terça-feira, 27 de setembro de 2016

Vítima de enfarto, morre Maria Lúcia Teles, uma das fundadoras do PDT de Leonel Brizola no Maranhão



Fundadora, ao lado do marido, o jornalista Reginaldo Teles, e outros militantes seguidores de Neiva Moreira, Jackson Lago e Leonel Brizola, Maria Lúcia Teles faleceu nesta segunda-feira (26), vítima de enfarto. Seu corpo está sendo velado na Pax União da Rua Grande (Centro) e o sepultamento será nesta terça-feira (27), pela manhã, no Cemitério do Gavião, no bairro da Madre de Deus.

Maria Lúcia Teles foi também militante do movimento pela Anistia Ampla, Geral e Irrestrita, nos anos 1970, que culminou com a volta dos exilados. Amiga de Neiva Moreira e Jackson, foi uma das primeiras a assinar ficha de filiação ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), mas migrou para o Partido Democrático Trabalhista (PDT), depois que a legenda petebista foi dada a Ivete Vargas e não a Brizola.

Militante do trabalhismo de Brizola, Maria Lúcia foi uma das que mais sofreram com as mudanças ocorridas na legenda após a morte do ex-governador Jackson Lago, que transformou o PDT numa das legendas mais pragmáticas, sem conteúdo ideológico e dirigida por quem não tem a menor identificação com os ideias da legenda.
Mulher,Esposa,Mãe e acima de tudo mulher guerreira.

Esposa do jornalista Reginaldo Carvalho Telles, deixa 11 filhos, netos e bisnetos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.