sábado, 15 de junho de 2013

BRASIL VENCE A PRIMEIRA

A preocupação que existia com a estreia contra o Japão acabou logo no início da partida. O gol de Neymar e o bom futebol apresentado pela Seleção não deixou dúvidas e a vitória por 3 a 0 foi mais que merecida. Além do resultado, o Brasil pode comemorar a grande atuação e, mais que isso, o belo futebol apresentado por Neymar. Na próxima quarta-feira, o Brasil encara o México e uma vitória deixará a Seleção praticamente classificada.
Mais uma vez, o Brasil foi para cima logo no início e conseguiu um gol importante para não deixar o adversário gostar do jogo. Logo aos 2 min, Paulinho recebeu passe de Daniel Alves e não perdoou. Chute rasteiro para vencer o goleiro japonês. Com 2 a 0 no placar, a Seleção se tranquilizou em campo e passou a administrar o resultado.
No últimos minutos, a Seleção fez a festa da torcida brasileira e colocou o Japão na 'roda'. No finalzinho, entretanto, os gritos de 'Olé' foram substituídos pela comemoração com o gol de Jô. Oscar arrancou pela esquerda e achou um excelente passe para o atacante do Atlético-MG que chutou na saída do goleiro. Placar final: 3 a 0 para o Brasil.
FICHA TÉCNICA
BRASIL 3 x 0 JAPÃO
BRASIL - Julio Cesar; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Neymar (Lucas), Hulk (Hernanes) e Fred (Jô). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
JAPÃO - Kawashima; Uchida, Konno, Yoshida e Nagatomo; Hasebe, Endo (Hosogai), Kiyotake (Maeda), Honda (Inui) e Kagawa; Okazaki. Técnico: Alberto Zaccheroni.
GOLS - Neymar, aos 2 minutos do primeiro tempo; Paulinho, aos 2, e Jô, aos 48 minutos do segundo tempo.
CARTÃO AMARELO - Hasabe (Japão).
ÁRBITRO - Pedro Proença (Fifa/Portugal).
RENDA - Não disponível.
PÚBLICO - 64.815 pagantes (67.823 no total).
LOCAL - Estádio Nacional (Mané Garrincha), em Brasília (DF).

Vaias para DILMA!

Dilma é vaiada na abertura da Copa das Confederações A presidente Dilma Rousseff foi vaiada na abertura da Copa das Confederações, neste sábado, antes do jogo entre Brasil e Japão, no Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha). Na tribuna, ela fez um breve pronunciamento, declarando aberta oficialmente a competição, mas recebeu vaias de parte do público que lotou a arena na capital federal. Diante das vaias, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, que estava ao lado de Dilma na tribuna do estádio e também fez um pronunciamento oficial, chegou a pedir educação aos torcedores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.