sábado, 19 de abril de 2014

Manifestação pró-Lobão Filho deve reunir 170 prefeitos

O senador Lobão Filho desembarca na quarta-feira em São Luís em clima de muita festa. Além da recepção no aeroporto Cunha Machado, uma grande manifestação de apoio será oferecida em um auditório da Assembleia Legislativa do Maranhão.
É esperado aproximadamente 170 prefeitos e centenas de vereadores. A iniciativa visa prosseguir a onda de explosão que foi a indicação do seu nome há duas semanas como pré-candidato a governador depois da renúncia de Luís Fernando.
Estão sendo ultimados os preparativos. O ato político, preparado pelo PMDB, vai contar com as presenças do pai, ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, os senadores José Sarney, João Alberto, Cafeteira, governadora Roseana Sarney a muitos deputados federais e estaduais.
Lobão Filho vai preparar a agenda e cair em campo no interior, onde vai se encontrar com as lideranças e caminhas nas ruas e avenidas abraçando o povão.
Mesmo sem coordenação de campanha, os que inicialmente armam as estratégias esperam que, a partir deste manifestação de quarta-feira, Lobão Filho consiga uma guinada nas pesquisas.

Emendas e convênios podem atrapalhar Lobão Filho

Prefeitos e deputados que estarão participando do primeiro encontro político com o pré-candidato a governador, Lobão Filho, em São Luís, na próxima quarta-feira, dia 23, estão afinados na mesma cobrança: querem o repasse das emendas parlamentares a  execução dos convênios firmados desde o início do ano passado.
As lideranças farão a cobrança ao senador Lobão Filho e existem até algumas mais afoitas que irão condicionar o apoio ao cumprimento do que foi acordado.
Entre os deputados o clima com o nome de Lobão Filho é de euforia, mas existe a insatisfação com a ausência do pagamento das emendas. “Ora, como vamos pedir votos para nossa reeleição e ao candidato a governador se não estamos horando compromissos com nossas bases por causa dos recursos das emendas que não estão sendo liberados?”, indaga um parlamentar do PMDB que prefere não ser identificado.
Boa parte dos prefeitos reclama que muitos convênios para execução de obras não saiu do papel e que sem as obras fica complicado convencer o eleitor a votar no candidato do governo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.