terça-feira, 27 de agosto de 2013

Prostesto e Revolta na Raposa,Mototaxistas vão às ruas pedir justiça no caso do jovem assassinado no Cumbique

Com motivos de sobra, os moto taxista de Raposa fizeram um protesto em frente da prefeitura da cidade.
Fecharam o MA-203.



Cerca de duzentos mototaxistas foram às ruas de Raposa na manhã de hoje, 27, para pedir justiça no caso do moto taxista assassinado Mizael, morto no último fim de semana no Itapéua .

Eles colocaram na pista seus capacetes em formato de uma cruz como forma de protesto, por causa do assassinato do mototaxista “Pit Bul”, assassinado covardemente a queima roupa com 3 disparos de arma de fogo, domingo passado no Itapéua.










Familiares amigos e conhecidos da jovem percorreram as ruas da cidade pedindo que o caso seja investigado e o culpado conhecido como Tereré seja preso e condenado pelo seu crime cometido.

Com cartazes, pedindo, a punição do culpado manifestantes saíram do cemitério onde foi sepultado o corpo do rapaz conhecido por Pit Bull, passaram pelas sedes do Ministério Público Estadual (MPE) e do Quartel da Policia Militar 13º BPM-MA da cidade e encerraram o ato em frente a Prefeitura local.

Os participantes da manifestação pública pediram rigor e a prisão do homicida, criticaram a atuação da Polícia Militar (PM) no caso e clamaram para que a policia militar deixe de perseguir os mototaxista na cidade de Raposa.

Um grupo formado por sete pessoas se reuniu com o Cap. Identificado por Vinicius e com o capitão
Washington.

E agora pela manhã, (28/08) mais uma manifestação em frente ao posto Laurivan

Josimar Cunha participa da Copa do Interior em Nova Olinda do Maranhão

No último sábado, dia 24, o ex-prefeito do município de Maranhãozinho, Josimar Cunha, participou da abertura da Copa do Interior em Nova Olinda do Maranhão.
Josimar, mais conhecido popurlamente como “Moral da BR”, esteve acompanhado de várias lideranças políticas da região, que fizeram a entrega de equipagens para as 19 equipes das localidades da Zona Rural que participaram da competição.
Na ocasião, o ex-prefeito e líder político de Maranhãozinho enalteceu a importância da realização do evento no município.
“É muito legal e importante o incentivo ao esporte, para um momento de fortalecimento e união das equipes. A a competição só tem um campeão, mas vocês todos são vencedores por fazerem esse evento”, disse Josimar Cunha.
josimar (2)

Obra que desabou na Zona Leste de SP era irregular, diz Prefeitura


A obra que desabou nesta terça-feira (27) em São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, era irregular e já havia levado uma multa de mais de R$ 100 mil, segundo a Prefeitura. Antes, o terreno abrigava um posto de gasolina.
O ponto iria receber uma unidade da rede Torra Torra, famosa por comercializar roupas populares e produtos da linha de cama, mesa e banho. A dona do imóvel, a Jamf Empreendimentos Agrícolas Ltda, não se pronunciou sobre o acidente.
"O responsável não apresentou pedido de Alvará de Execução. Portanto a obra estava em situação irregular. De acordo com o Código de Obras, a obra só poderia ter sido iniciada, mesmo sem resposta da subprefeitura, caso tivessem decorridos os prazos dos dois pedidos, ou do pedido conjunto (alvará de aprovação e alvará de execução). Ainda assim, a obra ficaria sob inteira responsabilidade do proprietário e profissionais envolvidos e estaria sujeita a adequações ou até demolição", informou a Prefeitura em nota.
Segundo a administração municipal, a Subprefeitura de São Mateus emitiu um auto de intimação e um auto de multa por falta de documentação no local da obra no dia 13 de março deste ano. Os proprietários foram multados em R$ 1.159. No dia 25 do mesmo mês, a subprefeitura emitiu uma outra multa pelo não cumprimento da primeira intimação, no valor de R$ 103.500, além de um auto de embargo.
No dia 10 de abril, os proprietários apresentaram recurso às multas e entregaram o pedido de Alvará de Aprovação de Edificação Nova (processo 2013.0.102.750-9) na subprefeitura. O pedido ainda está em análise, segundo a Prefeitura informou na tarde desta terça-feira.
Desabamento em São Mateus (Foto: Arte/G1)
Mortes e feridos
O desabamento total do prédio de dois pavimentos ocorreu por volta das 8h30. O imóvel fica na Avenida Mateo Bei, próximo à Avenida Maria Cursi. A estimativa é que cerca de 35 pessoas estivessem na obra no momento do acidente.

O capitão Marcos Palumbo, porta-voz dos Bombeiros, explicou por volta das 14h que, além das seis mortes confirmadas, as equipes conseguiam ver um ponto do desabamento onde havia mais um ou dois corpos.
O coronel do Corpo de Bombeiros Reginaldo Campos Retulho diz que os trabalhos devem continuar à noite em busca de cinco pessoas desaparecidas. "É uma corrida contra o tempo. Após as primeiras 24h diminuem as chances de as pessoas estarem vivas", afirmou.
Retulho estima que os trabalhos podem durar até três dias. "Torcemos para que aquele número inicial de 35 vítimas não aumente", disse o coronel. Também segundo o coronel, são seis mortes confirmadas e 24 pessoas resgatadas.
Reforma
Em nota, o Magazine Torra Torra informou que o imóvel não era de propriedade da rede. Segundo a empresa, havia um contrato de locação do prédio e a rede só assumiria o imóvel após serem finalizadas as obras estruturais pelo proprietário, a Jamf Empreendimentos Agrícolas Ltda, que não comentou o caso.

