sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Seduc realiza formação dos agentes para alfabetizar 76 mil jovens e adultos no estado

Destinado à formação dos agentes multiplicadores, será realizado, neste sábado (25), a partir de 8h, no auditório da Fundação da Memória Republicana Brasileira (Convento das Mercês), o Seminário de Ação Alfabetizadora. A formação será promovida pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da supervisão de programação e execução de Projetos Especiais, em parceria com o Instituto de Treinamento, Capacitação e Seleção de Pessoal.
A formação terá como foco os multiplicadores selecionados para ministrarem formação de alfabetizadores no estado, com o objetivo de alinhar as diretrizes do Programa Brasil Alfabetizado, para garantir a unidade dos conhecimentos que serão ministrados durante as formações.
A supervisora de programação e execução de projetos especiais, Leila Tajra explica que o seminário vai permitir que os multiplicadores possam formar os alfabetizadores e alfabetizadores-coordenadores de turmas do programa Brasil Alfabetizado, ofertando referencial teórico que os leve a "refletir, apropriar-se e constituir criticamente um novo olhar, possibilitando melhorias em suas salas de aula".
A partir de segunda-feira (27) e até sexta-feira (31), os multiplicadores participantes do seminário irão realizar a formação inicial aos alfabetizadores em 24 municípios das Unidades Regionais de Educação (URES) de Pinheiro e Chapadinha, e no período de 03/02 a 07/02/, em 22 municípios das UREs de Codó, Pedreiras e Viana. Na primeira etapa de formação serão contemplados 46 municípios, atendendo a um total de 2.340 participantes.
A Formação Inicial será concebida como parte integrante do conjunto das ações onde os ensinamentos freireanos precisam ser constantemente revistos e refletidos a partir das práticas vividas em cada sala de aula, para que o alfabetizador, ao longo do processo, sinta-se seguro em lidar com o seu grupo e superar as dificuldades.
A formação visa, também, difundir os ensinamentos teóricos da prática de alfabetização de jovens, adultos e idosos, do campo e da cidade, apresentando domínio da metodologia e respeito à identidade do alfabetizando, demonstrar competência alfabetizadora através da vinculação teoria e prática no processo de formação e refletir sobre as concepções presentes nas práticas de alfabetização, compreendendo o alfabetizando como ator do processo de construção de conhecimento.

Combate ao Analfabetismo
Combater o analfabetismo no estado é uma das metas prioritárias do Governo do Maranhão, por intermédio da Seduc. Atualmente, visando reduzir os índices de analfabetismo, a secretaria contempla com os programas de alfabetização 76 mil jovens e adultos.

A Seduc, em parceria com o Movimento de Educação de Base (MEB), desenvolve esta ação em 57 municípios de sete unidades regionais e por meio do programa Brasil Alfabetizado, em parceria com o Governo Federal, ações de combate ao analfabetismo são realizadas em 91 municípios de 12 unidades regionais da Seduc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.