terça-feira, 1 de abril de 2014

O golpe de mestre de Lobão

A três dias do último prazo para que Roseana finalmente decida se renunciará ou não o governo para concorrer ao Senado, surgem novas especulações colocando o ministro Édison Lobão no centro do tabuleiro.
A primeira delas – e a mais espetacular – diz que Lobão vai se descompatibilizar do Ministério das Minas e Energia no dia 3 de abril, e caso Roseana permaneça no governo, ele renunciaria o seu mandato no Senado, abrindo vaga para o seu suplente e filho, Edinho Lobão, que cumpriria os quatro anos restantes de mandato, e ele, Lobão, sairia candidato ao Senado.
Com isso daria um mandato para o filho e ele seria um forte candidato ao Senado pelo grupo em outubro vindouro; além tonificar a própria candidatura de Luís Fernando, considerada um caso praticamente perdido.
A outra seria ele Lobão sair candidato ao governo, Roseana ao Senado tendo como suplente Luís Fernando e Arnaldo Melo sendo eleito governador indireto pela Assembleia. Neste caso, o acordo seria anunciado com a fotos de todos demonstrando união e tentando passar para a opinião pública que o grupo acertou suas diferenças para “o bem do Maranhão”.
Mas tudo são movimentos que o grupo Sarney faz em busca de uma solução para o imbróglio envolvendo os sarneysistas que a cada dia se aproximam do abismo.
Mas somente na sexta-feira, às 18h, que saberemos o resultado da partida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.