"O Magazine Torra Torra não tem nenhuma responsabilidade sobre a parte de engenharia civil. No momento, uma empresa de engenharia contratada pelo Magazine Torra Torra realizava uma avaliação sobre as condições de uso do prédio. Caso esse laudo técnico fosse positivo, atestando a segurança estrutural, a rede então faria o acabamento para abrigar mais uma unidade.  Ressalte-se que o Torra Torra somente entraria com a loja no local, com esse aval técnico. Este é um cuidado que o Magazine Torra Torra toma em todas as lojas da rede, devidamente avaliadas quanto à segurança estrutural, de acordo com engenheiros, para receber nossos empreendimentos", informa o texto.
mapa
  • Avenida Mateo Bei, 2.300
Casas e pelo menos três carros que estavam nas ruas em volta do prédio foram atingidos pelo concreto que cedeu. De acordo com o capitão Marcos Palumbo, do Corpo de Bombeiros, a obra começou há três meses - a laje tem cerca de 400 metros quadrados.
A obra deverá passar por perícia da Polícia Técnico-Científica para apurar as causas do desabamento. Segundo o major Anderson Lima, dos bombeiros, nenhuma das vítimas resgatadas relatou ter ouvido uma explosão ou cheiro de gás natural. Elas afirmam que houve um colapso estrutural.
Equipes da Congás, da Eletropaulo e da Sabesp davam suporte a toda a operação no local do acidente. O caso será registrado no 49º Distrito Policial, em São Mateus. Um delegado foi até o local para acompanhar o resgate das vítimas.

desabamento em São Paulo deixa mortos

Edifício de 2 andares na região de São Mateus, Zona Leste da cidade, estava em obras e caiu por volta das 8h30.
  • Bombeiros retiram homem ferido dos escombros do desabamento em São Paulo.

domingo, 25 de agosto de 2013

Morre aos 85 anos o padre Victor Asselin

O padre Victor Asselin, um dos fundadores da Comissão Pastoral da Terra, faleceu no início da manhã desta sexta-feira (23) em decorrência de um câncer generalizado. Nascido no Canadá, o padre Victor Asselin viveu no Maranhão por mais de quatro décadas, Ele teve um longo trabalho de base junto aos lavradores maranhenses.
Em 1975, ele foi um dos fundadores da Comissão Pastoral da Terra (CPT) no Brasil. Foi também o vice-presidente nacional e primeiro a presidir a Comissão no Maranhão. Em 1982, lançou pela editora Vozes o livro “Grilagem, Corrupção e Violência em Terra do Carajás”, única obra no que diz respeito ao mapeamento da grilagem de terra no Brasil.
A partir daí foi processado e sofreu ameaças de morte, principalmente por grileiros de terras no interior do estado. Chegou ao Maranhão no dia 31 de julho de 1966 após ter exercido o ensino de filosofia.

Fonte: Blog do Manoel dos Santos Neto

“Não tenho motivos para votar em você”, diz Pinto Itamaraty a Flávio Dino

O deputado federal Pinto Itamaraty (PSDB), foi curto e grosso com o chefão do comunismo Flávio Dino, em recente encontro deste com parlamentares maranhenses.
O deputado tucano deixou claro não morrer de amores pelo pretenso candidato a governador, que faz de tudo para atrair o apoio tucano ao seu projeto pessoal.
- Não vejo motivos para votar em você. Nós tínhamos uma prefeitura e você tomou. Você declarou nacionalmente que o PSDB representa o atraso para o Brasil e para o Maranhão. Por que você quer agora este atraso ao seu lado? – questionou o parlamentar, segundo relatou ao blog uma testemunha da cena.
No desabafo, Pinto se referiu a dois momentos anti-tucanos protagonizados por Flávio Dino.
Em 2008, quando esperava o apoio do então governador Jackson Lago (PDT) ao seu projeto de chegar à prefeitura, o comunista revoltou-se com a declaração de Jackson em favor de João Castelo (PSDB).
- Lamento que o governador tenha feito a opção pelo atraso - disse Dino, na ocasião.
Foi Dino também o principal responsável por afastar o então deputado Edivaldo Júnior (PTC) da base de Castelo, ainda em 2011, oferecendo a ele as condições para disputar a Prefeitura de São Luís.
Durante a campanha, tanto Dino quanto Holandinha atacaram duramente o prefeito tucano.
O desabafo de Pinto Itamaraty deixou constrangidos os demais deputados presentes ao encontro.
E Dino sem ter o que dizer…

sábado, 24 de agosto de 2013

Dilma driblou seguranças e saiu de moto pelas ruas de Brasília, diz ministro

“Coloquei o capacete e saí andando de moto pelas ruas de Brasília.” A revelação, com ares de felicidade, foi feita de forma absolutamente casual pela presidente Dilma Rousseff a um incrédulo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB-MA).
dilma de moto
“Eu também não acreditei na hora, mas, quando encontramos o Amaro no elevador, passei a acreditar”, disse o ministro, ao perceber a reação dos repórteres à história. A conversa, segundo Lobão, ocorreu durante um encontro na semana passada.
Lobão se referia ao chefe da Segurança Presidencial, general Marcos Antônio Amaro, com quem ele e Dilma esbarraram ao final da conversa. Dilma foi logo se gabando: “Nem ele ficou sabendo”, disse, confiante de que sua escapada havia sido sigilosa.
O general surpreendeu a presidente. “Fiquei sabendo, sim, mandei acompanhar a senhora”, foi logo dizendo o chefe da segurança de Dilma, informando que havia orientado uma equipe a segui-la à distância para não acabar com o sentimento de que estava fazendo uma aventura às escondidas.
Como se queixam alguns ex-presidentes, no Brasil o governante acaba desaprendendo a abrir portas com a própria mão.

