quinta-feira, 25 de julho de 2013

Internautas protestam e pedem revogação da liberdade de Júnior do Mojó

Internautas criaram no Facebook uma campanha pela revogação do habeas corpus concedido pelo desembargador Jaime Ferreira de Araújo ao ex-vereador Júnior do Mojó, cusado de envolvimento no assassinato do empresário Marggion Lanyere Ferreira Andrade, ocorrido no final de 2011.

A decisão que garantiu a liberdade do acusado foi dada na sexta-feira da semana passada (19). Mojó está fora da prisão desde segunda (22).

“Se você não aceita conviver com um assassino desse vivendo livremente ao seu lado, compartilhe”, diz o texto da campanha.

No seu despacho, Jaime Ferreira argumentou que a decisão de 1º grau “carece de fundamentação idônea”.

“Assim, demonstrado, à saciedade, a ausência de motivação idônea a justificar a prisão do paciente – que se afigura constrangimento ilegal -, CONCEDO a ordem impetrada, expedindo-se em seu favor o competente Alvará de Soltura, se por outro motivo não se encontrar preso”, despachou Jaime Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.