quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

RESTAURANTE TIA TEREZA ” Venha provar essas Delicias “

RESTAURANTE TIA TEREZA ” Venha provar essas Delicias “

A briga pelo voto será intensa em São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa

A briga pelo voto será intensa em São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa

Raposa-CGU quer que TCE-MA reprove contas de 214 municípios; prefeitos ficarão inelegíveis

Raposa-CGU quer que TCE-MA reprove contas de 214 municípios; prefeitos ficarão inelegíveis

O Governo do Estado, por meio da Sedes, estará em na Raposa nessa sexta, sábado e domingo

O Governo do Estado, por meio da Sedes, estará em na Raposa nessa sexta, sábado e domingo

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

LADRÕES INVADEM RESTAURANTE E ROUBAM CLIENTES E FUNCIONÁRIOS NA RAPOSA


downloadA insegurança que toma conta da cidade tem deixado a população até mesmo sem as opções de lazer, na tarde deste domingo(10), os clientes e funcionários do restaurante Aventura Rural, localizado na estada da Raposa, passaram por momentos de terror.
O estabelecimento foi invadido por cinco homens armados todos com armas de fogo, que roubaram clientes e funcionários, celulares, dinheiro, joias dos clientes.
Os bandidos também roubaram objetos pessoais dos empregados do estabelecimento comercial, levaram toda renda do dia.
um morador do município de Raposa, conhecido como Norton foi espancado pelos marginais logo após o assalto eles fugiram sem serem identificados.

Briga generalizada no estádio de Raposa.

A Polícia Militar atendeu uma solicitação para acabar uma briga generalizada na tarde deste domingo (11),em Raposa,MA. De acordo com a fonte, a confusão ocorreu por volta das 18:00 no estádio Euclides Gomes da cunhada vila Bom Viver.10559929_493077290895124_8773944076256395522_n
Segundo testemunhas, uns rapazes tinham acabado de participar de um jogo de futebol entre União Brasil e Cruz vermelha que tiveram como adversários a equipe de futebol do secretario de esporte da cidade Enoque.
A confusão foi ocasionada pela falta de seriedade da arbitragem.
O juiz selecionado era o Hildo imediatamente trocaram pelo santos Aguiar amigo do secretário conforme relatou a fonte presente no estádio.
Agrediram o juiz o secretário de árbitro seu pedro reviraram a mesa da mesária.
Segundo o que publicaram internautas em rede social, houve muitas agressões.
De acordo com a Polícia Militar, uma guarnição foi ao local para dispersar a briga, porém a briga já tinha terminado e ninguém foi preso. A PM não afirmou se houve feridos.
Tentamos contato com Enoque Lisboa secretário de esporte de Raposa sem sucesso.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

tradicional ritual de queimação das palhinhas no Alto do Farol Raposa


Em comemoração ao Dia de Reis, celebrado no dia 6 de janeiro, a Comunidade Nossa Senhora da Vitoria, realizou, nesta quarta, a tradicional “Queimação de Palhinhas”, no Alto do farol, às 19h. A queimação encerra a programação de Festividades do Natal.WP_20160106_20_08_41_RawWP_20160106_20_10_04_RawWP_20160106_20_10_13_RawWP_20160106_20_11_59_Raw
Em comunidades mais apegadas às tradições, o processo de desmonte dos presépios de Natal é antecedido pela “Queimação de Palhinhas”, ritual religioso centenário realizado, principalmente no Maranhão.
Homenagem ao Menino Jesus, a “Queimação de Palhinhas” retrata os reis magos em visita ao recém-nascido na manjedoura. Os fiéis vão desmontando os présepios e retirando as palhas de uma planta chamada murta usadas para decorá-los. As plantas são colocadas em um fogareiro, produzindo um aroma agradável. Enquanto isso, são cantadas ladainhas em latim e um hino próprio para a “queimação”. Os fiéis então fazem pedidos para o ano que está começando. Segundo Brayan Verde, muitos fazem o ritual também como forma de pagar promessas.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Estrada da Raposa é bloqueada com pneus em chamas

A Rodovia MA-202, mais conhecida como Estrada da Raposa, na Região Metropolitana de São Luís, foi interditada nos dois sentidos na manhã desta segunda-feira (4).
A situação parecia mais um protesto de moradores porém, até as primeiras horas desta manhã, não havia nenhum manifestante no local. A pista foi obstruída, próximo à entrada do bairro Pirâmide, com pneus em chamas.
Motoristas que trafegavam pelo trecho se depararam com a estranha situação. Segunda a Polícia Militar, ninguém se manifestou em nome do movimento. Apenas uma moradora relatou sobre a insatisfação com roubos na região. A pista foi liberada por volta das 8h30.
“Ninguém apareceu assumindo autoria. Alguém insatisfeito, por conta da infraestrutura, quis se manifestar fazendo uma linha de pneus e tocando fogo usando gasolina para interditar a via. Mas ele se evadiu”, afirmou.
Uma moradora do bairro confirmou as causas da manifestação. “Tô aqui dando apoio, mas isso aqui é só um alerta. Aqui são três ou quatro roubos bem cedo, só nessa entrada. Já fiz muita reclamação, trouxe reportagem aqui, filmamos o posto da polícia que não tem polícia. Nós somos assaltados 24h. É uma falta de respeito com a comunidade”, afirmou Wanda Araújo Silva, 44 anos.
O protesto terminou por volta das 8h30 e uma das faixas da pista foi liberada para a passagem de veículos. O G1 solicitou ao Governo do Maranhão posicionamento sobre a falta de policiamento e o andamento da obra na estrada da Raposa, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.

