terça-feira, 3 de setembro de 2013

Deu a louca de vez nos “políticos” Raimundo Cutrim vai para o PCdoB

O deputado estadual Raimundo Cutrim anunciou hoje da tribuna da Assembleia Legislativa que irá filiar-se ao PCdoB, partido do presidente da Embratur, Flávio Dino.
Em seu discurso, ficou evidente a insatisfação com a permanência do secretário de estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, seu desafeto, na estrutura de governo.
Cutrim se disse vítima de uma armação de Aluísio nas investigações da morte do jornalista Décio Sá e afirmou que não poderia mais compactuar com essa situação. Falou da lealdade que sempre teve com o grupo Sarney, mas assegurou que o momento era de rompimento.
A oposição, e não poderia ser diferente, festejou o anúncio de Cutrim. Marcelo Tavares (PSB), Othelino Neto (PPS), Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e Bira do Pindaré (PT) parabenizaram a “coragem” do parlamentar.
Já o líder do Governo na Casa, César Pires (DEM) agradeceu a Cutrim pela lealdade, respeito e amizade que sempre houve entre os dois. Ele desejou sucesso ao parlamentar e disse que será sempre grato a honestidade e companheirismo do colega.
Raimundo Cutrim tentará a reeleição para a Assembleia pelo novo partido.

Mais Uma Troca

Yglésio pode trocar de Partido o PT pelo PPS

O médico Yglésio Moyses, que dirigiu o Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, até o mês passado na gestão Edivaldo Holanda Júnior (PTC), pode trocar o PT pelo PPS nos próximos dias. Ele foi convidado pela deputada estadual Eliziane Gama (PPS) para ingressar na legenda.
Eliziane trabalha pelo fortalecimento do PPS e por uma articulação que fortaleça a sua pré-candidatura ao Governo do Estado. Além de novos nomes para o partido, que possam inclusive disputar cargos na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal, ela dialoga com partidos políticos e tenta costurar alianças.
- Estamos reforçando os quadros do partido com nomes qualificados. E o Yglésio é um quadro de primeira qualidade, que reforça qualquer agremiação - disse a parlamentar.
- Mais do que pessoas e alternância de nomes, iremos discutir alternância de projetos; e visões de desenvolvimento e valorização da população, oferecendo ao estado algo bem maior que a cansativa discussão Sarney X anti-Sarney - considerou Yglésio, logo após o convite da parlamentar.
Yglesio tem até o início de outubro para decidir sobre a sua filiação partidária. Isso se quiser disputar a eleição 2014.

Fonte: Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.