sexta-feira, 21 de abril de 2017

Programa do Udes Filho em parceria com o projeto EXPOSEGMA, entrevista o major Nogueira do Batalhão Ambiental do Maranhão, na Radio União FM na Cidade de Raposa.


Igreja Quadrangular promoverá ações de combate ao sedentarismo no Bairro de Fátima

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 80% da população
brasileira é atingida pelo sedentarismo. A Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte alerta, ainda, sobre a influência em condições clínicas como a hipertensão arterial, acidente vascular encefálico, doença vascular, obesidade, diabetes, osteoporose, câncer de cólon, mama, próstata e pulmão, ansiedade e a depressão.

E é visando combater esses alarmantes dados, que a Igreja do Evangelho Quadrangular do Bairro de Fátima, lançou o projeto “EU ATIVO”, tal projeto tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida da comunidade do Bairro de Fátima, através da implantação de uma cultura de prevenção em saúde, reduzindo doenças causadas pelo sedentarismo.

As aulas serão realizadas durante todos os sábados de 2017 pela manhã das 7hs às 8h30 nas dependências da igreja e serão ministradas por profissionais e estudantes da área da fisioterapia e educação física. Além disso, os moradores da comunidade devem receber também orientações de professores de educação física e especialistas da área da saúde, através do projeto. Todos os participantes passaram por avaliação.

A ação será totalmente gratuita, porém o interessado deve pagar apenas uma taxa de R$ 20 reais no ato da inscrição para auxiliar na compra de equipamentos que devem auxiliar nas atividades físicas. As inscrições podem ser feitas na própria igreja Quadrangular até o próximo domingo (23)que fica localizada na Rua Deputado José Rios s/n, Bairro de Fátima, próximo ao antigo clube de Reggae Black Star.

O projeto EU ATIVO vai iniciar no dia 29 de abril, onde serão feitas as avaliações físicas e quando será oferecida uma palestra por profissionais da área sobre qualidade de vida .

Anselmo Oliveira

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Cleber Verde presta homenagem à Ordem DeMolay na Câmara

O líder do PRB na Câmara, deputado federal Cleber Verde, participou de Sessão Solene em homenagem aos 32 anos do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil (SCODB), no plenário da Câmara no último dia 12. Em seu discurso, que teve como base um projeto de lei de sua autoria para instituir o Dia Nacional do DeMolay, o parlamentar destacou a importância da organização no desenvolvimento dos jovens.
“A Ordem DeMolay abre suas portas para jovens homens com idades entre 12 e 21 anos, desenvolvendo habilidades como consciência cívica, responsabilidade pessoal e liderança. DeMolay combina essa séria missão com um companheirismo que constrói laços importantes de amizade entre seus associados em mais de 1,2 mil capítulos espalhados pelo mundo”, disse o líder.
Verde lembrou que a Ordem DeMolay é uma organização internacional que defende os ensinamentos do amor filial, reverências pelas coisas sagradas, cortesia, companheirismo, fidelidade, pureza e patriotismo. Segundo o republicano, a organização também preserva a liberdade civil, religiosa, política e intelectual.
“A Ordem DeMolay dedica-se em preparar jovens homens para levarem uma vida mais próspera, feliz e produtiva. Sob o aconselhamento de adultos, liderança hábil, cidadania consciente, responsabilidade e desenvolvimento do caráter são aprendidos por meio de uma variedade de caminhos, um mundo real de aplicações e atividades. A ordem DeMolay constrói confiança, ensina a responsabilidade, cooperação e serviços comunitários, e fortalece o respeito, o companheirismo, o patriotismo, a reverência e a compaixão”, acrescentou o líder.
Em seu pronunciamento, o líder republicano chamou atenção paras as Sete Virtudes Cardeais de um DeMolay, que são as luzes que iluminam seus caminhos conforme passam pela estrada da vida, simbolizando tudo que é bom e correto, tudo o que juram ser a base de suas vidas. “Um DeMolay, por preceito e exemplo, deve manter os elevados níveis aos quais ele se comprometeu. Reconhecer a importância da Ordem DeMolay é, sem dúvida alguma, praticar a cidadania, incentivando e reconhecendo a iniciativa de grupos que promovam qualidade de vida para nossa sociedade”, finalizou.
Ordem DeMolay
É uma organização filosófica e fraternal, fundada nos Estados Unidos dia 18 de Março de 1919 pelo Maçom Frank Sherman Land. É patrocinada e apoiada pela Maçonaria, oficialmente desde 1921, que na maioria dos casos cede o espaço de seu templo para as reuniões dos “Capítulos”, denominação da célula da organização.
A Ordem é inspirada na história e exemplo de Jacques DeMolay, 22º e último Grão-Mestre (cargo mais alto da hierarquia) da Ordem dos Templários, nascido no século XIII, morto no século XIV, perseguido pela Inquisição da Igreja Católica e executado por ordem do Rei Filipe IV de França, por não entregar seus companheiros ou faltar com fidelidade a seus juramentos.

