segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Confronto no Morro Zé Bombom entre grupos rivais deixa um inocente morto e outro ferido

Policiais militares do 1° BPM em conjunto com Serviço de Inteligência efetuaram a prisão de quatro pessoas suspeitas de envolvimento no homicídio que vitimou o adolescente Luís David Padilha de Oliveira, 12 anos e na tentativa de homicídio de um segundo adolescente, de 14 anos, atingido pelos disparos durante a troca de tiros entre grupos rivais na Rua Alto do São Sebastião no morro do Zé Bombom, no bairro do Coroadinho, fato ocorrido na noite do último sábado (21). Na ocasião um adolescente também foi apreendido.
Foram detidos: Diego Rodrigues Viegas, 20 anos, Naldivan Romualdo Borges, Joseilson de Jesus de Sousa Câmara, ambos de 21 anos, José Maria Santos Silva, o “Pocinha”, 19 anos, e ainda apreendido um adolescente.
De acordo com informações policiais, o adolescente foi atingido quando passeava de bicicleta, próximo ao local em que ocorria o confronto.  Os disparos atingiram a cabeça e o pescoço da vítima. O garoto foi socorrido e encaminhado ao hospital Djalma Marques, Socorrão I, mas já chegou sem vida. Outro adolescente, de 14 anos, foi atingido por dois disparos de arma de fogo na coxa direita. O adolescente foi atendido na unidade de saúde e já esta fora de perigo.
Com a informação do tiroteio, o comandante do 1º BPM, major Carlos Sodré deslocou imediatamente várias equipes para o Coroadinho e durante a abordagem a um veículo modelo Fiesta, de cor preta, placas LWL 4098, os cinco ocupantes foram revistados e identificados por participação no tiroteiro. No interior do veículo foram apreendidas três armas, sendo um revólver Taurus calibre 38, uma pistola PT 380mm com a numeração raspada, uma escopeta calibre 12 com duas munições intactas e duas deflagradas calibre 38mm e ainda munições  de diversos calibres.
Foi localizado outro veículo, usado por um dos grupos envolvidos, um Ford Ka, de cor preta e  placas NXM 3773. Segundo apurou a PM, os dois veículos são produtos de roubo.
Os suspeitos foram conduzidos para o plantão da Vila Embratel. No distrito policial, eles foram ouvidos pelo delegado plantonista Luís Henrique Tinoco e autuados em flagrantes por formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. As investigações vão continuar a fim de identificar se há outras pessoas envolvidas na morte do adolescente e na tentativa de homicídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.