quarta-feira, 26 de março de 2014

Roseana deve deixar o cargo nos próximos dias

Faltando 10 dias para o prazo final da desincompatibilização para os que ocupam cargos públicos e desejam disputar  as eleições agora em 2014, as movimentações no Palácio dos Leões apontam para a saída da governadora Roseana Sarney.
Ela ficou animada com o convite pessoal da presidente Dilma Rousseff para que saia candidata ao Senado Federal e mais ainda com as última pesquisas que apontam o crescimento do seu nome.
Porém, os acordos ainda não estão bem esclarecidos quanto a eleição indireta para o mandato tampão em substituição a Roseana Sarney.Um grupo de deputados estaduais,
comandados pelo deputado presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, incluindo a bancada da oposição, argumenta que houve um acerto para que o governador indireto saísse do próprio Legislativo.
Esse suposto acordo deve ter sido feito só entre os deputados no principal gabinete da Assembleia sem nunca ser avisado ao Palácio dos Leões. Daí a reação da governadora em querer permanecer no cargo.
Ontem à noite circularam comentários de que Arnaldo Melo assumirá o cargo de governador interino amanhã, deixando o cargo no dia cinco de abril para que a presidente do Tribunal de Justiça assuma e convoque em 30 dias a eleição direta para eleger Luís Fernando.
Mas também na outra ponta correram boatos de que o presidente do Legislativo voltou a peitar a governadora Roseana Sarney e que não abriria mão de ser governador.
Há um sentimento entre as lideranças de que a governadora entre na disputa para garantir a representa do grupo no cenário nacional.
Enquanto um acordo definitivo não é selado, o grupo político da situação vive um dos piores climas de instabilidade em toda sua história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.