Sesc celebra o Dia Nacional do Livro Infantil com contações de histórias e lançamento de livro

A leitura é um importante instrumento de educação, permitindo ao ser humano mergulhar no universo do conhecimento, heranças sociais e culturais, assim como no mundo encantado onde habitam os contos, fábulas e ficções. Instituído como o Dia Nacional do Livro Infantil, 18 de abril é a data que marca o início do projeto Sesc Leitura Literária, que apresenta uma dinâmica programação que visa despertar o gosto pela leitura entre as crianças. As atividades acontecem no turno matutino e vespertino da Unidade Sesc Deodoro.
Homenageando o escritor infantojuvenil Monteiro Lobato, o Dia Nacional do Livro Infantil no Sesc no Maranhão será comemorado com uma programação muito especial e divertida. Contando com a participação de Jonas Ribeiro, das 9 às 10h30 e das 14 às 15h30 o autor paulista contará histórias para estudantes da rede pública de ensino na Área de Vivência do Sesc Deodoro e lançará nacionalmente em solo maranhense o livro infantil “João, Maria e o Caminho” com sessão de autógrafos. 
Formado em Língua e Literatura Portuguesas pela PUC-SP, Jonas Ribeiro visitou várias cidades do país, levou a alegria e o encanto do universo das letras por meio de diversos projetos sociais onde em troca do saber recebia itens para doação para alas pediátricas de hospitais e casas de apoios, assim como ampliou o acervo de bibliotecas e salas de leitura menos favorecidas. Ministrou também uma gama de cursos e oficinas sobre a literatura infantil, lançou mais de cem obras literárias, contou histórias em mais de mil escolas e sonha em contribuir para que o Brasil se torne um país com um número considerável de leitores apaixonados pelo conhecimento, pela arte.


A programação do Sesc Leitura Literária acontece até o dia 28 de abril. Além da programação de abertura, o escritor e contador de histórias Jonas Ribeiro participa da agenda ludo educativa no dia 19 de abril, das 8h30 às 11h30, ministrando a oficina de leitura “Um escritor coloca a boca no trombone e revela segredos mirabolantes de seus personagens” voltada a estudantes do ensino fundamental menor e das 14 às 15 horas realiza contações de histórias seguida de bate papo literário com os alunos da Educação Infantil do Sesc e no dia 20 de abril finaliza a sua participação com a oficina “Histórias para rir, refletir e sonhar” destinada a pais, bibliotecários e professores da educação infantil e ensino fundamental em duas turmas - uma das 9 às 12 horas, outra das 14 às 17 horas, no Auditório do Sesc Deodoro.

Monteiro Lobato
Monteiro Lobato foi o primeiro escritor da literatura infantojuvenil a perceber a necessidade de inserir nas histórias para as crianças e os jovens elementos da cultura nacional, como os costumes do povo do interior e as lendas de nosso folclore. Foi também o precursor da literatura paradidática, cuja principal característica é permitir que a criança aprenda enquanto brinca e lê. Além de suas obras, o autor também traduziu e adaptou clássicos mundiais como Alice no País das Maravilhas e Robin Hood.

