segunda-feira, 21 de abril de 2014

Fiéis celebram nas igrejas a ressurreição de Cristo

Época de renovação. No domingo em que se que celebra a ressurreição de Jesus Cristo, a comunidade católica de São Luís se reuniu nas igrejas de toda a cidade para a celebração da missa, um dos ritos de maior destaque no calendário litúrgico.

No Santuário de Nossa Senhora da Conceição, bairro Monte Castelo, a animação dos fieis e do celebrante marcou a missa das 9h. Logo na entrada do padre Arnaldo Menezes dos Passos, as palmas acompanhavam a execução dos cantos, expressando a alegria dos participantes. O padre destacou que enquanto a Páscoa católica celebra a ressurreição de Cristo após a Paixão da Sexta-Feira Santa, simbolizando a vitória da fé sobre o pecado e a morte, para a cultura judaica o momento se refere à libertação do povo hebreu da escravidão no Egito e o início da libertação.

“Na Quaresma, nós nos preparamos para celebrar a Páscoa, para que possamos mergulhar cada vez mais no mistério de Jesus Cristo, e permitir que Ele nos transfigure e nos transforme na Sua presença e modo de agir e ser. Viver a Páscoa significa exatamente seguir os passos de Jesus e viver uma vida servidora”, disse o padre a O Imparcial, esclarecendo que a missa solene com os rituais próprios da liturgia relativa à Páscoa se dá no sábado à noite, quando ocorre a chamada vigília pascal, a qual antecipa a ressurreição.

Para a professora Edinalva Coelho, participar da celebração pascal representa vida nova, a partir da reflexão de que Cristo morreu para salvar os homens do pecado. Acompanhada da filha pequena, a educadora chamou a atenção para a importância de se reforçarem os laços familiares e se transmitir o sentido real da Páscoa às novas gerações. Após a missa, Edinalva Coelho tinha programado um almoço em família, e apesar de ter deixado os ovos de chocolate em casa para entregar à criança na volta a casa, ela destacou que esse elemento consumista não deve ser considerado essencial.

Participante da Pastoral da Acolhida, José Ribamar Jesus Silva Pinheiro, de 19 anos, integrava o grupo de jovens que à porta do templo católico do Monte Castelo recepcionava os fieis que chegavam à celebração pascal. No entanto, ele explicou que o movimento, do qual faz parte há um ano, também realiza outras atividades, como a arrecadação de mantimentos para doação a grupos de idosos e crianças. “Quanto mais jovens virem para a igreja, será muito melhor. Os jovens são o futuro do país”, disse José Ribamar Pinheiro, recordando as mensagens do Papa Francisco I na última Jornada Mundial da Juventude, que ocorreu no Rio de Janeiro, em meados do ano passado.

Ovos de última hora
Chegado o Domingo de Páscoa, algumas pessoas aproveitaram para a compra de última hora dos ovos de chocolate. Na Rua Grande, onde a maior parte dos estabelecimentos comerciais mantinha as portas fechadas, durante a manhã havia vendedores ambulantes à espera dos fregueses com caixas nas calçadas, além de uma loja de departamentos que funcionou para não deixar passar a ocasião de vender as típicas guloseimas do período da Páscoa.

Com uma sacola nas mãos, o mantenedor de piscinas Ronaldo Santos Rocha tinha pressa de voltar a casa, no Monte Castelo, para entregar os ovos de chocolate ao sobrinho. Ele disse à reportagem que tentou adquirir o presente no sábado, mas desistiu em vista do grande movimento do comércio.

Já o entregador Kilder Keller e a autônoma Lúcia Santos não tiveram tempo de comprar com antecedência os ovos de chocolate, que pretendiam distribuir aos familiares – filhos, sobrinhos, mãe e irmãos. Segundo Kilder Keller, a semana de trabalho e a lotação das lojas foram as causas de ele não ter adquirido os presentes antes, e ele ainda considerou que por pouco não encontrava mais os ovos de Páscoa.

“A Páscoa é um momento especial tanto para mim quanto para meus filhos e familiares”, disse Lúcia Santos, que costuma entregar os ovos de chocolate todos os anos às crianças, que se queixam se receberem com atraso ou não ganharem os aguardados mimos. Depois da entrega dos presentes, a autônoma informou que iria almoçar com a família, aproveitando o feriado de segunda-feira para ir à praia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.