terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Holandão no governo de Holandinha

Há pelo menos três semanas, ouve-se nos bastidores um forte zunzunzum de que o ex-deputado Edivaldo Holanda estaria pronto a assumir cargo de poder na gestão do filho, Edivaldo Júnior (PTC).
Segundo apurou o blog, o próprio Holandão já estaria ansioso para a missão; e Holandinha teria aceitado, finalmente, dividir com o pai a responsabilidade da gestão.
Este blog sempre defendeu a presença de Edivaldo Holanda no governo do filho.Entende que o ex-deputado tem ops pré-requisitos necessários para comandar o governo,  coordenando secretários e articulando politicamente, deixando a Holandinha a tarefa de gerir o dia dia da administração.
Mas há empecilhos para a entrada de Holandão no governo de Holandinha.
Em primeiro lugar, ele não se dá com boa parte da nova geração da administração, muito mais ligada ao filho, até por uma questão de coincidência temporal.
Além disso, a presença do pai do prefeito no governo do filho significaria o afastamento definitivo de Flávio Dino.
Holandão e o chefão comunista nem sequer se toleram, o que impede, inclusive, a presença os dois no mesmo lugar.
Fracassado em seu primeiro ano de gestão, Edivaldo Júnior sabe que – se pensa ainda em segundo mandato – tem a necessidade de tentar virar o jogo no difícil ano eleitoral de 2014.
E para isso precisa de pulsos fortes no comando da administração.
Mas terá que escolher entre o pai, Holandão, e o tutor, Flávio Dino…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.