Palco Giratório inicia edição 2017 com espetáculos e oficina circense

Completando 20 anos de difusão e fortalecimento da arte brasileira, o Palco Giratório desembarca em São Luís nos dias 21,22 e 23 de abril para dar início à edição 2017 do projeto que é promovido pelo Departamento Nacional do Sesc. Trazendo para o público maranhense espetáculos gratuitos nas linguagens teatro, dança e circo, além de intervenções e ações formativas, a agenda da 1ª etapa de circulação inclui dois espetáculos circenses e uma oficina para profissionais, estudantes e interessados em geral na mesma linguagem.

O espetáculo “Palafita”, com classificação etária 12 anos, apresenta o equilíbrio entre os corpos na técnica do mão a mão, explorando as possibilidades de ocupação de espaço em que habitam e a construção de novas formas dentro dele. As imagens formadas em cena pelos dois artistas remetem às palafitas – casas construídas acima do nível da água, sustentadas por estacas. O conceito de morada cria a subjetividade da proteção, uma maneira de habitar os terrenos não estáveis da condição humana. O espetáculo acontece no dia 21 de abril, a partir das 19 horas, na Casa do Maranhão. A produção é do grupo Fuzuê que atua artisticamente no estado do Ceará desde 2006, sistematizando atividades corporais de pesquisas, experimentações, estudos práticos e teóricos na linguagem do circo, teatro e da dança. Com mais de dez anos de atuação, o coletivo instiga discussões éticas, estéticas e políticas sobre o corpo e seus elementos no mundo contemporâneo.

No dia seguinte, 22 de abril, “Héstias”, do Coletivo O Circo Tá na Rua (MA), abrilhanta o palco da Casa do Maranhão. A partir das 18 horas, o público poderá conferir a apresentação que investiga o universo feminino através dos elementos circenses tecido acrobático, acrobacia de solo e malabares de fogo. Refletindo as experiências das atrizes que compõem o espetáculo, o objetivo é denunciar a violência contra a mulher de uma forma mais ampla. O Coletivo “O Circo Tá na Rua” existe desde 2013 e se propõe a construir um espaço de troca, multiplicação e divisão da arte do circo mediante treinos semanais gratuitos e públicos na Praça Nauro Machado, todas as segundas das 18 às 21h30, no Centro Histórico de São Luís. Nos encontros, a população tem acesso aos materiais para o aprendizado das técnicas circenses, em um grande treino coletivo, construindo um espaço de formação, discussão e revitalização da arte circense.

Fechando a 1ª etapa, a Oficina “Corpo, Imagem e Sobrepeso” visa compartilhar a pesquisa técnica e artística desenvolvida pelo grupo Fuzuê (CE) na construção dos trabalhos “Palafita” e “Desistência Poética”. A partir da técnica da acrobacia combinada e do contato improvisação serão propostos jogos e procedimentos para a investigação corporal, explorando o peso do outro como estudo de composição imagética. Destinada a atores, bailarinos, circenses, estudantes e interessados em geral, a oficina acontecerá no dia 23 de abril, das 13 às 16 horas e das 16h30 às 19h30, Casarão Ângelus Novus. Com 20 vagas disponíveis, as inscrições encontram-se abertas no setor de cultura, no Sesc Deodoro. Informações pelos telefones (98) 3216-3853 ou 3216-3860 ou pelo email cultura.sescdeodoro@gmail.com

Palco Giratório no Maranhão

Nesta edição, o Departamento Regional do Sesc no Maranhão receberá sete grupos artísticos das cinco regiões brasileiras, os quais foram criteriosamente selecionados para participar e itinerar pelo Brasil com suas produções, a fim de garantir a execução de uma das principais características do trabalho do Sesc: a qualidade. E pela primeira vez o estado está incluído no roteiro do Circuito Especial do projeto, que homenageia artistas e grupos que contribuíram para o desenvolvimento das artes cênicas no Brasil.

No Maranhão as ações se desenvolverão em três etapas, distribuídas nos meses de abril, maio, junho, julho e novembro, e ocorrerão nas cidades de São Luís, Imperatriz, Açailândia, Caxias e Itapecuru Mirim, com o recebimento de 07 grupos artísticos de outros estados, e entre as ações: 10 espetáculos, 01 performance, 01 intervenção urbana, 55h de oficinas, 04 pensamentos giratórios e 02 intercâmbios.

