segunda-feira, 7 de abril de 2014

A verdadeira história sobre a decisão de Roseana em permanecer no governo

Uma fonte do blog, que conhece muito bem os porões do Palácio dos Leões, revelou a verdadeira história sobre a decisão da governadora Roseana Sarney de ficar no governo até o final do seu mandato.
Tudo começou quando Roseana descobriu um acordo feito entre o seu pai, senador José Sarney, o seu irmão, empresário Fernando Sarney, e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo.
Sarney e Fernando teriam vendido o governo para Arnaldo, sem o consentimento da chefe do Poder Executivo. Tudo combinado e muito bem planejado entre pai e filho, que ainda queriam a garantia da eleição de Roseana ao Senado.
Mas quando a governadora percebeu as estranhas pressões excessivas do pai senador e do irmão empresário para que ela saísse do governo, ficou indignada ao saber da existência de um ‘acordão’.
Foi aí que se instalou uma briga familiar. Sarney e Fernando de um lado e Roseana do outro. Desde então a governadora passou a não confiar em deixar o governo nas mãos do presidente da Assembleia.
Arnaldo Melo, por sua vez, acreditou até no último segundo que Roseana Sarney deixasse o cargo para ele assumir o governo e o compromisso com Sarney e Fernando.
Arnaldo Melo na época da assinatura do convênio da TV Assembleia, ao lado do então presidente do Senado, José Sarney
Arnaldo Melo na época da assinatura do convênio da TV Assembleia, ao lado do então presidente do Senado, José Sarney
Todo poder de confiança que Melo recebeu do senador José Sarney começou desde a assinatura do convênio para que a TV Assembleia torna-se uma emissora aberta com sinal digital.
Desde então Arnaldo Melo foi se aproximando e ganhando a confiança de Sarney. Assim como já tinha a confiança de Fernando, que indicou uma ex-investigada pela Polícia Federal que até hoje controla a comunicação do Poder Legislativo.
Essa aproximação do pai com o presidente da Assembleia foi percebida por Fernando Sarney, que passou a arquitetar um plano, visando a irmã governadora deixar o cargo para Arnaldo assumir.
Por essa razão, que o presidente da Assembleia Legislativa não abriu mão de assumir o governo – porque tinha a confiança e a proteção de Sarney e Fernando.
A consequência de toda essa armação resultou na decisão de Roseana Sarney em ficar no governo. Agora o que se observa é um verdadeiro desânimo dela em querer fazer seu sucessor. Isso é, se ela ainda tiver um sucessor até o final deste mês. Anotem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.