sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Governadora Roseana prestigia formatura de 437 profissionais da Polícia Civil

Mais de 430 candidatos participaram do encerramento do Curso de Formação Profissional da Polícia Civil do Maranhão, nesta quinta-feira (12), em cerimônia que contou com a presença da governadora Roseana Sarney. O evento foi realizado Centro de Convenções Governador Pedro Neiva de Santana. O curso é a última etapa de concurso realizado pelo Governo do Estado, por meio das Secretarias de Segurança Pública (SSP) e de Gestão e Previdência (Segep). A partir de agora, terá início o processo de nomeação e posse dos concursados.
A governadora Roseana lembrou que este é o maior concurso para a Segurança Pública, já realizado no estado. “Todo esse efetivo, de quase 2.500 policiais militares, civis e bombeiros, começará a ser empregado no início de 2014, principalmente nas cidades do interior do estado, onde há grande demanda. Além do concurso público, as ações e investimentos na área de segurança não param. Adquirimos mais 400 novas viaturas e 150 motos, que serão entregues em fevereiro”, disse.
Roseana Sarney destacou que na próxima semana também será encerrado o Curso de Formação de Bombeiros Militares. Informou, ainda, que no dia 13 de janeiro terá início o curso para delegados e em fevereiro será concluído o curso da Polícia Militar.

Aumento de vagas
O secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, lembrou que o número inicial de vagas no concurso aumentou. “Na Polícia Civil, aumentou em 70% o contingente inicialmente previsto, totalizando 437. E na Polícia Militar se for confirmada a inclusão de mais 1.000 vagas, vai aumentar em 50% o número de policiais aprovados. Com certeza, a política de segurança no estado, que é de inclusão de novos profissionais, deve ser mantida nos próximos anos e com isso, ganha toda a sociedade maranhense, que vai sentir a presença mais efetiva da polícia nas ruas”, ressaltou. 
Para o secretário de Gestão e Previdência, Fábio Gondim, esse é um momento importante para os concursandos, que em breve serão nomeados e a sociedade vai receber novos de policiais, competentes e capacitados. “O governo está realizando um conjunto de ações que vão melhorar as políticas públicas de segurança. Foram abertas pouco mais de 200 vagas para diversas áreas na Polícia Civil e foram selecionadas 437 pessoas que estão aptas para assumirem os cargos”, afirmou
A delegada geral da Polícia Civil, Maria Cristina Meneses, reforçou que o certame beneficia todo o Maranhão. “Com o concurso, vamos suprir as comarcas que ainda não possuem delegados, a partir de março, quando eles se formarão. Com isso, vamos agilizar os inquéritos, fazer a investigação de modo mais proveitoso e rápido. Os aprovados atuarão tanto no interior, como na capital”.
Aprovada em 1º lugar no curso de formação na área de Médico Legista, a concludente Flávia Figueiredo falou da emoção em encerrar esta etapa. “O curso foi especial, tivemos aulas que servirão ao exercício profissional, como as de tiro e de defesa pessoal, que irão nos embasar na carreira. Fico feliz em acrescentar ao quadro de médicos legistas do estado e prestar um bom serviço ao Maranhão”.
Também participaram da solenidade o secretário chefe da Casa Civil, João Abreu; o chefe do Gabinete Militar, coronel José Ribamar Vieira; os deputados federais Lourival Mendes e Sétimo Waquim; o deputado estadual, José Carlos Nunes; o comandante do Corpo de Bombeiros, Vanderley Pereira; e o diretor da Academia Integrada da Polícia Civil, Mauro Costa da Rocha; além dos superintendentes, diretores de órgãos da Polícia Técnico-Científica, representantes do Sistema de Segurança e familiares dos formandos.

Novos profissionais
Ao todo, foram formados 437 candidatos, sendo 261 Investigadores, 80 Escrivãs, 45 Peritos Criminais; 14 Médicos Legistas, nove Farmacêuticos Legistas, 12 Odontolegistas e 16 Auxiliares de Perícia Médico Legal. O treinamento teve duração de três meses e, a partir de agora, o Governo do Estado dará início ao processo de nomeação e posse.
Cada curso teve a carga horária total de 350 horas/aulas, constituído por uma média de 25 disciplinas, em que os alunos foram submetidos a avaliações teóricas e práticas, sendo todas de caráter eliminatório e classificatório, tais como: Educação Física, Defesa Pessoal e Armamento e Tiro, Ética e Cidadania aplicada à Atividade Policial, Psicologia e Saúde Aplicada, Direitos Humanos, Investigação e Inteligência Policial, entre outras.
Conforme previsto no edital do certame, foram considerados aprovados os alunos que obtiveram em cada disciplina nota igual ou superior a 5, sendo eliminado automaticamente e desligado do curso, o aluno que alcançou nota inferior.
Para o concurso da Polícia Civil foram inscritos um total de 14.485 candidatos. A realização de todas as etapas do processo seletivo é de responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Outras ações
O Governo do Estado também desenvolve um leque de ações para fortalecer as ações de segurança. Está em fase de construção a Unidade de Segurança Comunitária (USC) do Coroadinho e já foi assinada a Ordem de Serviço para a obra na Cidade Olímpica. A previsão é que sejam criadas mais 11 USCs na capital e no interior. 
Também já está autorizada a reforma e construção de Delegacias e Batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros no interior. Ainda este mês, será inaugurado o Grupamento do Corpo de Bombeiros em Bacabal, que contará com caminhão de combate a incêndio, ambulância e outros equipamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.