Agenda da 1ª etapa

Espetáculo Palafita
GRUPO FUZUÊ/CE
Dia: 21 de abril
Hora: 19h
Local: Casa do Maranhão

Espetáculo Héstias
O Circo Tá Na Rua/MA
Dia: 22 de abril
Hora: 18h
Local: Casa do Maranhão

Oficna "Corpo, Imagem e Sobrepeso”
Grupo Fuzuê/CE
Dia: 23 de abril
Hora: 13 às 16h / 16h30 às 19h30
Local: Casarão Ângelus Novus

Governador recebe visita do Ministro da Defesa e discute apoio para retomada do Centro de Lançamento de Alcântara

O governador Flávio Dino recebeu, na tarde desta quarta-feira (12), no Palácio dos Leões, a visita de cortesia do ministro da Defesa, Raul Jungmann. Em passagem pelo Maranhão, o ministro aproveitou para reunir com o governador do Maranhão, e, na oportunidade, pediu o apoio do Governo do Estado para a retomada do projeto do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), que deverá impulsionar o Programa Espacial Brasileiro (PEB).

Reconhecendo a importância do CLA e posição privilegiada do município de Alcântara, que abriga a base, Flávio Dino prontamente assegurou a parceria da gestão estadual para dar os suportes necessários para desenvolver o programa. “O Estado tem todo o interesse em ajudar, para que o Centro, de fato, volte a funcionar, porque é importante para o programa aeroespacial brasileiro”, alegou o governador Flávio Dino.

O ministro agradeceu a recepção do governador, destacando a importância do apoio do Governo: “Foi uma visita de cortesia e viemos solicitar o empenho e ajuda do governador Flávio Dino para resolver as questões para tornar viável Alcântara”.

O CLA é uma organização da Força Aérea Brasileira (FAB) responsável pelo lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais. Pela manhã, o ministro da Defesa foi à Alcântara para conhecer as atividades desenvolvidas no local, além de percorrer as principais instalações operacionais.

domingo, 16 de abril de 2017

A PMMA CONTINUA DESENVOLVENDO O POLICIAMENTO OSTENSIVO E PREVENTIVO EM TODA REGIÃO METROPOLITANA NO PERÍODO DO FERIADO

A PMMA continua desenvolvendo o policiamento ostensivo e preventivo em toda região metropolitana no período do feriado prolongado de semana santa, fora o policiamento ordinário desenvolvido pelas unidades da capital. As unidades de policiamento especializado desenvolvem incursões, barreiras e revistas em veículos e pedestres nos principais pontos de acesso da capital, garantindo o bom andamento da operação “Pascoa” e a operação “Busca Implacável”.

Seguindo as diretrizes do comando da Corporação, desencadeada pelo Comando de Área Metropolitana II – CPAM II, por meio do 13º Batalhão de Policia Militar, com apoio do 6º Batalhão de Policia Militar e do Comando de Policiamento Especializado por meio da Companhia Policiamento Rodoviário Independente. 

O tenente coronel Alexandre, comandante do 13º BPM disse que, para garantir maior segurança no feriado prolongado, todas às unidades da capital tem desenvolvido este policiamento, implantando barreiras nos principais acessos, fazendo abordagens a ônibus, vans, motos e pedestres. 

Na área de abrangência do 13º BPM, o tenente coronel Alexandre disse que, nos munícipios de São José de Ribamar, Paço do lumiar e Raposa, além de barreiras, estão sendo feitas incursões em todos os bairros adjacentes as barreiras montadas, o policiamento sistemático ao feriado terminará domingo, 16.

O comandante geral da Policia Militar do Maranhão, coronel José Frederico Gomes Pereira, tem fiscalizado todo o policiamento nesse feriado, juntamente com os grandes comandos da região metropolitana CPAM I, II e III dado todo apoio a tropa empregada nos pontos estratégicos e no policiamento ordinário. O coronel disse, que não medirá esforços para comandar, motivando os policiais a garantir o direito de ir e vir do cidadão maranhense.

