quinta-feira, 17 de abril de 2014

Sucessão 2014: se o filho perder, quem sairá derrotado é o pai


A governadora Rosana Sarney tem falado a amigos mais próximos e aos parentes que pretende ficar distante da sua própria sucessão. Ela entende que tinha um candidato, que era Luis Fernando Silva. Se ele perdesse para Flávio Dino, ela seria a derrotada.
Com a substituição de Fernando por Lobão Filho, encerrou sua participação mais ativa na campanha. Numa eventual derrota do senador do PMDB, o fracasso será debitado na conta do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.
A indicação do filho do ministro saiu da cabeça “inocente” do senador José Sarney, que se retira da vida pública, dando a impressão que saiu vitorioso. Tanto que não pretende arriscar uma disputa pelo Amapá.
A filha governadora avisa que do seu governo não sairá um investimento financeiro na campanha majoritária, exceto os já comprometidos com convênios e autorização de obras.
E pretende ao máximo evitar gastanças nas pastas da Saúde, Segurança Pública e Educação, hoje em mãos de seus mais fiéis aliados. São mais de R$ 3 bilhões até dezembro que serão aplicados até lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.