sexta-feira, 6 de julho de 2018

Ações do 6º Batalhão da PM incidem em 91 prisões, 68 apreensões de armas de fogo e apreensão de entorpecentes em junho/18.

Ações ostensivas no combate à criminalidade na região que compreende a área do 6º Batalhão da Polícia Militar, que incide em 110 bairros, dentre eles: a região da Cidade Operária, Cidade Olímpica, São Raimundo e adjacências. O 6º BPM vem realizando um trabalho primoroso no combate à criminalidade nestes bairros, ocasionando em diversas prisões e apreensões.


As ações decorrentes de prisões de suspeitos, envolvidos em crimes; as apreensões de armas de fogo e ainda a retirada de entorpecentes das mãos dos traficantes, estão ligados diretamente ao quantitativo de ocorrências registradas nas regiões dos bairros da grande São Luís. 

O Comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, o Maj. Marcelo de Carvalho, repassou acerca dessas informações, que “As ações ostensivas visam justamente nas prisões e apreensões, culminando assim, na retirada de pessoas de alta periculosidade e ainda na retirada de armas e drogas das ruas. Estas ações têm um efeito imediato em um baixo número de criminalidade nos bairros da capital. 

Os crimes de forma violenta, geralmente são ocasionados com a ligação destes três fatores, criminosos reincidentes, o uso de armas de foto, atrelado com os entorpecentes. 

Estas ações inibidoras, resultaram em um índice muito menor, nos crimes contra a vida, nos bairros da Cidade Olímpica, Cajupe, Maiobinha, João de Deus, São Bernardo e Coquilho ”, informou o comandante Major Marcelo.

O Comandante do 6º Batalhão repassou ainda, “Realizamos a Operação São João Seguro, onde realizamos a cobertura de 28 arraiais. O 6º Batalhão em comum acordo com o CPAM2 desenvolveu um trabalho excelente contra a criminalidade nesta região. Demos ainda o prosseguimento de forma paralela, na Operação Normandia e na Operação Amanhecer Seguro, que são operações constantes na nossa região” finalizou o Major Marcelo.

Prisões e apreensões de armas e entorpecentes.

As ações da Polícia Militar, por meio do CPAM-2, que coordena o policiamento na região, sob o comando do Cel. Aritanã Lisboa, realizou neste mês de Junho de 2018, com o apoio do 6º Batalhão, sob o comando do Major Marcelo, realizaram operações contra a criminalidade, onde culminou em, 91 pessoas presas; 68 armas de fogo apreendidas e ainda uma grande quantidade de entorpecentes apreendidos. 

As ações da PM após as incursões conduziram às delegacias, 635 pessoas. Em relação às apreensões pelo tráfico de drogas, foram apreendidos pela Polícia Militar:
Crack: 628 pedras de crack; 161 trouxinhas de crack; 59 petecas de crack e 8g de crack.
Maconha: Trouxinhas: 1.305 trouxinhas, 58 papelotes de maconha, 04 barras de maconha, 02 kg de maconha, e ainda, 450g de maconha.Cocaína: 121 papelotes; 108 trouxinhas; 18 porções de cocaína.

O Comandante do CPAM-2 enfatizou, “Que as ações operacionais direcionadas são fundamentais para se alcançar bons resultados para o controle dos índices de criminalidade. A proximidade com a comunidade se torna necessária na elaboração do planejamento operacional, pois atender ao chamado 190, responder a um disque denúncia, ou reunir com a comunidade,  são canais de comunicação efetivos. 

Os resultados alcançados na área do CPAM-2 decorrem, muitas vezes, do apoio da comunidade. Entendemos que policiais preparados e comprometidos, através da execução do planejamento e das orientações do Comando da Corporação  garantem  a manutenção da ordem e paz social” pontuou o comandante do CPAM2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.