Fonte: Folha de S. Paulo 

Polícia Federal fala sobre operação Zodíaco que será realizada na segunda-feira (26)

Durante coletiva na tarde desta sexta-feira (23) o Superintendente em Exercício da Polícia Federal informou como será a ação de retirada das pessoas que ocupam irregularmente o Residencial Nova Terra em São José de Ribamar.
As notificações com o prazo para a desocupação foram entregues no inicio do mês em aproximadamente três mil casas ocupadas irregularmente.
Superintendente em Exercício da Polícia Federal, Alexandre Lucena
Superintendente em Exercício da Polícia Federal, Alexandre Lucena
A operação Zodíaco será coordenada pela Polícia Federal de acordo com determinação da justiça, homens da polícia militar através da cavalaria, batalhão de choque e GTA vão prestar apoio durante a desocupação. Equipes do Corpo de Bombeiros e SAMU vão estar no local em caso de emergências, a Caixa Econômica e assistentes sociais de São José de Ribamar vão fazer o cadastro de quem não esta incluindo do programa.
A área está sendo monitorada pela PF há algum tempo, e eles verificaram que algumas pessoas já estão deixando o local, outras mesmo saindo das casas estão depredando os imóveis, alguns já tiveram portas e janelas quebradas.
O Superintendente em Exercício da Polícia Federal, Alexandre Lucena disse que todo o aparato logístico será utilizado para tornar a operação mais branda possível. “Estamos tentando fazer isso da maneira mais humana e menos traumática. A Polícia Federal não tem interesse em travar confronto com os populares,” acrescenta.
Caminhões baú vão estar disponíveis no dia da ação para ajudar na mudança dos ocupantes.
Quem se recusar a sair do Residencial Nova Terra, será identificado e terá o nome encaminhado para o Ministério das Cidades para que  não possa mais participar do Programa Minha Casa, Minha Vida.
Fonte: O Imparcial

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Caso Décio: réus podem ser pronunciados na segunda

Pelo menos 9 dos 12 réus do “Caso Décio” podem ser pronunciados pelo juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Osmar Gomes dos Santos, na próxima segunda-feira (26). Essa foi a data marcada pelo próprio magistrado para se manifestar sobre o assunto.
Se pronunciar os réus, todos irão a júri popular pelo assassinato do jornalista Décio Sá, ocorrido em abril do ano passado.
De todos os acusados, devem escapar da pronúncia, agora, Júnior Bolinha e Marcos Bruno, porque não constituíram advogados para lhes defender – eles devem ser representados por defensores públicos -; e o advogado Ronaldo Ribeiro, cujo processo foi desmembrado dos demais.

Acredite se Quiser: Jovem que foi espancada e violentada na Raposa confessa que não estava grávida

A jovem de 25 anos que teria sido espancada, estuprada e abortado o bebê de seis meses em um matagal na região de Raposa, na segunda-feira (19/8), confessou, em depoimento, que não estava grávida.
No entanto, ela mantém a versão de que foi violentada por três homens.
A informação foi repassada pela Superintendente da Polícia Civil da Capital Katherine Chaves, na tarde desta quinta-feira (22/8), em uma coletiva na Secretaria de Segurança Pública.
“Depois de muitas horas de conversas e aplicando técnicas de investigação, com a ajuda de uma psicóloga a moça confessou que não havia bebê e nunca houve.
Ela teria criado a história”, afirmou a delegada.
A família da jovem também não tinha conhecimento da falsa gravidez.
Nem para o marido ela teria contado, com medo de que ele ficasse frustrado com a revelação, já que queria muito ser pai.
Resta, ainda, saber os motivos pelo qual ela inventou a história.A delegada acredita que ela possa estar passando por algum problema psicológico, que só poderá ser confirmado pelos médicos e profissionais que acompanham o caso.
A delegada também não descarta a possibilidade do estupro, já que a vítima segue afirmando que foi violentada. Mas ela não quer realizar o corpo de delito, exame fundamental para esclarecer o caso.
Mais cedo, inclusive, a jovem teria apontado um possível suspeito para o crime, mas ele só pode ser preso após o resultado do exame.
A partir de agora a investigação também vai atrás da história da falsa gravidez. Para saber realmente a verdade por trás do caso.
Para isso serão ouvidos médicos e analisados exames.
Se for comprovado que toda a história não passou de uma mentira, a mulher pode passar de vítima para autora de um crime, já que ela deu falso testemunho, mobilizou forças policiais e causou comoção na sociedade.
“Vamos continuar investigando.
Não estamos descartando a possibilidade do estupro ter acontecido. O inquérito foi instaurado para apurar a situação e ela vai ser ouvida nesta sexta para sabermos os detalhes do crime sexual”, finaliza Katherine.
O caso Na madrugada de segunda-feira a jovem grávida de seis meses teria saído em um veículo para buscar o esposo em uma parada de ônibus nas proximidades de sua casa, na localidade conhecida como Itapeuá-Cumbique, na Raposa.
No caminho ela foi interceptada pelos bandidos e levada para um matagal.
No local ela foi espancada e violentada por três homens. Ela conseguiu fugir dos criminosos e deu a luz à criança.
Ela ainda tentou aquecer o bebê enrolando-o em uma roupa, só que não teria mais escutado o choro e pensou que a criança tinha morrido, com isso o abandonou e buscou ajuda.
Durante a terça e quarta-feira equipes do Corpo de Bombeiros, policiais, e moradores da região procuraram a criança, mas não o encontraram.