Nota do Instituto Jackson Lago 08 ANOS DO GOLPE DE 17 DE ABRIL DE 2009

Dia 17 de abril de 2009, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por intermédio de um Golpe Judiciário derrubou o Governador Jackson Lago, legitimamente eleito, recolocando no poder o grupo dominante na política local desde meados de 1965. São 08 anos desde aquele dia, quando o sonho da mudança no Maranhão foi interrompido e a soberania popular foi ferida de morte, colocando uma chaga indelével na reputação do TSE, a qual temos o dever cidadão de lembrar, sempre.

O Maranhão precisa reencontrar o caminho para sua transformação e efetiva democratização do Estado. Os projetos e as idéias que alimentaram o sonho do Governo Jackson permanecem vivas e atuais, pistas fundamentais para decifrar os enigmas, desafios e urgências para o desenvolvimento inclusivo e sustentável de nosso estado.

O Instituto Jackson Lago tem na defesa da democracia e do desenvolvimento sua causa inarredável e papel social mais relevante. Cingidos aos valores democráticos e a política progressista de Jackson Lago, nosso Patrono, não permitiremos que a morte apague a memória. Acreditamos firmemente que amanhã há de ser outro dia para o Maranhão e é nosso dever contribuir para isso se concretizar.
São Luís, 17 de abril de 2017.

Clay Lago
Presidente do Instituto Jackson Lago

sábado, 15 de abril de 2017

Exposegma na Raposa Dia 28 de Abril



No dia 28 deste mês(Abril), das 09h às 16h00, será realizado a EXPOSEGMA no Colégio São Antônio itapeua Raposa

A EXPOSEGMA, é um projeto pioneiro no Maranhão, que tem como propósito apresentar uma nova concepção da Polícia perante a comunidade, através da exposição dos trabalhos do Sistema de Segurança do Maranhão, por meio da propagação da Palavra de Deus, de palestras educativas valorizando a missão do Sistema que também é agir preventivamente contra o aumento das violações de direitos e violências.

No evento, acontecerá a exposição dos trabalhos das polícias, e demais programa pacto pela paz e Instituições do Sistema de Segurança, onde mostrará à comunidade como funciona esses Órgãos, facilitando o acesso às informações com o intuito de combater as drogas, violências e aumentar a conscientização com relação ao papel dos cidadãos, objetivando dessa forma, melhorias para a Segurança Pública.

Como estratégia para alcançar o maior e mais variado número de pessoas, ocorrerá palestras, objetivando um maior aproveitamento das atividades por um maior número de pessoas. Ao término das palestras é sempre realizada uma exposição onde são montados stands reunindo todo o Sistema de Segurança Pública, e outros segmentos como forma de integrá-los à sociedade, atuando de forma preventiva, educativa e pedagógica.

PARCEIROS PARTICIPANTES:

Pacto pela Paz
Polícia Militar,

Polícia Civil,

SEJAP;

Polícia Federal,

Corpo de Bombeiros,
24º Batalhão de Caçadores,

Disque Denúncia

SMTT,

Ouvidoria da Secretaria de Segurança Pública

Guarda Municipal,

GTA
Câmara Municipal de Raposa
Prefeitura Municipal de Raposa

Igrejas católicas e evangélicas

Secretaria de Saúde do Estado e Município

Secretaria de Educação do Estado e Município

Secretaria de Cultura do Estado e Município

Secretaria de Turismo do Estado

Secretaria de Ciência e Tecnologia.

Nosso objetivo é adotarmos uma política de segurança bem sucedida, adequando-se ao conjunto de políticas voltadas a reformar e modernização do sistema institucional de Segurança Pública.
Sabemos que a mera ação policial não é suficiente para abordar problemas sociais complexos e que o modo reativo de intervenção policial não é aconselhável para enfrentar certos comportamentos.

Um dos grandes parceiros desta edição da EXPOSEGMA 2017 em Raposa, a câmara municipal vem dando total apoio ao projeto através de seu presidente Beka Rodrigues.

As políticas de segurança requerem, consequentemente, uma abordagem multidimensional e pluridisciplinar, isto é, uma aproximação entre políticas preventivas de caráter social e políticas institucionais de prevenção e controle da violência, incluindo respostas do sistema judiciário frisou "Beka Rodrigues".

