivos.

domingo, 22 de dezembro de 2013

Manifestantes cercam casa de prefeito exigindo asfaltamento de rua

Já pensou se a moda pega?!
Moradores dos povoados Alto Verde e Três Furos cercaram hoje (21) a residência do prefeito Edson Chagas (PMDB), de Presidente Sarney, exigindo a conclusão da obra de asfaltamento de uma estrada que liga a sede do município às duas localidades.
A obra foi iniciada, mas abandonada quando faltavam aproximadamente 200 metros para a chagada em em Alto Verde e 3 quilômetros para Três Furos.
A decisão de cercar a casa onde mora o peemdebista se deu porque há uma semana eles fazem manifestações nos povoados, sem ser atendidos.
Após a pressão, o prefeito aceitou conversar com os moradores. Líderes dos dois povoados participaram do encontro, depois do qual ficou definido que a obra será concluída até o fim deste ano.
(Com informações do Blog do Vandoval Rodrigues)

Operação vai "limpar" Anel Viário,Cidade Operária, e Residencial Pinheiro, diz promotor

O promotor Cláudio Guimarães, garante punição para todos os estabelecimentos irregulares e adianta operação em outros bairrosA operação Cidade Segura, motivada pelo Ministério Público (MP) com o apoio de vários órgãos, teve como saldo nesta primeira etapa a fiscalização a 22 estabelecimentos e demolição de outros 12. Iniciada em setembro e executada a partir de outubro, a operação tem como objetivo punir a ocupação irregular do espaço público. As equipes encontraram uma série de situações em desacordo com o Código de Postura do Município (Lei 1.790/68) e o Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico do Estado (Lei 6.546/95). Entre estas, construções ilegais, sem licenças de funcionamento, poluição sonora e ambiental.
 
O trabalho é comandado pelo promotor Controle Externo da Atividade Policial MP, Cláudio Guimarães e causou descontentamento aos proprietários que tiveram seus estabelecimentos na mira das demolições. O promotor garante que as próximas operações ocorreram no Residencial Pinheiros e Cidade Operária motivada por denúncias. “Todos os espaços irregulares receberam notificação. Não há desculpas”, afirma.

O promotor já foi alvo de críticas e acusações de abuso de autoridade por ocasião da Operação Manzuá. Executada em 2008, a ação teve prisões, interditou estabelecimentos e apreendeu equipamentos por poluição sonora. Na operação Cidade Segura, o apoio da sociedade tem sido fundamental. “As pessoas estão indignadas por não terem mais onde andar. Os espaços públicos estão tomados por comércios e ambulantes”, aponta. Em entrevista a O Imparcial, o promotor rebate as críticas, esclarece os critérios da operação, avalia os resultados e chama a sociedade a prosseguir com as denúncias.

Os estabelecimentos foram comunicados oficialmente da ação?

Cláudio Guimarães – Todos os proprietários cujos estabelecimentos apresentavam irregularidades foram notificados. Inclusive, o advogado de um deles me procurou para se orientar sobre a notificação que recebeu, então, houve comunicado oficial. Eu mesmo já notifiquei o Tiozinho [bar no Barramar] várias vezes. E antes da operação eles reuniram com o poder municipal para discutir as ilegalidades. Estes locais vêm sendo reiteradamente avisados há mais de um ano, quanto à atuação irregular. Todos receberam notificação. Não há desculpas. 
 
Os proprietários reclamaram investimentos feitos e alegam que não houve impedimento formal para as construções. Qual sua posição a respeito?

CG - Não haverá qualquer ressarcimento. No caso dos estabelecimentos que funcionam em frente ao Barramar, a Prefeitura nos apresentou o projeto dos novos modelos de quiosques. Nós sugerimos a suspensão do comércio de bebida alcoolica, pois esse é o grande problema: a venda indiscriminada de alcool em área residencial. Outra situação que pode ser regularizada é o comércio ambulante não fixo - aquele desarmado após a atividade. É louvável o que a atual gestão municipal está querendo fazer, que é regularizar os que podem atuar. Os demais estão errados e não têm o que reivindicar.
 
Que irregularidades a operação flagrou?

