sexta-feira, 14 de abril de 2017

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA PARTICIPA DO I WORKSHOP DE PERÍCIA CRIMINAL DO MARANHÃO

A Superintendência de Polícia Técnico Cientifico (SPTC), representada pelo Superintendente Miguel Alves da Silva Neto, participou na manhã da última segunda-feira (10), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, em São Luís, do I Workshop de Perícia Oficial do Maranhão no intuito de debater entre os magistrados e profissionais que atuam nos diversos órgãos ligados às questões periciais do estado e sobre a importância de se ampliar o conhecimento sobre o trabalho pericial, tal ferramenta indispensável para instrumentalizar as demandas criminais.
O seminário foi idealizado pelo Ministério Público do Maranhão, através da Escola Superior do Ministério Público (ESMP) e do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOp-Crim), com apoio da Associação do Ministério Público do Estado (Ampem), da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Civil. Entre os temas abordados estavam “A perícia criminal e suas especificidades”, Perícias em crimes com violência à pessoa” e “A custódia nos vestígios criminais” que foram explanados por meio de cinco painéis e uma mesa redonda.
Por sua vez, o Superintendente da SPTC destacou a alto relevância dos órgãos periciais, dando ênfase a rotina diária desempenhada pelos profissionais do perito criminal, pois sua especialidade é mantida através de conhecimento científico que materializa os vestígios deixados no local de crime. A contribuição desses profissionais em todos casos é de concretizar que exista uma eficiência para que os verdadeiros autores de tais crimes venham a ser penalizados.
Os peritos oficiais de natureza criminal (médico legista, odonto legista, perito criminal e farmacêutico legista), realizam exames perícias em locais de crime, pessoas, arma de fogos com status de suspeitas, em documentos para identificar sua autenticidade, aparelhos eletrônicos, objetos falsificados, além de exames em drogas, alimentos, bebidas e em tudo que necessite esclarecimento.
O procurador-geral de justiça Luiz Gonzaga Martins Coelho, externou sua satisfação em abrir o I Workshop de Perícia Oficial do Maranhão, ressaltando a importância do trabalho dos peritos para o Ministério Público. “Os peritos criminais buscam resgatar a realidade dos fatos e são, na maioria dos casos, propulsores da apuração de fatos e autores de crimes”.
Além do Superintendente Miguel Alves, a mesa ainda foi composta pela Subcoordenadora do CAOp-Crim, Márcia Moura Maia e o Vice presidente da Associação de Polícia Técnico Cientifica do Maranhão, Gláucio Lima Barbosa.
ASCOM/SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.