sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Retaliação? Antes de sua morte, preso havia revelado como funciona o sistema de facções em Pedrinhas

Este blog havia noticiado anteriormente a entrevista com dois presos acusados de matar um colega de cela na Penitenciária de Pedrinhas.
Conhecidos como Berruga e Jhonny, os presos relaram quantas facções existem e quem poderiam ter sido os verdadeiros culpados pela morte do detento Josivaldo Pinheiro, ocorrida ainda no começo deste mês.
Berruga foi o que mais se atreveu a revelar nomes de facções e seus líderes. O próprio chegou a afirmar que, por não fazer mais parte de nenhuma facção, estava cotado para morrer.
Ali tá um barril de pólvora, qualquer hora é a hora de explodir. E o Bonde dos 40 quer morte. Não existe mais rebelião de faca, mas sim de arma.
Além disso, Berruga acusou a direção da CDP de colocar facções perto uma das outras para gerar mais conflitos de morte (reveja aqui).
Ainda este mês, após a entrevista, Berruga foi transferido para o Centro de Ressocialização de Santa Inês. Berruga que na verdade se chamava Cledeílson de Jesus Cunha.
Uma equipe do Instituto de Criminalística foi ao local e as primeiras suspeitas são de que o detento havia sido sufocado com um lençol.
Reveja a polêmica entrevista no vídeo abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.