Assédios de soldados do Exército em Buriticupu são boatos plantados por madeireiros

Uma onda de boatos se espalhou na cidade de Buriticupu dando conta de que soldados do Exército teria estuprados e assediados moças na cidade de Buriticupu.
Até a deputada Francisca Primo ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer acusações contra os militares que estão alojados nas dependências do IFMA naquele município.
Na verdade, os soldados estão ali para evitar o desmatamento ilegal de madeiras. O marido da deputada, o ex-prefeito de Buriticupu, Primo, é ligado aos madeiros, que foram os responsáveis pelos boatos.
A direção do IFMA da cidade distribuiu hoje nota para esclarecer o caso. Abaixo a nota:
exercito
 NOTA DE ESCLARECIMENTO
O IFMA Campus Buriticupu vem a público  repudiar as notas vinculadas na impressa onde mencionam de forma  vergonhosa o nome da Instituição e fazem afirmações caluniosas. Diante  da notícia vinculada na imprensa onde se afirma que o exército que se  encontra hospedado nas dependências do IFMA Campus Buriticupu vem cometendo atos libidinosos, desrespeitosos e de atentado a moral é infundada, imoral e irreverente.
A presença do Exército na cidade é por uma ação do IBAMA contra a  extração e exploração ilegal de madeiras. Lamentamos que situação como  essa aconteça com o nome de uma Instituição de Educação que vem  promovendo mudanças significativas de crescimento cognitivo e melhoria  dos indicadores sociais, instituição essa quem tem dado, ao longo de sua existência em Buriticupu, contribuições importantes para a comunidade  Buriticupuense gerando conscientização para um desenvolvimento mais  sustentável em prol da cidade de Buriticupu e região.
Em relação às acusações que nos fazem, não recebemos qualquer denúncia formalizada em relação a assédio ou estupro de nossas alunas, infelizmente tais  comentários maldosos e que envolvem interesses escusos acabam  comprometendo a integridade moral dos alunos e servidores desta  Instituição. Jamais iríamos compactuar com tais práticas dentro desta  Instituição que vem trabalhando em parceria com a comunidade  Buriticupuense na luta por melhorias e desenvolvimento da região.
O  IFMA Campus Buriticupu condena este tipo de comentário inescrupuloso e  lamenta pela fala e escrita proferida a Instituição. Em relação às  acusações temos a dizer:
1º – O Exército encontra-se na cidade de  Buriticupu realizando uma ação coordenada pelo IBAMA para coibir a  extração/exploração ilegal de madeiras; na chamada FORÇA-TAREFA  PÁTRIA-BRASIL.
2º – As dependências do IFMA Campus Buriticupu foram  solicitadas pelo Comando Militar do Nordeste para abrigar médicos,  soldados e o Comando Geral, como apoio às suas atividades na região.  Dentre suas atividades, está também, o atendimento no Hospital de  Campanha, montado dentro do IFMA, sendo realizados até o momento, 1380  atendimentos médicos e odontológicos aos alunos, servidores e moradores  de comunidades adjacentes. Vem ainda dando colaboração ao ensino desta  instituição, proferindo palestras educativas com diversos temas, como  drogas, trânsito, gravidez na adolescência e dando suporte a professores pesquisadores em seus trabalhos científicos. – Além, disso, o Exército  Brasileiro, por meio de Ações Cívico-Sociais, vem buscando cada vez mais uma aproximação da população Buriticupuense, com a entrega de cestas  básicas, kits de higiene bucal, recuperação de instalações físicas de  escolas e órgãos públicos, bem como a exposição de materiais militares  pela cidade de Buriticupu, reforçando a informação.
3º – A piscina  da Instituição foi utilizada para promover uma competição/ torneio entre alunos e militares, com o acompanhamento de professores e da  comunidade, torneio esse solicitado pelo grêmio desta Instituição  escolar e foi também solicitada pelo comando da operação para prática de atividades físicas, sendo essas atividades uma praxe do exército, o  fomento as atividades físicas;
4º – O traje utilizado em uma piscina trata-se de fato de uma sunga, portanto nada que venha desabonar a  conduta moral ou incitar a concupiscência;
5º – A não liberação da  piscina antes para os alunos deve-se ao fato de não termos os produtos  químicos para tratamento da água da piscina e médicos para o exame de  nossos alunos, ações essas que só puderam acontecer com a chegada do  exército que trouxe os produtos e os médicos, por isso a piscina foi  liberada neste período;
6º – A afirmação de que cerca de 200  mulheres ficam entrando e saindo do IFMA Campus Buriticupu para fazer  sexo com os militares é infundada, desrespeitosa e imoral, somos uma  Instituição de Ensino, pesquisa e extensão todos os dias adentram a essa Instituição um quantitativo grande de pessoas que trabalham, estudam e  tem acesso a nossa biblioteca e demais serviços, tal calúnia é uma  afronta à integridade moral de toda a comunidade, ao longo do dia temos  pessoas circulando o tempo todo dentro da Instituição, bem como  segurança do patrimônio público 24 horas;
7º – Sobre o uso de alguns espaços acadêmicos, como piscina, laboratórios, com permissão da  direção do campus, uma vez que, em momentos que não comprometem o  andamento de nossas atividades.
O IFMA Campus Buriticupu condena  qualquer tipo de comentário inescrupuloso à comunidade acadêmica e  lamenta pela fala e escrita proferida à instituição.
Colocamo-nos a disposição para outros esclarecimentos sobre o assunto.
Atenciosamente,
Ronald Ribeiro
Diretor Geral
IFMA/Campus Buriticupu

