terça-feira, 28 de novembro de 2017

RAPOSA-CIDADE NÃO TEM POLÍTICAS DE INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO

A falta de compromisso da prefeita, com os Microempreendedores de nossa cidade, ai vem o IPTU altíssimo, não tem nem um empresário local em fornecimentos de produtos para a prefeitura local taxas altas de alvarás e muito outros desrespeitos “Diz Sindicato de Classe”.

No dia 28 de abril de 2016, o sindicato dos Microempreendedores Individuais do Maranhão ( SINDMEI), concedeu o titulo de Amiga do Microempreendedor a então candidata a prefeita Talita Laci, e hoje a praticamente um ano a frente da prefeitura de Raposa, Talita Laci não desenvolve politicas publicas para o desenvolvimento e fortalecimento do comércio local.

Simpificação e incentivos fiscais 

O poder publico municipal deveria facilitar a formalização, conceder incentivos e simplificações fiscais também facilitam a vida do microempresário, Hugo Carvalho, Presidente do Sindicato dos Microempreendedores Individual do Estado do Maranhão.
( SINDMEI ), que oferece incentivos tributários a empresas "Há também cidades em que a empresa tem abatimento do IPTU quando contrata funcionários", diz.

Manter o dinheiro circulando 

Outra medida importante é fazer com que o dinheiro público obtido com o Fundo de Participação dos Municípios ou arrecadação do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) circule na economia local.
A legislação prevê que, em compras de até R$ 80 mil, micro e pequenos fornecedores devem ter tratamento diferenciado. 
 

Segundo o Sindicalista Hugo Carvalho, a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (LGMPE) oferece recomendações importantes para criar um ambiente mais amigável ao empreendedorismo. Cabe ao gestor público implantá-la em seu município. Uma das recomendações é a criação da figura de um secretário ou agente de desenvolvimento que cuide especialmente do desenvolvimento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.