sábado, 9 de junho de 2018

BOM JARDIM: SEGUE O COMBATE À CORRUPÇÃO

Christianne Varão (PEN) teve no último dia 04 (segunda feira), seu nome envolvido na suposta “MÁFIA DO COMBUSTÍVEL DE BOM JARDIM”. Em decisão proferida pelo juiz de direito da comarca de Bom Jardim – MA, Dr. Bruno Barbosa, terminou o bloqueio imediato de bens imóveis, veículos e valores depositados em contas bancárias da mencionada vereadora. Fato novo é que vieram à tona supostos recibos de abastecimentos de carros da vereadora, com combustível do município. A mencionada “MÁFIA DO COMBUSTÍVEL DE BOM JARDIM”, segundo a justiça era chefiada pelo atual prefeito Francisco Araújo e seu irmão Ayrton Araújo (secretário de finanças).
 
O blog entrou em contato com a parlamentar e a mesma disse: “Não fiz parte, não fui arrolada nesse processo intitulada como” máfia do combustível”, só que dois suplentes inconformados com vossas derrotas, entraram com uma ação popular na justiça, nada mais é do que vontade de está nos nossos lugares, mas para isso eles tinham que se eleger, e ficam a todo custo querendo ocupar o cargo de vereador. Inclusive eles entraram com o pedido também do nosso afastamento, só que foi negado, já estou providenciando minha defesa”. Disse a parlamentar.
 
Após uma suposta manobra, sem sucesso, para escapar das garras da justiça, a vereadora Christianne Varão (PEN) teve no último dia 04 (segunda feira), seu nome envolvido na suposta “MÁFIA DO COMBUSTÍVEL DE BOM JARDIM”. Em decisão proferida pelo juiz de direito da comarca de Bom Jardim – MA, Dr. Bruno Barbosa, terminou o bloqueio imediato de bens imóveis, veículos e valores depositados em contas bancárias da mencionada vereadora. Fato novo é que vieram à tona supostos recibos de abastecimentos de carros da vereadora, com combustível do município. A mencionada “MÁFIA DO COMBUSTÍVEL DE BOM JARDIM”, segundo a justiça era chefiada pelo atual prefeito Francisco Araújo e seu irmão Ayrton Araújo (secretário de finanças).

O blog entrou em contato com a parlamentar e a mesma disse: “Não fiz parte, não fui arrolada nesse processo intitulada como” máfia do combustível”, só que dois suplentes inconformados com vossas derrotas, entraram com uma ação popular na justiça, nada mais é do que vontade de está nos nossos lugares, mas para isso eles tinham que se eleger, e ficam a todo custo querendo ocupar o cargo de vereador. Inclusive eles entraram com o pedido também do nosso afastamento, só que foi negado, já estou providenciando minha defesa”. Disse a parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.