terça-feira, 12 de novembro de 2013

Governadora Roseana inaugura Restaurante Popular na Vila Luizão

A governadora Roseana Sarney inaugurou, nesta terça-feira (12), o Restaurante Popular da Vila Luizão. Acompanhada do secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, ela descerrou a placa que marcou oficialmente a entrega da terceira unidade alimentar implantada pelo Governo do Estado, em São Luís.
Roseana Sarney declarou que o Restaurante Popular é a garantia de alimentação de qualidade para as famílias. “Tivemos o cuidado de trazer um restaurante que oferece comida de primeira qualidade, produzida sob a coordenação de nutricionistas. Além disso, estamos garantindo a geração de emprego e renda, pois parte dos alimentos que são adquiridos são oriundos da agricultura familiar”, ressaltou.
O evento contou com a participação dos secretários estaduais Luis Fernando Silva (Infraestrutura), Olga Simão (Cultura) e Antonio Heluy (Trabalho e Economia Solidária); deputados estaduais Antonio Pereira e Max Barros; além de vereadores e lideranças políticas e comunitárias.
 A proposta da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes) é de implantar seis restaurantes populares na capital. “Já temos dois restaurantes populares funcionando plenamente nos bairros do Anjo da Guarda e Cidade Olímpica. O próximo a ser aberto oficialmente, que está funcionando em caráter experimental, é a unidade do bairro Coroado que deve ser inaugurado no dia 26 de novembro”, anunciou o secretário Fernando Fialho.
 Ainda este ano, está prevista a inauguração do Restaurante Popular na Liberdade e a abertura da Cozinha Comunitária do Bequimão. No início de 2014 deve ser inaugurado outro, no Maiobão. Segundo Fernando Fialho, a ação visa garantir segurança alimentar das populações em vulnerabilidade social e em condições de pobreza ou pobreza extrema, com base no princípio do direito humano à alimentação adequada.
Em São Luís, no período de junho de 2012 a outubro/2013 já foram servidas mais de 592 mil refeições, nas unidades da Cidade Olímpica, Anjo da Guarda, Vila Luizão e Coroado. O investimento realizado até agora pelo governo estadual é superior a R$ 2,4 milhões.
"Fico feliz de participar desse momento, pois o Restaurante Popular integra as ações do Programa Viva Maranhão que ficou sob a minha responsabilidade a sua elaboração", declarou o secretário Luis Fernando Silva. Ele disse que o programa estabelece ações em várias áreas como saúde, educação, infraestrutura, mas o social ganhou destaque. "Importante por garantir alimentação aos mais carentes dentro de um círculo de geração de emprego e renda, considerando que 30% do que é adquirido para o restaurante vêm da produção agrícola familiar", destacou.
   Para o produtor rural do polo Panaquatira/São José de Ribamar, José Ribamar Caldas Silva, a vida tem seguido um novo rumo para os produtores da ilha. "Hoje são mais de 60 famílias de produtores rurais beneficiados vendendo parte de sua produção para os restaurantes populares, hospitais, escolas e outros espaços públicos", disse.

Restaurantes
Os Restaurantes Populares são equipamentos públicos de alimentação e nutrição, destinados ao preparo de refeições saudáveis, variadas e saborosas, que são vendidas a preços acessíveis, de forma a garantir aos trabalhadores urbanos e à população em situação de vulnerabilidade social o direito humano à alimentação adequada. Cada unidade produz um mínimo de mil refeições por dia ao custo de apenas R$ 1,00.
 As unidades são estrategicamente localizadas em áreas de grande fluxo de pessoas. Na Vila Luizão, Sol e Mar, Divineia, Santa Rosa e áreas adjacentes, são mais de 120 mil habitantes. Para o vigia Antonio José Araújo, que mora só, o restaurante popular é uma excelente opção. "Eu gasto apenas cinco minutos de bicicleta para chegar aqui, almoço e vou trabalhar, é muito mais prático", declarou.
Para a dona de casa, Maria da Assunção Meireles, o restaurante ajuda no dia a dia. "Quando tenho algo pra fazer fico sem tempo para cozinha, então, trago o marido e mais três filhas. A comida é excelente", ressaltou.

Segurança alimentar
Os Restaurantes Populares fazem parte da estrutura operacional do Sistema Nacional de Segurança Alimentar (SISAN) e, em consonância com a meta de erradicação da extrema pobreza, buscam potencializar sua articulação com outras políticas sociais relevantes para o alcance dessa população mais vulnerável, como o Programa Bancos de Alimentos, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), além do desenvolvimento de ações de Geração de Trabalho e Renda, Formação Profissional e Educação Alimentar e Nutricional (EAN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.