CG - Inúmeras situações que vão contra o Código de Postura do Município e o Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico do Estado. Ocupação irregular do espaço público, poluição do ambiente, prejuízo ao tráfego de pessoas e veículos, poluição sonora, falta de registro na Prefeitura (alvará e licenciamentos), falta de autorização para reformas, falta de segurança, comércio incompatível com a autorização recebida, excessos de construções, anexos irregulares, obstrução da passagem, funcionamento ininterrupto e perturbação do sossego. O Tiozinho foi um destes que estava todo irregular. Nem há como multar porque são espaços sem alvará e registro na Prefeitura.

Noite violenta na capital com três morte antes da meia noite

Oficialmente a polícia tomou conhecimento até agora, às 1h20, da madrugada deste domingo, da morte por execução a tiros de três pessoas. Além deles, um por acidente no transito, só agora no período da noite, no Jardim Tropical
O primeiro caso de morte aconteceu no Bairro de Fátima onde José Lázaro dos Santos, 52 anos,  foi executado com mais de 6 tiros. A polícia acredita que seja por causa da disputa do tráfico.
Já no Coroadinho, uma outro elemento foi também executado com vários tiros e sua identidade ainda não foi revelada. No São Bernardo, James Gonçalves foi alvejado e morto no local.
PM frustra assaltos
Ainda no período da noite, policiais militares do 1º Batalhão prenderam  cinco elementos portando armas de fogo  no bairro do Coroadinho em São Luís.
Eles estavam em um Fiesta preto com  três armas de fogo e são suspeitos de um assassinato ocorrido naquela região agora à noite. Policiais acreditam que eles iriam meter o bicho e assaltar nesta madrugada na cidade..

Júnior Bolinha é preso quando fazia sequestro no Araçagy


 Uma ação coordenada pela Delegacia Geral de Polícia Civil, com a participação das superintendências de Polícia Civil da Capital (SPCC) e Estadual de Investigações Criminais (Seic) resultou na prisão, na noite de sábado (21), do empresário Raimundo Sales Chaves Júnior, o Júnior Bolinha, acusado de intermediar a negociação do assassinato do jornalista Décio Sá.
Durante as investigações que culminaram com recaptura do criminoso, também foram detidos o investigador da Polícia Civil, José Ribamar da Conceição Martins e o vigilante Ednaldo Cruz da Silva, que prestava serviços na delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV). O auto de prisão em flagrante apontou que existia um esquema, no qual o policial e o vigilante receberam propina do empresário, para que ele fosse liberado para circular por São Luís.
          Na manhã do domingo (22), a delegada geral, Maria Cristina Resende, acompanhados dos delegados Augusto Barros, da Seic; e Katherine Chaves, da SPCC, explicaram, em entrevista coletiva, como se deram as investigações e o levantamento de provas e informações sobre a movimentação para a saída do criminoso.
Junior Bolinha foi detido depois de uma perseguição policial na altura do retorno do Olho d’Água. Um empresário, que segundo informou a delegada Geral, Cristina Resende, estaria sofrendo ameaças e comunicou a polícia sobre as intenções do empresário.
         “Todas as denúncias que chegavam à Polícia Civil eram checadas. Passamos a monitorá-lo, a partir da informação que ele estaria na rua, e todas às vezes montávamos uma ação a fim de fazer o flagrante e ainda não havíamos conseguido comprovar. Ao saber da possível saída dele (Junior Bolinha), começamos a monitorar a conduta do detento. Com as informações, monitoramos, também, as pessoas que os rodeavam e, ao comprovarmos a saída e com a confirmação de que ele se encontraria com o empresário, deslocamos as equipes e conseguimos, após a perseguição, recaptura-lo”, explicou a delegada Cristina Resende.

Ameaças
Júnior Bolinha, segundo o auto de prisão em flagrante, teria feito diversas ameaças ao empresário, identificado apenas como Jonison. Em depoimento, ele contou à Polícia Judiciária que as ameaças eram por conta de uma dívida, no valor de R$ 180 mil, referente ao aluguel de máquinas pesadas que ele teria feito com Junior Bolinha.  O empresário disse aos delegados que teria acertado um encontro com Junior Bolinha e, ao chegar ao local combinado, foi obrigado a entrar no carro que estava sendo conduzido por Junior Bolinha, um Corolla cor Champagne e sem placas.
“Ao perceber a aproximação do pessoal da Seic, Júnior Bolinha arrancou o carro em alta velocidade. Diante da atitude, os policiais deram início à perseguição. O veículo andou por várias avenidas de São Luís e, nas proximidades do retorno do Olho d’Água, uma pessoa saltou do carro e se constatou que se tratava do empresário”, contou o superintendente Estadual de Investigações Criminais.
O delegado Augusto Barros falou, ainda que, antes de ser preso, Junior Bolinha esteve em sua residência no bairro do Araçagi e, no local, participou de uma festa, chegando a ingerir bebidas alcoólicas.