O que vale para o Estado é ilegal para o município

O líder da oposição na Câmara Municipal de São Luís, Fábio Câmara, prepara documentos para denunciar duas empresas que venceram o processo licitatório para administrar a conta de publicidade da prefeitura da capital.
Orientado pelo criador Ricardo Murad, a criatura vai mostrar que é errado a agência que coordenou a campanha de Edivaldo Holanda Júnior ficar com a conta do município.
Ao que parece, o líder da oposição não mora no Maranhão. Deve dormir em Saturno e acordar em Marte. Esqueceu que as agências AB, VCR e outra do publicitário Duda Mendonça  fizeram a campanha vitoriosa da governadora Roseana Sarney.
Não enxerga que as três agências controlam as contas de publicidades do Governo do Estado e que quem manda na Secom de Sérgio Macêdo é Ricardo Murad.
Aliás, Câmara, que tem uma atuação excelente como vereador, costumava “visitar” as mesmas agências na campanha de vereador do ano passado. E exatamente às sextas-feiras.
Há duas semana, Câmara criticou a intenção do prefeito Edivaldo Holanda Júnior de terceirizar os serviços de saúde da capital, o que vem sendo feito nas maioria das capitais brasileiras.
Mas uma vez esqueceu que seu criador terceirizou os serviços de saúde do estado. E com uma diferença: as empresas são administram pessoal. Compras e outras transações ficam mesmo com Murad.
Fábio, não resta dúvida, é um jovem político de futuro promissor. Mas vez por outra vive boiando na câmara da incoerência.

SEJAP NOTA



A Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária informa que foi evitada na tarde desta sexta-feira (23) a fuga de quatro internos do Presídio São Luís II no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
Os internos Gleisson de Oliveira, Waldemir Laurindo Flores, Geonildo Ramos e Claudivan Pereira cerravam as grades do pavilhão C da unidade quando foram surpreendidos pela segurança.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Associação quer explicação sobre ameaça de novas demissões de SPs

O presidente da Associação Representativa dos Servidores Públicos Municipais (Asismu), Beka Rodrigues, informou hoje (22) que a entidade encaminhou expediente ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) solicitando informações detalhadas sobre a atual situação dos prestadores de serviço da Prefeitura de São Luís – os chamados SPs – e explicações acerca das notícias de que novas demissões podem ocorrer nos próximos dias.
No documento, Beka Rodrigues lembra ao atual prefeito que uma de suas promessas de campanha foi a não demissão dos SPs e que o recadastramento, realizado no início da gestão,  teria objetivo apenas de averiguar a ocorrência de funcionários fantasmas na folha de pagamento municipal.
O sindicalista diz achar estranho, no entanto,  que o assunto volte à tona novamente, com a possibilidade de recadastramento na Secretaria Municipal de Saúde (Semus). “Este recadastramento no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde  tem provocado temor não apenas entre os SPs daquela secretaria, mas em todos os dezenas de milhares de SPs da Prefeitura”, afirma.
A principal questão é saber por que realizar novo recadastramento se os fantasmas, teoricamente, já haviam sido demitidos em procedimento anterior. “Por que está sendo feito outra vez, se os servidores fantasmas já foram demitidos?“, questiona o sindicalista. “Vamos atrás das respostas junto ao prefeito e por isto a decisão de solicitar  audiência urgente para tratar deste assunto, pois não vamos  aceitar demissões injustas de SPs”, completou.
Na Semus, a informação é que o novo recadastramento atende a determinação do Ministério Público do Maranhão. Por meio do Twitter, o secretário de Comunicação, Márcio Jerry (PCdoB), garante que “a @PrefeituraSL não está com nenhum programa de demissão de servidores”

PSDB começa a decidir amanhã rumo em 2014

O deputado estadual Neto Evangelista informou hoje (22) que a Executiva Estadual do PSDB deve decidir amanhã (23), a partir da 9h, a tese que seguirá nas eleições de 2014.
Do encontro participarão os principais nomes do partido, dentre eles o ex-prefeito João Castelo e os deputados federais Carlos Brandão, atual presidente estadual, e Pinto da Itamaraty.
Até recentemente, o PSDB tinha três rumos diferentes a seguir: há no partido quem defenda candidatura própria – como o próprio Evangelista, por exemplo; outros advogam a tese de coligação com o PCdoB; e, ainda, coligação com o PMDB.
Mas a tese que ganhou mais força nas últimas semanas foi a de composição com o PPS, e indicação de um candidato a vice-prefeito numa chapa com a deputada estadual Eliziane Gama, ou indicação de João Castelo como candidato a senador.
De qualquer forma, sai da reunião desta sexta um indicativo de qual caminho será seguido.

