terça-feira, 19 de novembro de 2013

Justiça liberta homem que atropelou e matou no trânsito

Foi exatamente no plantão da desembargadora Maria dos Remédios Buna, domingo,  que Diego Anderson Silva Caminha, genro do vereador Pereirinha,  ganhou liberdade, mesmo sendo autuado por crime doloso, após atropelar a matar um pai de família, Durval,  um trabalhador que havia saído do seu serviço.
Foi no sábado, dia de finados, que Durval acabara de sair do  Val Paraíso, na estrada do Araçagy e parou sua motocicleta para atender ao telefonema da esposa, no acostamento do cemitério Pax União.
Foi quando surgiu um motorista bêbado e irresponsável, que trafegava em um Corola do outro lado da rodovia, para colher o trabalhador e mata-lo da forma mais cruel possível.
Ele foi preso em flagrante delito por crime doloso e de lá passou alguns dias no Hospital São Domingos, mas sempre apostando na Justiça que protege a uns e maltrata outros.
No plantão de domingo, aliás sempre nos plantões de  domingos algumas decisões estranhas, deu a liberdade a Diego Caminha por possuir residência fixa, trabalho lícito e por ser réu primário.
Então, pela ótica da Justiça, as portas estão abertas para qualquer motorista irresponsável sair por aí atropelando a matando trabalhadores, que o caminho de casa ou, talvez, novas investidas contra outras vidas, lhes aguardam. Lamentável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.