Prisão
Outras viaturas continuaram a perseguição e o cerco. Nas proximidades do Araçagi uma segunda pessoa desceu do carro e, ao realizarem a abordagem, as equipes policiais confirmaram que era Junior Bolinha.
Com a confirmação de que o preso não estava na delegacia, a superintendente de Polícia Civil da Capital, Katherine Chaves, se deslocou até a DRFV e comprovou que o investigador Martins, que estaria de plantão no sábado (21), não se encontrava na delegacia. “O vigilante que lá estava confessou ter recebido R$ 150,00 para permitir a saída de Junior Bolinha. A Polícia Civil acredita que, ao se ausentar do distrito, o investigador se dirigiu à cela do preso e, após o termino da conversa, disse ao vigilante que fosse a cela de Júnior Bolinha, isso comprova que já existia um acerto antes”, disse.
Em relação à prisão do investigador, a delegada Geral, Cristina Resende, foi enfática ao dizer que a Polícia Civil não compactua com este tipo de conduta. “Estamos prendendo o policial, porque praticou um crime, e essa será a resposta para qualquer profissional da nossa Instituição que se envolva com práticas delituosas”, afirmou.
Junior Bolinha foi autuado em flagrante nos artigos 33, por corrupção ativa; 147 pelo crime de ameaça e no artigo 148, por sequestro e cárcere privado. Já o vigilante foi autuado nos artigos 317(corrupção passiva) e artigo 351, por facilitação de fuga e o policial no artigo 317, também por corrupção passiva.
Júnior Bolinha foi transferido, na tarde deste domingo (22), para uma Unidade Prisional do Sistema Penitenciário e a partir de agora ficará sob a custódia da Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap). Já o investigador permanece detido na delegacia Especial da Cidade Operária (Decop). O vigilante foi encaminhado para o Centro de Triagem de Pedrinhas. As investigações devem prosseguir. A Polícia Judiciária está averiguando o paradeiro do veículo Corolla que deu fuga para Júnior Bolinha e se há o envolvimento de outras pessoas no fato.











Ministério da Justiça determina permanência da Força Nacional no MA

A pedido do Governo do Estado, o Ministério da Justiça prorrogou por mais 30 dias a permanência de militares da Força Nacional no Maranhão. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (20).
Este prazo poderá ser prorrogado mais uma vez, se houver necessidade, e a operação terá o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de segurança pública do Estado.
Os militares, que vieram de outros estados, estão reforçando a segurança no sistema carcerário de São Luís, em consequência aos últimos registros de homicídios nesses locais. Somente esta semana seis detentos foram mortos brutalmente.
Há meses o governo decretou estado de emergência devido ao grande índice de violência nos presídios da capital. Quase 60 presos já foram assassinados dentro de suas celas somente este ano.
O número chamou atenção do Conselho Nacional de Justiça e até de organizações internacionais. O Maranhão aparece como estado onde há maior violência em presídios do país.

Saiba quanto cada município do MA recebeu dos bilhões repassados pelo Governo Federal

O Governo Federal repassou para o Estado do Maranhão R$ 11 760 322 168,20, sendo para o Governo do Estado R$ 4 268 305 359,67 e para os municípios R$ 7 492 016 808,53, de transferências constitucionais além de convênios, até agora neste ano de 2013.
Veja o valor recebido por cada município e constate se esses recursos foram aplicados devidamente.