Como preconiza o Art. 144 da Constituição Federal: “Segurança Pública: dever do Estado, direito e responsabilidade de todos”.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

GSA DO 9°BPM PRENDE SUSPEITO POR RECEPTAÇÃO NA JORDOA

Na tarde da última terça-feira (11), por volta das 15:40hs o GSA do 9°BPM, prendeu em flagrante o nacional Jhonny de Jesus Brandão dos Reis, 24 anos, por receptação no bairro da Jordoa.
O GSA fazendo rondas pelo bairro da Jordoa, mais precisamente na aldeia, foi avistado o conduzido carregando uma sacola plástica contendo algo; de imediato foi feito a revista e encontrado um notebook com carregador. Ao ser indagado sobre a procedência do computador o mesmo não soube informar com clareza, entrando em contradição várias vezes.
De pronto foi apresentado o conduzido na Delegacia por achar que se tratava de um produto de roubo ou furto. Ao chegarmos na Delegacia conseguimos ligar o notebook com o intuito de tentar pegar informações que chegasse até o proprietário; logramos êxito e conseguimos alguns dados dentre eles, um número de telefone chegaram até a vítima, esta que minutos depois compareceu no DP e relatou que na noite anterior sua casa fora arrombada e de lá subtraído o notebook apresentado e outros objetos não encontrados.
Na Delegacia o conduzido informou que comprou o notebook de outro viciado por uma “cabeça de crack” e que já estaria tentando vender ou trocar na “boca de fumo”.
Diante dos fatos o conduzido foi apresentado no 2ºDP para serem tomada as medidas cabíveis.

MATERIAL APREENDIDO
-01(um) notebook da marca HP, de cor branca com carregador
-01(um) relógio
-01(um) cordão
-3,00 R$ (três reais)
Por Rose Silva 

Refinarias premium do Maranhão e Ceará, inviáveis para a Petrobras, agora são viáveis para o capital estrangeiro.

Em 22 de abril de 2015, na divulgação do balanço do quarto trimestre de 2014, a Petrobras anunciou a paralisação das refinarias premium do Maranhão e do Ceará, por considera-las economicamente inviáveis.

Com isto a empresa registrou um prejuízo de R$ 2,11 bilhões com a baixa contábil (impairment) da refinaria do Maranhão e R$ 596 milhões com a baixa da refinaria do Ceara. Só este fato seria motivo de indignação de qualquer pessoa com um mínimo de bom senso. 
A decisão de novos investimentos é antecedida por muitos estudos e passa por diversos órgãos na estrutura da empresa. Como um projeto pode ser definido como inviável somente depois de já terem sido gastos R$ 2,7 bilhões na obra ? Quem são os responsáveis por este verdadeiro escândalo ? Eles foram punidos ?
Até hoje estas perguntas não foram respondidas. E não se fala mais nisto. Ficou no passado. Talvez o Brasil seja muito grande para se deter em pequenos detalhes ( apenas R$ 2,7 bilhões) .
Mais surpreendente ainda foi, um ano depois, em 11 de fevereiro de 2016, ler o artigo do jornalista Leonardo Goy : “O Irã tem interesse em investir nas refinarias premium do Maranhão e do Ceará, cujos projetos foram abandonados pela Petrobras no ano passado após longa busca por investidores, disse a Reuters uma fonte do governo brasileiro que acompanha o assunto.”
De acordo com o artigo “O Ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga, esteve reunido com a Presidente Dilma Roussef e um grupo de ministros, entre eles o da fazenda Nelson Barbosa, para discutir possíveis parcerias comerciais com o Irã”.
Neste ponto a curiosidade era querer saber o que poderia motivar o governo do Irã a investir no Brasil, num projeto que já havia sido taxado de inviável. Logo o Irã, um país distante do nosso, com o qual o Brasil tem poucas relações comerciais.Tudo muito estranho. Não podia ser verdade.



