sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Seminário do Made in Maranhão é encerrado com mais de 350 inscritos

Mais de 350 pessoas estiveram presentes nos três dias de programação do seminário de lançamento do Programa de Valorização do Empreendedor Maranhense, o Made in Maranhão, realizado pela secretaria de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc) e instituições parceiras. O encerramento foi nesta quinta-feira (21), no Convento das Mercês, em São Luís.
O evento reuniu empresários de micro e pequeno porte, funcionários de associações comerciais, sindicatos, cooperativas, artesãos e instituições similares, acadêmicos da área de comércio exterior e afins que se distribuíram entre palestras e minicursos oferecidos durante a programação.
Para o secretário de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Mauricio Macedo, o grande número de participantes no seminário mostra que o empresário maranhense está cada vez mais ciente do seu potencial empreendedor e da importância em buscar a capacitação para tornarem seus produtos mais competitivos.
"Com este evento, pudemos perceber que o micro e pequeno empresário maranhense tem interesse em aprimorar os seus negócios. Durante o seminário, foram disponibilizadas informações, por meio de cursos e palestras, e apresentamos o programa Made In Maranhão que visa inserir as empresas no mercado, preparando-as para serem competitivas", observou o secretário.
O Made in Maranhão visa à inserção competitiva das empresas maranhenses nos mercados interno e externo, por meio da inovação tecnológica, da produtividade e da qualidade. Dentre as empresas que já aderiram ao programa, estão a Charmousse Sobremesas Geladas; a Bonno Alimentos; Mucambo Criação e Engenharia; Indusnatu Indústria de Produtos Naturais; e Água Mineral Lençóis Maranhense, que apresentaram seus produtos durante o seminário. 
Além da Sedinc, atuam na cogestão do Made in Maranhão a Associação Comercial do Maranhão (ACM), Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Correios, Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq/MA), Ministério da Agricultura, Receita Estadual, Receita Federal, Rede Agentes, Sebrae e Senac.
A cerimônia de encerramento do seminário contou com a participação do secretário adjunto de Comércio e Serviços da Sedinc, Augusto Maia Junior; da presidente da Associação Comercial do Maranhão, Luzia Rezende; e da presidente da Fundação da Memória Republicana Brasileira, Anna Graziella Costa, que falaram em nome das demais instituições que compõem o Grupo de Trabalho (GT) do programa; além de empresários que já aderiram ao Made in Maranhão, que deram seus depoimentos e expuseram as suas perspectivas com o programa daqui por diante. Ao final da cerimônia, foi realizada uma degustação dos produtos Made in Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.