Polícia Militar prende homem com veículo roubado no Bom Milagre

Uma ação do Serviço de Inteligência do Comando de Policiamento Metropolitano (COM), com apoio de equipes do 9º BPM, culminou com a prisão de Robledo Moreira Lima Mesquita, de 40 anos, que estava em posse de um veículo roubado. A prisão se deu na última quinta-feira (19), no bairro Bom Milagre, em São Luís.
De acordo com a polícia, as denúncias indicavam que o veículo Siena vermelho sem placas se encontrava em frente a uma residência, na Travessa Castro Alves, no Bom Milagre. Diante das informações, a guarnição realizou incursões na área e abordou Robledo, que estava em atitude suspeita. Segundo a polícia, ele ainda resistiu à abordagem, mas acabou sendo detido.
Os policiais identificaram que o veículo se trata do mesmo que foi roubado na última sexta-feira (13), no bairro do São Francisco. Logo depois, Robledo foi conduzido à Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFv), onde foi apresentado ao delegado Paulo Hertel.
Segundo o delegado, o acusado foi autuado no artigo 180, por receptação. Após os procedimentos ele seria levado ao Centro de Triagem em Pedrinhas.

SSP terá policiamento reforçado no período natalino

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) está montando várias ações voltadas para reforçar a presença das forças policiais durante o período natalino. A determinação do secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, é para que as ações sejam deflagradas pelas Polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros e, que seja redobrada a atenção nestes dias, nos trabalhos de patrulhamento em toda Região Metropolitana.
Entre as medidas adotadas pelo Sistema de Segurança estão o aumento no efetivo policial que será distribuídos nas ruas e reforço nos plantões da Polícia Civil. Só a PM empregará mais de 650 homens em vários pontos de São Luís, abrangendo também os municípios da Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar. 

Abordagens
Durante o planejamento apresentando no salão Azul do Comando Geral da Polícia Militar, na manhã desta sexta-feira (20), o tenente-coronel Marco Antônio Alves, comandante do Policiamento Metropolitano, informou que, a partir deste sábado (21), será iniciada a ação policial na Região Metropolitana.
“Estaremos deflagrando várias operações simultaneamente com incursões em bairros, abordagens a pessoas, veículos, motocicletas, ônibus, barreiras de fiscalização da Lei Seca, entre outras. Alguns cidadãos irão sair de um corredor de abordagem e entrar em outro, por isso, todos precisam ter paciência e compreender que este é um tempo de atuação necessária da PM”, explicou o oficial.
O patrulhamento, também, contará com o emprego de 400 alunos do Curso de Formação de Soldados (CfSd), oriundos do Concurso Público promovido pelo Governo do Maranhão. O trabalho é parte do início de estágio operacional que compõem as disciplinas do Curso. As 7h30, deste sábado (21), os soldados serão apresentados ao comandante geral da Polícia Militar, coronel Zanoni Porto, e distribuídos em todas as unidades.
Além dos policias do 1º, 6º, 8º, 9º e 13º Batalhões da PM, o esquema de segurança contará com o emprego de equipes do Batalhão de Polícia Especial (BPE), com militares do Batalhão de Choque, Canil, o de Polícia Montada, bem como as Companhias Estadual de Policiamento Rodoviário Independente (CPRV Ind) e de Turismo (CPTur Ind).
Além das igrejas, incursões nos bairros com abordagens a pessoas, barreiras de contenção, estabelecimentos comerciais e casas noturnas também estão entre os pontos do planejamento estratégico de trabalho. Outra medida adotada pelo Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) foi reforçar o policiamento nos principais hospitais de emergência de São Luís.
“Essa atuação da polícia é para garantir a ordem e a segurança dos cidadãos nas confraternizações do período natalino. Vamos focar nossas atividades operacionais, também, no combate aos homicídios e visando impedir que armas e drogas circulem na cidade. Além disso, todos os bairros continuarão com atenção especial, principalmente nas localidades já mapeadas com grande incidência de violência”, completou o tenente-coronel Alves.

Operações
Durante a coletiva no Comando Geral o comandante do CPM frisou, ainda, que a Polícia Militar vai continuar desenvolvendo a Operação Impacto nos bairros de forma a trabalhar a prevenção e a repressão. “Todo planejamento foi arquitetado pensando nos bairros com maior índice de criminalidade. O intuito dos militares, também, é combater os assaltos a coletivos e continuar com os trabalhos de revistas que já vêm sendo realizados por toda cidade” disse o Antônio Alves.

Igrejas
Nas tradicionais missa de Galo, realizadas na véspera de Natal, na terça-feira (12), o comandante do CPM informou que vai existir um patrulhamento específico para atuar nestes locais, pensando na segurança e tranquilidade dos fiéis. “Nas igrejas com programações mais extensas, o efetivo será de quatro policiais a pé para efetuar o segurança do prédio e também das proximidades”, frisou o tenente-coronel Alves.

