segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

FIM DE ALIANÇA ENTRE PT E PMDB

O rompimento da aliança entre PMDB e PT no Rio de Janeiro foi confirmado nesta segunda-feira com o anúncio petista de que deixa o governo de Sérgio Cabral (PMDB) em meio a divergências sobre as candidaturas para governador na eleição deste ano.
O divórcio, após sete anos de aliança entre as duas siglas no Estado, coloca em dúvida o empenho do PMDB fluminense na campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff. O rompimento vem depois que tanto petistas quanto peemedebistas insistiram em candidaturas próprias para a sucessão de Cabral.
O governador não abre mão de lançar seu vice, Luiz Fernando Pezão, para o posto, enquanto o PT deve lançar o senador Lindbergh Farias. O anúncio da saída petista do governo Cabral, comentada já desde o ano passado, foi feito após reunião entre o governador e o presidente regional do PT, Washington Quaquá.
Do blog:Assim como aconteceu no Rio de Janeiro o rompimento de um casamento de sete anos, possa ser que o mesmo aconteça no Maranhão,depois de algumas declarações de descontentamento do presidente nacional da sigla,Ruy Falcão,onde disse ter sido maltratado por Roseana.Um outro fator é a crise no estado,o PT teme que possa respingar e atingir a candidatura de Dilma.Mais um ponto fundamental  é que Flávio Dino desponta com Larga vantagem nas pesquisas para governo do estado,com isso, fica evidente que os maranhenses não querem mais a família Sarney no poder.O último e crucial motivo para o fim do casamento também no Maranhão,a governadora armou,e conseguiu tirar o vice Woshington,para não permitir que o PT assuma o governo após sua saída para concorrer a vaga no senado.
Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.