quarta-feira, 27 de agosto de 2014

SSP apresenta sequestradores e assaltantes

Em entrevista coletiva, o subdelegado Geral da Polícia Civil, Augusto Barros, apresentou, nesta quarta-feira (27), no auditório da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), em São Luís, três criminosos envolvidos em assaltos a banco e sequestros nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Presentes na coletiva, o superintendente da Seic, delegado Luís Jorge Matos, e o chefe do Departamento de Combate a Roubos a Instituições Financeiras (DCRIF), delegado Thiago Bardal.

A prisão dos irmãos Robson e Neusuiton Pires de Andrade e da esposa de Robson, Magelma Pinheiro Leite, todos do Pará, foi na cidade Paulo Ramos, no interior do Maranhão. Foi em decorrência de uma ação realizada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) do Maranhão e pelo Departamento Estadual de Investigações (Deic) de Goiás.  Posteriormente aos procedimentos policiais, o trio seguiu para Goiânia, onde responderão pelo crime de extorsão mediante sequestro.

Crimes

Segundo o delegado Thiago Bardal, o trio é suspeito de cometer sequestro que vitimou um empresário do ramo da construção civil, ocorrido em 20 de maio, em Goiânia. A vítima, de acordo com o delegado, ficou 12 dias em cativeiro e só foi liberto depois do pagamento do resgate, no valor de R$700 mil, efetuado pela filha do empresário. Depois disso, a quadrilha continuou a ameaçar a vítima de morte e solicitou mais uma quantia de R$400 mil divida em 4 vezes.

A primeira parcela, equivalente ao valor de R$100 mil foi entregue ao bando. No dia acertado para o pagamento da segunda, 5 de agosto, as vítimas acionaram a polícia e os investigadores conseguiram efetuar as prisões de Ronaldo José  da Silveira, João José e José Carlos, integrantes da quadrilha, com a quantia de R$50 mil.

“O restante do dinheiro teria sido repassado aos outros participantes do grupo, que estão foragidos. Com a prisão do trio, Robson, Neusuiton e Magelma empreenderam fuga para a cidade de Paulo Ramos. “Após várias informações trocadas com a Deic de Goiás, nós conseguimos descobrir o esconderijo dos sequestradores e prender os envolvidos no sequestro” informou Thiago Bardal. Ainda durante a ação, os policiais apreenderam um veículo Corola, adquirido com o dinheiro recebido no regaste.

O superintendente da Seic, Luís Jorge Matos explicou que Neusuiton e Robson são conhecidos como irmãos metralhas, pois integram uma quadrilha de assaltantes que age, desde a década de 90, no Pará, Maranhão, Tocantins, Mato Grosso e Piauí. “Foi uma das prisões mais importantes de 2014 feitas pela Seic, pois a quadrilha é de extrema periculosidade e atuava em vários estados”.

Robson Pires de Andrade, informou o superintendente, tem uma extensa ficha criminal, o que inclui assalto a banco, carro forte, tráfico de drogas e sequestro.  Já Neusuiton Pires de Andrade é condenado a 20 anos de prisão em Mato Grosso. Ele teria participado de um assalto a duas agências bancárias, na cidade de São José do Rio Claro (MT).

Na ocasião, o grupo criminoso fechou a cidade e ameaçou todos os moradores do local. Segundo a polícia, Magelma Pinheiro Leite é a responsável pela ação criminosa de lavagem de dinheiro, pois com os valores roubados e extorquidos das vítimas são comprados diversos imóvel, veículos e viagens, todos em nome dela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.