quarta-feira, 28 de maio de 2014

Seic prende quadrilha que cometia crime de saidinha bancária em São Luís

Agentes da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) apresentaram, na tarde desta segunda-feira (26), uma quadrilha especializada em “saidinha” bancária. De acordo com a polícia, o grupo é o responsável pela metade dos crimes dessa modalidade que aconteceram na Região Metropolitana de São Luís desde o início do ano.
O bando foi preso no domingo (25), após investigação e monitoramento da Polícia Civil, parte em uma residência no bairro do São Cristóvão e a outra na via pública. Com o grupo, foram apreendidas três armas de fogo, sendo dois revólveres calibre 38 e uma pistola ponto 40, munições, um Cross Fox, prata, de placas NXB 2278, e 12 celulares, que podem ser de vítimas de assaltos cometidos pela quadrilha.
De acordo com o delegado Antônio Martins, os assaltantes, todos com passagem pela polícia, fazem parte de um grupo maior, com atuação no Maranhão, Pará e Ceará. “Eles agem nos três estados, quando a polícia prende os membros em um local, eles se mudam para outro, e assim vão atuando de estado em estado”, afirmou.
O grupo, que realizava em média três assaltos por semana, foi o responsável por um grande assalto, duas semanas atrás, no qual levaram da vítima mais de R$ 200 mil.
Foram autuados pela polícia Jean Jaques Pinto Belém, conhecido como Neguinho ou Jota-Jota; Edijones Poter dos Santos; e Izaqui Santana Cordeiro, já preso pela Seic em 2010. Os três são oriundos de Belém (PA). Foi preso também José Maria de Souza, vulgo Camarão, natural de Camocim, que de acordo com as investigações era o líder da quadrilha.
A polícia já tem o nome de mais três envolvidos com o bando no crime de “saidinha” bancária, mas para não atrapalhar as investigações, as identidades foram preservadas. Os quatro presos ficam agora à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.