Centro Comercial
Já para o Centro Comercial, que deve registrar um grande movimento nestes dias em que antecede as festas natalinas, o comandante disse que vai fortalecer o patrulhamento tanto na região interna como também na parte externa da Rua Grande, abrangendo as ruas e transversais que ligam o Centro comercial da cidade.
Segundo ele, o policiamento que era feito por duplas nos trechos e esquinas das lojas vai ser intensificado com um efetivo policial circulando em toda a extensão. “Além dos policias que atuam em duplas na Rua Grande, mais soldados vão fortalecer a segurança na área, pensando no grande fluxo de pessoas até terça-feira (24). A partir desse sábado, a Polícia Militar ganhará o reforço de mais 400 policias em formação, ou seja, um imenso ganho para a sociedade e para Instituição”, reforçou Alves.

Reforço dos Plantões
Já a Polícia Civil deve realizar várias operações, como a de Poluição Sonora, Polícia Civil nas Ruas e os trabalhos de combate à criminalidade com a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), por meio de seus departamentos, como o de Narcóticos (Denarc).
A Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) vai reforçar os plantões durante o final de semana, a véspera e o dia de Natal, empregando o dobro de policiais dos dias normais. “Em cada um dos quatro plantões que funcionam na capital, teremos equipes com 10 investigadores e mais dois delegados que também atuarão nos trabalhos de rua, fazendo levantamentos e investigações. Nosso propósito é que possamos oferecer um serviço com qualidade à população neste período”, falou Katherine.
Cada plantão estará aberto 24 horas por dia para atender ao cidadão, registrando todos os tipos de ocorrências criminais. Ainda de acordo com a delegada Katherine Silva Chaves Lima, a Seic e a Delegacia Especializada de Homicídios (DH) vão funcionar em regime extraordinário, fazendo levantamentos e o trabalho de investigação policial. A sociedade também poderá contar com uma equipe de seis investigadores da SPCC estará de prontidão para atender as ocorrências. 

Dicas de Segurança
Segundo Tenente Coronel Marco Antônio Alves é importante que a população faça sua parte e ande de forma prevenida no Centro Comercial e até mesmo nos bairros. “Nosso intuito é que a população também faça sua parte. Caso observe alguém em atitude suspeita, deve denunciar imediatamente a viatura mais próxima ou ao 190, uma vez que iremos trabalhar realizando incursões e operações surpresas”.
O comandante do CPM falou ainda que, por motivo de segurança, as pessoas devem evitar a exposição de celulares ou outros aparelhos durante as compras, não andar com grandes quantidades de dinheiro na bolsa e evitar lugares escuros e com pouca movimentação.

Videomonitoramento
Outro incremento para o Sistema de Segurança são as 110 câmeras de Videomonitoramento instaladas nas principais avenidas, nas regiões de concentração de agências bancárias e no centro comercial. Toda a população que vai às compras e até mesmo nas celebrações religiosas e festividades na região central contará com o auxilio deste aparato de Segurança. Para isso, a coordenação do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) já adotou várias medidas que visam aumentar o índice de produtividade dos operadores do Videomonitoramento, do Tele atendimento e, também, do Setor de Despacho e Comunicação com as viaturas e com o coordenador de Policiamento da Unidade (CPU), com a Polícia Judiciária e os Bombeiros.
Somente na região comercial de São Luís, são sete câmeras do Sistema de Videomonitoramento da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) que cobrem as áreas da Praça Deodoro, Rua Grande, Praça João Lisboa, Benedito Leite e Gonçalves Dias.

Telefones das polícias
Os cidadãos podem entrar em contato com o Sistema de Segurança para registrar algum fato, ocorrências ou fazer denúncias por meio do 190 (Emergência), do serviço do Disque Denúncia (3223 5800) e também na Delegacia On Line (www.delegaciaonline.ma.gov.br).