Polícia já teria um suspeito de cometer abuso contra grávida em Raposa

A jovem grávida que foi espancada e violentada em uma matagal, na cidade da Raposa, foi ouvida, na manhã desta quinta-feira (22/8), na Superintendência da Polícia Civil da Capital. Contudo, ela não conseguiu responder às perguntas feita pela responsável pelo inquérito, a superintendente de polícia da capital, Katherine Silva Chaves, porque começou a passar mal por estar emocionalmente abalada. As palavras que ela deu, no entanto, revelaram o nome de um possível envolvido no crime.
Só que a polícia deve pedir a prisão preventiva do suspeito apenas quando for feito o exame de corpo de delito, que é prova concreta do crime de abuso.
“Estamos tentando convencê-la de fazer ainda hoje o exame, só depois podemos aprofundar o caso e solicitar a prisão de envolvidos depois do laudo que é a única prova aceita pela justiça nessa situação,” acrescenta a superintendente.
Para acalmar a jovem, durante o depoimento, a psicóloga da Secretária de Segurança Pública teve que ser chamada. Ainda nesta quinta-feira (22) a polícia solicitou o prontuário médico do hospital particular em que a jovem ficou internada por dois dias e recebeu alta na quarta (21).
Um novo depoimento será realizado quando a jovem se sentir melhor emocionalmente.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

RAPOSA »Grávida é sequestrada e dá a luz em matagal, e não quer depor na delegacia

Jovem gestante foi seqüestrada, levada para matagal, onde iria passar por procedimento cirúrgico de parto. Mulher foge e dá a luz no meio do mato, mas criança some

Um caso muito estranho foi registrado na Delegacia da cidade da Raposa nesta terça-feira (20/08), município que compõem a Região Metropolitana de São Luís. De acordo com informações repassadas pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), uma jovem grávida de seis meses, aparentando ter de 20 a 25 anos, foi sequestrada, espancada por dois desconhecidos e ainda deu a luz a uma criança prematura no meio do mato. O crime teria acontecido na madrugada do último domingo (18/08), em uma localidade conhecida como Itapeuá-Cumbique, que fica localizado no distrito de Raposa.
De acordo com as informações da família, a jovem teria saído em um veículo para buscar o esposo em uma parada de ônibus nas proximidades, sendo que foi interceptada pelos bandidos e levada para um matagal, o qual uma terceira pessoa a aguardava com material cirúrgico: bisturi, algodão e álcool.
No local ela foi espancada novamente, e ao conseguir fugir dos criminosos, deu a luz à criança no matagal, e ao perceber o choro do recém-nascido, ainda tentou aquecê-la enrolando a criança em uma roupa. Após não escutar mais o choro, pensou que o bebê teria morrido e o abandonou, fugindo em busca de ajuda.
De acordo com os familiares, ao retorna pra casa e pedir ajuda, os familiares procuraram pela criança no local indicado por ela, mas não conseguiram encontrar a criança. A família da jovem voltou ao local onde teria sido agredida, e encontraram apenas o veículo.
O caso foi registrado pelo pai da jovem na Delegacia da Raposa. O delegado Francisco Cardoso Sousa, será o responsável pelo caso. A Secretaria de Segurança informou que uma testemunha do crime foi ouvida na noite de ontem, e o delegado só irá se pronunciar quando tiver mais informações sobre o crime. Mas ele adiantou que a mulher gestante pode ter sido seqüestrada para ter o bebê levado por uma quadrilha especializada em tráfico de crianças.
“A vitima não quer prestar esclarecimentos a polícia, no que dificulta as investigações, mas vamos continuar” disse o delegado Francisco Cardoso.