Passado mais um ano, em 22 de janeiro último, o jornalista Lucas Hadade, do jornal “O Imparcial” de São Luiz, MA, publicou artigo dizendo:  “Refinaria de Bacabeira é sonho possível” (...) “A nova refinaria, pelo perfil atual da negociação é uma parceria público privada, entre o banco indiano Eximbank, que dará o dinheiro para a construção, o governo do Irã que fará exploração do refino e pagará o investimento com petróleo e o Brasil que cederá o terreno para o empreendimento” (...) “A área utilizada será a mesma da premium, com a terraplanagem já concluída e atualmente abandonada. O governo do Maranhão, que solicitou e obteve de volta o terreno após cancelamento da obra, já se comprometeu a cedê-lo para a nova refinaria”.


Segundo o artigo o investimento previsto é de US$ 10 bilhões. Ora , num ambiente de incerteza política como o brasileiro este é um negócio de altíssimo risco para iranianos e indianos. No mundo dos negócios, quanto maior o risco, maior deve ser o prêmio.



Para os indianos o prêmio está no fato de que eles vão fornecer a engenharia e os equipamentos, gerando muitos empregos e impostos na India. Não vai haver fornecimento brasileiro, e eles não terão dificuldades para receber os recursos aplicados, que serão pagos em petróleo, que eles necessitam, pelo Irã.


Para o iranianos o prêmio está no fato de que o projeto prevê o consumo de 650 mil barris/dia de petróleo que virá todo do Irã. Portanto não haverá consumo de petróleo brasileiro nesta refinaria. Por outro lado, todo o derivado produzido será vendido no Brasil, ocupando mercado que atualmente é da Petrobras. Isto transformará o Brasil num mercado cativo para o petróleo iraniano. Evidentemente o contrato prevê pesadas multas em caso de rescisão por parte do governo brasileiro.
Ex-governador e atual deputado federal pelo Maranhão, José Reinaldo Tavares, já se reuniu com os ministros Fernando Coelho, Serra, Padilha e com o presidente da Petrobras Pedro Parente e obteve sinal verde para o projeto.
Por outro lado, em 25 de janeiro p.p., o jornal Diario do Nordeste, de Fotaleza, CE, destacava: “Em busca de trazer uma refinaria para o Ceará, o secretário de assuntos internacionais do governo do estado do Ceará, Antonio Balhmann, reuniu-se na última segunda-feira, na China, com o corpo técnico montado pela empresa Guangdong Zherong Energy Co.(GDZR). 
Na ocasião, segundo informou a assessoria do secretário, foram iniciados os trabalhos de formatação para implantação de uma refinaria no Estado do Ceará. Após a assinatura do memorando de entendimento entre o governador Camilo Santana e a empresa chinesa em novembro/2016, Balhmann esteve em Guangzhou, para a primeira reunião com o grupo que, designado pela empresa chinesa, irá encabeçar o esforço técnico para implantação da refinaria”.
O projeto já tem acertado a tecnologia e expertise da chinesa GDZR, o fornecedor de óleo , a iraniana National Iranian Oil Company (NIOC), e o financiador, o fundo do acordo Brasil-China no qual o projeto está inserido. O fundo deve começar a operar em março/2017 com US$ 20 bilhões para financiar projetos de infraestrutura e energia.
“Agora vamos trabalhar o projeto tecnico para apresentar ao fundo, e com a aprovação devemos iniciar a implantação da refinaria em 2018” completou Balhmann em entrevista ao Diario do Nordeste em 30 de março.
O projeto da refinaria cearense vai consumir US$ 4 bilhões e 300 mil barris/dia de petróleo.
As duas refinarias, do Maranhão e do Ceará, estão sendo desenvolvidas na surdina, sem nenhuma divulgação por parte da grande mídia. A indústria nacional vai perder investimentos de US$ 14 bilhões (R$ 45 bilhões). O Brasil perde milhares de empregos, desenvolvimento de tecnologias, treinamento de pessoal especializado e grande volume de impostos para os asiáticos. Vamos nos transformar em mercado cativo de 950 mil barris/dia do petróleo iraniano.
Do lado brasileiro, o que posso imaginar é que a premissa é de que no futuro não teremos petróleo, pois todo o pre-sal será entregue para as petroleiras estrangeiras e o regime de partilha revogado.
O Brasil hoje é administrado por colonizadores que só pensam em explorar o país e seu povo. 