Sejap promove curso com Vigilantes do Sistema Penitenciário

A Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap), por meio da Escola de Gestão Prisional, realizou, na última semana, o curso de Rotinas Carcerárias para Vigilantes de uma empresa privada de segurança que integra o sistema penitenciário. Na sexta-feira (13), a terceira turma, com cerca de 90 vigilantes, recebeu as instruções do agente do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop), Carlos Eduardo Sousa Aguiar.
De acordo com o agente Aguiar, que ministra o curso, além da qualificação profissional dos terceirizados, o curso visa discutor as atribuições e a importância da realização de um bom trabalho pelos vigilantes para a segurança das unidades prisionais.  “O vigilante é uma força auxiliar para os agentes penitenciários e os monitores nas unidades. É importante a conscientização do seu papel para a segurança e estar ciente dos procedimentos que devem ser seguidos”.
O secretário de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária, Sebastião Uchôa acredita que o curso trará mais consistência e preparo nas atividades realizas pelos vigilantes.  “A Sejap quer valorizar o profissional que atua para manter a segurança dentro do sistema penitenciário”.
Para a vigilante Valcifrana Barbosa, o curso é um momento de aperfeiçoamento e de conhecer melhor os procedimentos que devem ser realizados no ambiente de trabalho. “É sempre bom aumentar o nível de conhecimento e nesse setor penitenciário é fundamental entender as normas para executá-las corretamente”. 

Governo inaugura conjunto habitacional e entrega máquinas em Caxias

Os Secretários de Estado Luis Fernando Silva (Infraestrutura) e Hildo Rocha (Cidades e Desenvolvimento Urbano) participaram, na sexta-feira (20), da entrega de 439 unidades residenciais do Conjunto Santa Terezinha em Caxias.
Os imóveis foram construídos com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCV). Cada unidade tem área privativa de 41m2, 2 quartos, sala, cozinha e banheiro.
A solenidade foi prestigiada pelos secretários de Estado, Arthur Bouéres (Adjunto de Habitação/Secid) e Paulo Marinho Júnior (Juventude); pelos deputados estaduais Alexandre Almeida e Magno Bacelar, além de vereadores e diretores da Caixa Econômica Federal.
O secretário Luis Fernando falou da importância das parcerias com a Caixa destacando o papel do Governo do Maranhão na concretização de mais uma importante etapa do trabalho de redução do déficit habitacional no Maranhão. “A Caixa é uma instituição parceira que tem compromisso com o Brasil”, declarou.
Para Luis Fernando, a atuação do Governo do Maranhão, na condição de parceiro dos agentes financeiros oficiais e agente promotor do desenvolvimento, foi fundamental para a efetivação do empreendimento. “A partir de hoje, vocês passam a viver uma nova realidade. Acabou o drama do aluguel. Agora vocês são os donos das casas onde irão morar”, destacou Luís Fernando.

Habitações dignas
Hildo Rocha disse que o Governo do Estado tem dedicado atenção especial ao setor da habitação. Secretário lembrou que a entrega das casas é o momento de coroação do trabalho de vários órgãos do Governo. “A Secretaria de Direitos Humanos fez o cadastramento dos beneficiários; a de Infraestrutura construiu a avenida e a Secid fez todo o trabalho de articulação junto à CEF, Ministério das Cidades e a Prefeitura”.
O Superintendente da Caixa Econômica no Maranhão, Hélio Durante, foi representado pela Gerente Geral da CEF, Silvia Maciel. Ela destacou o empenho do Governo do Maranhão e enumerou avanços na oferta de imóveis no Estado.
Sílvia Maciel informou que, a CEF fechará o ano de 2013 com 105 mil unidades residenciais contratadas no Programa Minha Casa Minha Vida, dentro da faixa 1 e que em apenas um ano, a CEF injetou na economia maranhense 2,5 bilhões de reais. “Este ano alcançamos o número recorde de 10 mil unidades na zona rural. Números extremamente significativos que demonstram o grande esforço de todos os parceiros envolvidos nesse trabalho, sobretudo a da Secretaria de Estado das Cidades”, afirmou.

Máquinas
Ainda em Caxias, Luís Fernando e Hildo Rocha participaram da entrega de vários equipamentos para 71 municípios. As máquinas e caminhões, doadas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, servirão para recuperação e construção de estradas vicinais e também para ações destinadas a amenizar os fortes impactos da estiagem no que está afetando inúmeros municípios maranhenses. A ação faz parte da segunda etapa do PAC-2 - Programa de Aceleração do Crescimento.