Fonte:.folhadomunicipio 

Reintegração de posse do Residencial Vitória é suspenso por 10 dias em Raposa

DEUS parece ter ouvido as orações das mais de cem famílias que ocuparam um terreno, na Vila Maresia, na cidade de Raposa, há dez meses. Os moradores do residencial Vila Vitória ganharam mais dez (10) dias para tentar reverter a situação, ou conseguirem outro lugar para fixar residência.
Em cumprimento a liminar determinando a reintegração da posse do terreno, ao médico Aldifran Ferreira da Silva, a Polícia Militar do Estado do Maranhão, desocuparia o imóvel, nas primeiras horas da manhã de terça-feira (21). Entretanto, após uma gigantesca manifestação realizada na tarde do dia anterior, segunda-feira (20), em frente à sede da Prefeitura do município, o comandante do 13º Batalhão da Policia Militar, major PM Araújo, a juíza da Comarca de Raposa, Rafaella de Oliveira Saif e o promotor de justiça Reinaldo Campos Castro Júnior, titular da comarca de Raposa resolveram convocar uma audiência entre as partes envolvidas e o prefeito do município, Clodomir Oliveira, para tentar chegar a uma alternativa que resguardasse os direitos do proprietário do imóvel e das mais de cem famílias, ao tomarem conhecimento de que entre os ocupantes do terreno se encontram idosos, crianças e deficientes físicos.
MANIFESTAÇÃO DO PROMOTOR
A sugestão do promotor Reinaldo Campos foi que a Prefeitura do município de Raposa fizesse um cadastramento destas famílias, separando aqueles que realmente precisam de um local para morar, dos invasores profissionais, que fazem parte da indústria das invasões. “Precisamos da participação do Poder Público Municipal, neste caso, pois existe um problema social, idosos e crianças deficientes. Se faz necessário, antes de efetuar a reintegração de posse, que estas pessoas sejam assistidas pela prefeitura do município e que se encontre uma solução para o problema. Acredito que o aluguel social poderia ser uma solução, enquanto não se resolve o problema”, disse Reinaldo Campos.
LIMINAR SUSPENSA Diante da evidente omissão da Prefeitura da Raposa, a juíza Rafaella de Oliveira Saif, determinou a suspenção do cumprimento liminar de reintegração de posse, que estava marcada para as primeiras horas da manhã de terça-feira (21), afim de que a Ouvidoria Agraria Nacional, INCRA e ITERMA realizem um levantamento sobre o terreno em questão, com a finalidade de assentá-los se for o caso, facilitando, dentro da legalidade, a desocupação pacifica do imóvel e assegurando e garantido o cumprimento da reintegração de posse sem prejuízos à dignidade e ao bem estar social.
DESABAFO DO PROPRIETÁRIO
O proprietário do imóvel demonstrou insatisfação com a decisão da Justiça em adiar a reintegração de posse.
“Eu sou o dono do terreno, eu paguei os impostos, estou tendo prejuízos financeiros e já paguei R$ 10 mil reais em alimentação, aluguel de máquinas e toda a logística para garantir a reintegração da posse do meu terreno. Se existem pessoas sem ter onde morar, este é um problema dos gestores públicos e não dos proprietários de imóveis”, desabou o médico Aldifran.
PREFEITO NOTIFICADO
A Prefeitura do município de Raposa, também, por determinação da juíza, será notificada para que, no prazo de 10 dias, informe se existe a possibilidade de desapropriar algum terreno, para a construção de moradia para as mais de cem famílias que se encontram sem ter onde morar, ou o fornecimento do “aluguel social”.
A audiência com a Juíza, drª Rafaela foi suspensa. Foto: Nonato Aguiar / Jornal Folha do Município
A audiência com a Juíza, drª Rafaela foi suspensa. Foto: Nonato Aguiar / Jornal Folha do Município
Mobilização em frente o Fórum é contra decisão da Justiça de reintegração de posse da invasão do Cajueiro.
Nesse momento o clima é tenso, já até choveu sobre os moradores, que esperam ser um bom sinal para se manterem em suas moradias. 
Aguardando a Juíz, moradores do Cajueiro resistem debaixo de chuva
RAPOSA - Moradores da Vila Residencial Vitória, conhecida como Cajueiro, na Raposa, se concentram em frente à sede da Prefeitura de Raposa, nesta terça-feira (20). Eles se mobilizam contra a decisão da Justiça de reintegração de posse da invasão do Cajueiro, a ser cumprida pela Polícia Militar nesta quarta-feira (21). Os moradores da invasão alegam que receberam nesta terça-feira orientação para deixar o local.
 A notificação já havia sido feita há alguns dias.
Segundo informações policiais, o dono da área é um médico que reivindicou na Justiça o direito da posse das terras, no município. Ele ganhou o processo e, mais agora ficou determinado que mais de 100 famílias terão de sair da invasão.
A avenida principal da Raposa esteve interditada com pedras e pedaços de galhos de árvore. A polícia esteve no local.
Por volta das 18hs a MA-203 foi desbloqueada e os manifestantes fizeram acordo com capitão da PM, para estarem no Fórum as 7:30h da manhã desta 4ª feira, 21/08 pra falar com a Juíza, até lá ninguém derruba nada.

Mobilização em frente o Fórum é contra decisão da Justiça de reintegração de posse da invasão do Cajueiro.
Mobilização em frente o Fórum é contra decisão da Justiça de reintegração de posse da invasão do Cajueiro.


Fonte: O Quarto Poder

terça-feira, 20 de agosto de 2013

FESTEJO DE SÃO RAIMUNDO NONATO DOS MULUNDUS 2013

Começa o Grandioso festejo de São Raimundo Nonato dos Munlundus em Vargem Grande – MA, com a tradicional romaria que reúne todos os anos milhares de devotos vindos de todas as partes do Brasil, inclusive gente de outros países. Formando uma multidão que partem em procissão da igreja matriz até a comunidade Paulica, que fica cerca de 6 km da zona urbana.

Um projeto arrogante

Grande parte da oposição maranhense é ditadora entre si.
O tão almejado projeto que lança Flávio Dino a governador para 2014 é barganhado com toda força possível por aqueles que se envolveram a ele.
Quem preferir ficar de fora não é visto com bons olhos.
É como se, como disse o jornalista, apenas Flávio Dino tem o direito de representar a Oposição e ser o candidato único ao Governo do Maranhão.
E por isso o rebuliço em torno de uma possível candidatura da deputada estadual Eliziane Gama (PPS).
Unidade, seja no grupo governista, seja na oposição, é importante.
Mas é preciso, antes de mais nada, liberdade para se fazer as escolhas que melhor convir.
Se, por motivos já explícitos neste blog, Eliziane escolher ser candidata, a culpa não é dela, mas sim dos próprios integrantes do projeto que assim lhe fizeram pensar e agir.
E plantar inverdades, coagir, não é a melhor forma de trazer a parlamentar ao projeto.
Só mostra o quanto é arrogante e intolerante o grandioso projeto da mudança.

Fonte: Marco D"Erça

PDT de São Luís ganha reforços para campanha de 2014


O Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Maranhão começa a se reforçar pensando nas eleições de 2014. Em reunião realizada na sede do partido na noite de segunda-feira (19), o PDT recebeu a adesão de novos membros para a legenda.
A reunião que foi comandada pelo deputado federal Weverton Rocha (presidente municipal) e Julião Amin (presidente estadual) recebeu a adesão do ex-secretário de Educação do Governo do Maranhão, o professor Anselmo Raposo, que trocou o PR pelo PDT.

Além de Raposo, que foi levado para o PDT através do vereador Ivaldo Rodrigues, os empresários do ramo de alimentação Alexandre Lopes (Restaurante Mandacaru) e Francisco Neto (Restaurante Feijão de Corda) também se filiaram no partido.

