segunda-feira, 4 de setembro de 2017

MARANHÃO AVANTE: CIDADE OLÍMPICA NÃO REGISTRA HOMICÍDIOS HÁ 30 DIAS; E ITAQUI-BACANGA, HÁ 2 meses

As ações da Polícia Militar do Maranhão têm reduzido significativamente a criminalidade em bairros de São Luís antes conhecidos pela incidência de casos violentos. Na área Itaqui-Bacanga, já são mais de 60 dias sem homicídios, fato inédito para a localidade. Outro marco é a celebração de mais de 30 dias sem crimes contra a vida na Cidade Olímpica, de acordo com o delegado da Delegacia Geral de Polícia Civil do Maranhão, Leonardo Diniz. 

Desde o fim do ano passado, a Cidade Olímpica conta com 6º Batalhão de Policiamento Metropolitano (BPM), que abriga a 3ª Companhia de policiamento. Já o Itaqui-Bacanga recebeu neste ano a transferência do 1º Batalhão da Polícia Militar atendendo um pedido dos moradores que vinha sendo ignorado havia décadas. E, no mês passado, a área ganhou um novo grande reforço, com a inauguração do Complexo Policial da Área do Itaqui-Bacanga, reunindo diversas unidades da Polícia Militar e da Polícia Civil.

  
A queda nos índices de violência é consequência de várias medidas que o Governo do Estado tem adotado de forma preventiva. São ações de inteligência, operações policiais voltadas às apreensões de armas de fogo e combate especial a crimes violentos.

Governo do Maranhão entrega 100 novas motocicletas para reforço da Segurança Pública do Estado. (Foto: Karlos Geromy/Secap)

Cidade Olímpica não registra homicídios há 30 dias; e Itaqui-Bacanga, há 2 meses.

Além do trabalho especializado no combate ao crime de homicídio, a polícia tem focado na erradicação dos assaltos a ônibus, na contribuição para atuar contra o tráfico de entorpecentes, porte ilegal de armas, roubo de veículos e fugas de presos, entre outras ilicitudes. 
Dentre os procedimentos, além das abordagens nas paradas, os policiais realizam sondagens com motoristas, cobradores e passageiros. Outra ação de competência do grupo tem sido a averiguação no entorno de escolas da rede pública. 


Para contribuir nas ações da polícia na rua, uma equipe de estatística do setor de inteligência realiza previamente o mapeamento de áreas e apresenta os locais com maior incidência de crimes para a equipe de policiais. No intuito de avaliar as ações do comando e debater novos direcionamentos, a polícia realiza semanalmente um planejamento de atuação nas áreas e um balanço interno.  
Esse reforço ocorreu por meio de atividades que tiveram a participação do Grupo de Serviço Avançado (GSA), Grupo Tático Móvel (GTM), Esquadrão Falcão (Motos) e o Policiamento Ostensivo, que disponibilizaram a circulação regular de viaturas de área.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.