Leia mais,http://avozdaraposa.com.br/ 

sábado, 2 de janeiro de 2016

Conheça o roteiro turístico e as belezas naturais de Raposa, MA

Praias e águas mornas são os destinos de muitos turistas da Raposa. Para quem tem um tempo de folga, opções de lazer na Ilha não faltam.



Janeiro chegou e, para muita gente, com ele chegam as tão sonhadas férias. Para quem tem um tempo de folga, opções de lazer na Ilha não faltam. São rios, mangues, praias, uma mistura de biomas que faz do município de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís, um dos lugares mais belos do Maranhão e o destino das férias de muitas pessoas.

Dunas e praias com águas mornas recebem o nome de “Fronhas Maranhenses” e, facilmente, atraem turistas como Valdeth Cardoso, que mora em Sergipe há 30 anos e é a segunda vez que vai à Raposa. “É um passeio fantástico! Eu fiquei deslumbrada. O Maranhão, que é minha terra natal, é, realmente, muito bonito”, diz.
As embarcações ficam atracadas na área do Viva Raposa. Nelas, os turistas passeiam pela orla e área de mangue da cidade. Herbert Reis levou a família para a Raposa e aproveitaram juntos o banho no Banco de Sarnambi. “O momento do banho é muito bom, porque fica aquela expectativa de que a gente acha que é fundo. Só que quando a gente entra e fica com 50 centímetros de água e é só tranquilidade”, conta.
Subir na duna não é tarefa fácil, mas a vista, lá de cima, faz o esforço valer a pena. A jornalista Susana Piñol veio de São Paulo para conhecer a Raposa, e se encantou com as belezas naturais do lugar. “É lindo ver essa diferença de biomas, do mangue, depois a gente vem pras dunas e depois tem praia”, diz.
Clique AQUI e assista a reportagem completa da TV Mirante.

CGU detecta atraso de obras na Raposa

Conforme os auditores, as obras estão paralisadas desde o fim de 2012, sem que tenham sido tomadas as providências necessárias.


Fonte: Neto Ferreira


A Prefeitura da Raposa foi alvo da auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) durante o período de 11 a 18 de setembro de 2015. Foram fiscalizadas a aplicação dos recursos do Programa 1250-Esporte e Lazer da Cidade/Ação 5450 – Implantação e Modernização de Infraestrutura para Esporte Recreativo e de Lazer no município de Raposa.
“O objetivo do trabalho consistiu em avaliar a situação atual do objeto do Contrato de Repasse nº 0279.384-26/2008, firmado pelo Ministério do Esporte, representado pela Caixa Econômica Federal – CAIXA e o Município de Raposa/MA, pertinente à construção de uma quadra de esportes coberta, no valor de R$ 314.755,79” afirmou o relatório da CGU.
Segundo a Controladoria, o contrato foi firmado em 2008 para que uma quadra coberta de esporte fosse construída na cidade no valor de R$ 321.352,71, sendo que 195 mil são oriundos da União e R$ 126.352,71 do município. O prazo de conclusão da obra seria até dezembro de 2009, no entanto foi prorrogado por mais 4 anos.
De acordo com a CGU, a construção ficou parada por 2 anos e a União já tinha repassado o montante de R$ 100 mil em julho de 2010 e a Prefeitura só creditou na conta do programa o valor de R$ 53.974 mil dos R$126 mil.
“Para a execução do objeto contratual a Prefeitura de Raposa promoveu licitação na modalidade Tomada de Preços, sob nº 04/2012, tendo sido declarada vencedora do certame a única empresa participante, J.B. Construções Ltda., CNPJ 07.544.405/0001-30, que firmou contrato com a Prefeitura em 7 de maio de 2012, no valor de R$ 314.755,79, com prazo de execução da obra de 120 dias.”, detectou a CGU.
Conforme os auditores, as obras estão paralisadas desde o fim de 2012, sem que tenham sido tomadas as providências necessárias.
Outro contrato analisado pela Controladoria-Geral foi o nº 263348-35/2008, firmado também entre pela Caixa Econômica Federal, representando o Ministério do Esporte, e a Prefeitura de Raposa, também para a construção de quadra poliesportiva, no valor de R$ 245.053,77.
Foram repassados o montante de R$195 mil pela União e pela administração municipal foram depositados o valor de R$ 50.053,77 . “O prazo de vigência, incialmente previsto para encerrar-se em 30 de dezembro de 2009, foi sucessivamente prorrogado até 30 de setembro de 2013” afirmou o documento.
Segundo a CGU, o contrato foi assinado sob clásula suspensiva que determinou a necessidade de apresentação da documentação técnica de engenharia, de titularidade de área e de licença ambiental prévia, no prazo de 90 dias a partir da assinatura do ajuste. No entanto, não houve a apresentação de tais documentações.
O Ministério do Esporte ainda prorrogou o prazo por mais 120 dias para que o compromisso fosse cumprido. Porém, não foi honrado e contrato foi rescindido. “De acordo com o Ofício nº 1251/2014/GIGOV/SL/SR/MA, de 9 de outubro de 2014, o contrato foi rescindido em virtude do término da vigência contratual, com fundamento no artigo 79, inciso I, da Lei nº 8.666/93”.
Raposa
Raposa 1
Raposa 2
Raposa 3
Raposa 4