No total, foram cerca de 30 filiações que o PDT recebeu na noite de segunda-feira. A reunião também contou com a presença do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB), que deve disputar uma vaga para o Senado Federal.

A tendência é que o PDT apoie a candidatura de Flávio Dino (PCdoB) para o Governo do Maranhão, mas o apoio está condicionado a indicação do vice-governador na chapa do comunista, como deixou claro o presidente nacional do PDT, o ex-ministro Carlos Lupi.

O nome mais cotado a ser indicado pelo PDT para a chapa de Dino é o do empresário de Balsas, Márcio Honaiser, que também participou do evento. 

Boa Vista terá eleição no dia 6 de outubro

A eleição suplementar em Boa Vista do Gurupi será realizada no dia 6 de outubro, segundo informou há pouco o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. A escolha do prefeito e vice-prefeito ocorre novamente porque o Tribunal Superior Eleitoral negou seguimento ao recurso interposto pelo candidato eleito ao cargo de prefeito do município, acarretando o indeferimento do respectivo registro de candidatura.
O prazo para a entrega de registro de candidatos a prefeito e vice-prefeito se encerra no dia 4 de setembro, às 19 horas. No mesmo dia em que receber os pedidos, o chefe do cartório afixará o edital, no local de costume, para ciência dos interessados, passando a correr o prazo de 5 (cinco) dias para impugnações.
Podem concorrer aos cargos de prefeito e vice-prefeito aqueles que estejam filiados a partido político e tenham domicílio eleitoral até um ano antes da data marcada para as eleições. No entanto, aqueles que tiverem dado causa à anulação da eleição de 7 de outubro de 2012 não podem participar da nova eleição.
A legislação eleitoral prevê que se a nulidade atingir mais da metade dos votos do município, as demais votações serão prejudicadas e o Tribunal Regional Eleitoral marcará dia para nova eleição.
Estão aptos a participar desta eleição todos os partidos que tenham registrado seu estatuto um ano antes do pleito e que permaneçam registrados no Tribunal Superior Eleitoral, e tenham, até a data da convenção, órgão de direção constituído no município, devidamente anotado no Tribunal Regional Eleitoral maranhense.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Adriano Sarney é citado em negócios nebulosos na Petrobrás

O jovem economista Adriano Sarney, filho do deputado federal Sarney Filho, e neto do senador José Sarney, teve seu nome citado em publicação da revista Época deste final de semana como envolvido em um esquema da Petrobrás Internacional para levar dinheiro a parlamentares do PMDB.
Candidato a deputado estadual pelo PV do Maranhão, Adriano Sarney era um dos responsáveis pelo recursos subtraídos dos cofres da Petrobrás para favorecer aliados da base da presidente Dilma Rousseff;.
Ele tentou ser candidato a prefeito em Paço do Lumiar, na eleição passada de 2012,  e neste sentido o pai dele chegou a emendar R$ 7 milhões para a cidade administrada na época pela prefeita Bia Aroso. Até hoje ninguém sabe o destino dos recursos.
A candidatura de Adriano Sarney causou mal-estar dentro do PV perla forma autoritária como vem sendo imposta.

Setur e parceiros discutem participação do Maranhão na Abav 2013



O secretário de Estado de Turismo, Jura Filho, técnicos da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e profissionais de instituições parceiras da Secretaria definiram, nesta segunda-feira (19), a participação do Maranhão na Feira das Américas 2013.
Considerado o evento comercial mais importante da América Latina, a feira passou por modificações e, este ano, muda de data e local: será no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, de 4 a 8 de setembro.
Do Maranhão, participam da feira 50 técnicos da Setur, representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA), Convention & Visitors Bureau, Associações Brasileiras de Agência de Viagens (Abav), e dos setores de industria e hotéis.
Durante a reunião, a Setur apresentou aos parceiros a formatação do estande do Maranhão na feira que terá 106m² dividido nas áreas institucional, para atendimento ao público em geral; comercial para compradores convidados; e a sala vip para as reuniões dos setores públicos, iniciativa privada e imprensa.
Para o secretário Jura Filho, o estande leva ainda o mapa da regionalização do Maranhão que sinaliza as 10 regiões turísticas do estado. “Estamos mantendo a formatação aprovada pelos empresários que mostra de forma bastante comercial o nosso potencial turístico estampado nos pólos São Luís, Lençóis e Chapada das Mesas”, explicou.
Além da área institucional de apresentação dos atrativos e serviços, o Maranhão participará da rodada de negócios, área destinada à compra e venda de produtos e serviços turísticos. Para este espaço participam cerca de cinco empresários dos segmentos de ecoturismo, histórico/cultural, turismo de aventura, sol e praia.
De acordo com a presidente da Abav/MA, Antonieta Uchoa, a participação do Maranhão, a cada ano, vem se profissionalizando mais. “Estamos empenhados em levar o maior número de associados, pois, entendemos que o evento, além de comercial, é importante para o contato com investidores nacionais e internacionais”.
No espaço promocional serão entregues para o público em geral mapas do Maranhão, roteiros cultural e de aventura, sacolas além de degustação de doce de espécie, castanha e guaraná Jesus.

Cultura e Artesanato
Para a área do artesanato, a Setur reservou estande com 35m² para apresentar peças a base da fibra da palha do buriti, cerâmica e azulejos. A cultura do Maranhão será representada pelo Grupo Folclórico Lamparina. Um grupo de dançarinos formado por 10 componentes apresentará o Tambor de Crioula, Bumba Meu Boi, Festa do Divino, Coco, Caroço, Cacuriá, Lelê, Xote, Baião e Quadrilha.