Fonte: Cláudio da Costa Oliveira - Economista aposentado da Petrobras.

Maranhão lidera comitiva de gestores para debater segurança pública com ministro da Justiça

Uma comitiva de secretários de Segurança Pública liderada pelo secretário da pasta no Maranhão e presidente do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp), Jefferson Portela, foi recebida na quarta-feira (12) pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Osmar Serraglio, em Brasília, para debater a política de proteção de fronteiras e cobrar a participação efetiva da União na pasta da Segurança Pública. A reunião também contou com a presença do secretário nacional de Segurança Pública, Alexandre Mota.

Durante o encontro com o ministro foi destacada a importância do fortalecimento de ações de fiscalização e de combate ao contrabando de armas e tráfico de drogas nas regiões que possuem fronteiras com outros países da América Latina. Em outro momento da reunião, foram feitos alguns nivelamentos sobre o Plano Nacional de Segurança (PNS), frisando a modernização e equipamentos das polícias, o banco nacional de dados sobre a criminalidade e ações de inteligência.

“Acredito que o ministro Osmar se demonstrou sensível aos problemas apresentados durante a reunião, principalmente se tratando da vulnerabilidade de nossas fronteiras, por onde passam grande parte dos patrocinadores da criminalidade que atinge os estados brasileiros. Esta é a fase de apresentações de ideias e posteriormente devemos implantar projetos em nossos respectivos estados”, comentou Jefferson Portela.

A reunião também oficializou o convite ao ministro Serraglio para participar da próxima reunião ordinária do Consesp, que ocorre em junho, na capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA PARTICIPA DO I WORKSHOP DE PERÍCIA CRIMINAL DO MARANHÃO

A Superintendência de Polícia Técnico Cientifico (SPTC), representada pelo Superintendente Miguel Alves da Silva Neto, participou na manhã da última segunda-feira (10), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, em São Luís, do I Workshop de Perícia Oficial do Maranhão no intuito de debater entre os magistrados e profissionais que atuam nos diversos órgãos ligados às questões periciais do estado e sobre a importância de se ampliar o conhecimento sobre o trabalho pericial, tal ferramenta indispensável para instrumentalizar as demandas criminais.
O seminário foi idealizado pelo Ministério Público do Maranhão, através da Escola Superior do Ministério Público (ESMP) e do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOp-Crim), com apoio da Associação do Ministério Público do Estado (Ampem), da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Civil. Entre os temas abordados estavam “A perícia criminal e suas especificidades”, Perícias em crimes com violência à pessoa” e “A custódia nos vestígios criminais” que foram explanados por meio de cinco painéis e uma mesa redonda.
Por sua vez, o Superintendente da SPTC destacou a alto relevância dos órgãos periciais, dando ênfase a rotina diária desempenhada pelos profissionais do perito criminal, pois sua especialidade é mantida através de conhecimento científico que materializa os vestígios deixados no local de crime. A contribuição desses profissionais em todos casos é de concretizar que exista uma eficiência para que os verdadeiros autores de tais crimes venham a ser penalizados.
Os peritos oficiais de natureza criminal (médico legista, odonto legista, perito criminal e farmacêutico legista), realizam exames perícias em locais de crime, pessoas, arma de fogos com status de suspeitas, em documentos para identificar sua autenticidade, aparelhos eletrônicos, objetos falsificados, além de exames em drogas, alimentos, bebidas e em tudo que necessite esclarecimento.
O procurador-geral de justiça Luiz Gonzaga Martins Coelho, externou sua satisfação em abrir o I Workshop de Perícia Oficial do Maranhão, ressaltando a importância do trabalho dos peritos para o Ministério Público. “Os peritos criminais buscam resgatar a realidade dos fatos e são, na maioria dos casos, propulsores da apuração de fatos e autores de crimes”.
Além do Superintendente Miguel Alves, a mesa ainda foi composta pela Subcoordenadora do CAOp-Crim, Márcia Moura Maia e o Vice presidente da Associação de Polícia Técnico Cientifica do Maranhão, Gláucio Lima Barbosa.
ASCOM/SSP