segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Deputado Cabo Campos, SEDES e SEIR garantem construção de poços em comunidades quilombolas da Baixada e Litoral Ocidental Maranhense

Uma reunião, intermediada pelo deputado Cabo Campos, pôs fim ao dilema vivido por moradores de comunidades quilombolas de Pinheiro e Central do Maranhão: a falta de água. Nessa quinta-feira (19), um encontro entre o parlamentar; lideranças quilombolas; a secretária adjunta de Assistência Social, Célia Salazar; e os secretários de Estado de desenvolvimento Social, Neto Evangelista; e de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, resultou na inclusão das comunidades de Sudário e Mussuan no cronograma de construção de poços da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes).

As demandas para a construção dos poços foram colhidas durante a última edição do projeto ‘Escuta Quilombola’, realizado pelo parlamentar e sua equipe no mês de setembro nas duas cidades. Em menos de um mês, Campos trouxe as reivindicações para a capital, proporcionou o diálogo entre os quilombolas e o Poder Executivo e, junto às pastas de Desenvolvimento Social e Igualdade Racial, deu os primeiros passos para a resolução do problema nas duas comunidades mais afetadas pela falta do recurso natural na Baixada e Litoral Ocidental Maranhense, respectivamente.

Apesar da tabela que contemplaria a construção dos poços para este ano ter sido toda preenchida e o prazo para a inclusão de outras áreas ter sido encerrado, Evangelista atendeu ao pedido de Campos e abriu duas exceções às comunidades escolhidas através de um consenso pelos quilombolas. A previsão é que as demais comunidades das duas cidades que são menos afetadas pela falta de água sejam incluídas no cronograma do Governo do Maranhão para o próximo ano, conforme garantiu o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista. Nos próximos dias, um relatório com todo o mapeamento das áreas críticas referentes ao abastecimento de água nas regiões deve ser apresentado a Sedes.

O representante das comunidades quilombolas do município de Pinheiro, Aldo Costa, deixou a reunião feliz com a boa notícia. “Foi muito bom, porque a gente já avançou nesse pedido. Com fé em Deus, vai dar certo. Unimos as mãos com o deputado Cabo Campos e o secretário Neto Evangelista e deve chegar tudo direitinho”, disse.

A coordenadora de Igualdade Racial do município de Central do Maranhão, Fátima Roland, saiu da reunião alegre e cheia de esperança. “Eu estou saindo feliz daqui, com uma grande esperança, porque eu sei que, esse ano ainda, a comunidade de Mussuan vai ganhar um poço para suprir uma grande necessidade. No próximo ano, esperamos ser todos contemplados. A luta continua né? Só tenho a agradecer a Deus e ao deputado Cabo Campos por estar desenvolvendo esse trabalho maravilhoso. Nós seremos eternamente gratos”, declarou.

“É uma demanda do nosso projeto [Escuta Quilombola]. Avançamos na qualidade de vida do nosso povo. Infelizmente, não conseguimos contemplar todas as comunidades de forma imediata, mas fica aí a promessa de no ano que vem as demais serem atendidas. Em uma ação conjunta, através do Governador Flávio Dino, esperamos proporcionar dias melhores para todas essas comunidades”, finalizou Campos.








Ascom / dep. Cabo Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.