segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Reviravolta no caso do cantor sertanejo que sequestrou mão e filha e foi preso em São Luís

O caso ganhou repercussão nacional depois que saiu em várias emissoras de TV e sites na internet sobre o sequestro de Tainá Queiroz, 18 anos, e a filha dela, Sofia Helena Silva, de apenas oito meses. Elas moravam em Pilar do Sul, São Paulo, mesma cidade onde estava residindo temporariamente o cantor.
O marido de Tainá,  Raul Kennedy da Silva, 19 anos, registrou queixa na delegacia desde o dia 3 de novembro passado  quando chegou de viagem e soube que sue patrão havia sequestrado sua esposa e a filha. Ele estava trabalhando para o sertanejo tem uns três meses.
A preocupação de Raul aumentou quando descobriu que o ex-patrão era procurado pela polícia de alguns estados por estelionato. O cantor aplicava o golpe do amor em suas vítimas, geralmente mulheres descasadas e ricas com a promessa de casar com elas e sempre levava vantagens financeiras.
Com a prisão dele, veio à tona a verdade que nem os familiares de Tainá desconfiavam: ela estava tendo um caso com o sertanejo e decidiu fugir com ele, desmontando a história de que havia sido sequestrada.
Aos programas de TVs, Tainá alegou que estava passando necessidades com a filha e que o marido a traia, além de espancá-la. Raul nega tudo e disse que quer apenas tomar a filha, com o que não concorda a mulher.
O cantor diz que a ama e que vai se entregar para a Justiça e responder pelos crimes de estelionato e vai dedicar sua vida para a nova família, como mostra o vídeo abaixo:
Fonte: Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.