segunda-feira, 26 de maio de 2014

Chico Leitoa revela que Carlos Lupi quer candidatura própria do PDT no MA

O ex-deputado Chico Leitoa, vice-presidente do Diretório Estadual do PDT, revelou em artigo divulgado no fim de semana, que o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, tem postura “veemente” contra a “não participação do partido na chapa majoritária” encabeçada pelo comunista Flávio Dino.
“O presidente Nacional do PDT reagiu e reage de forma veemente à não participação do partido na chapa majoritária. Por ele, mesmo fora de hora, o PDT partiria com candidatura própria no primeiro turno, até porque o partido tem um pretendente com potencial, ou na última das hipóteses, tomaria outro caminho”, escreveu.
Segundo Leitoa, em reunião “muito tensa”, realizada “dias atrás”, em Brasília, Lupi cobrou dos pedetistas maranhenses uma posição firme em relação à traição do PCdoB – que rifou o PDT da chapa para ceder a vaga ao PSDB, com a indicação do deputado federal Carlos Brandão como candidato a vice-governador.
“[Carlos Lupi] Solicitou tal posição dos companheiros do Diretório Regional do Maranhão, em reunião muito tensa dias atrás em Brasília. Depois de três horas de debate, delegamos a ele as tratativas que pudessem contornar o grandioso problema, levando em conta o seu e o nosso descontentamento, mas também a nossa posição/situação”, continuou.
Ainda de acordo com o pedetista, além de haver sido rifado da chapa, o que incomoda o partido é o fato de o PSDB haver acabado de integrar a coalizão dinista, já indicar o vice e, ainda, tentar impor o candidato a senador – o ex-prefeito João Castelo é o nome dos tucanos.
“Várias conversas internas apontam para um posicionamento sintonizado com a Nacional, porém, o andamento do processo nos incomoda, pois na contramão do nosso sacrifício, o PSDB (sim, pois ninguém é candidato de si mesmo ou sem o aval do partido), desconsiderando toda a luta travada pela UNIÃO com sacrifícios dos partidos aliados até então, no momento em que mais se enaltece a sua chegada, tenta impor uma candidatura ao Senado, numa aliança que já tem candidato, não levando em conta o acerto com sua direção nacional, e a delicadeza da situação, que pode desmantelar tudo e redundar numa tragédia para a oposição”, completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.