sexta-feira, 5 de abril de 2019

Administrador de grupo de WhatsApp é preso com crack e esposa é levada ao hospital após ingerir cinco pedras da droga

Uma operação do Esquadrão Águia do 3° BPM e a Guarnição de Governador Edson Lobão, fazendo rondas, por volta das 17h desta quinta-feira (4), foram informados que em uma casa, na Rua Dom Pedro II, Bairro Santa Rita, estava havendo tráfico de drogas. 

Ao chegarem ao local, os policiais fizeram revista na residência com a autorização do proprietário, Maycon Silva de Sousa, de 36 anos, onde foram encontradas 103 pedras de crack.

Em seguida, foi feita uma pesquisa no sistema de Informações, e constatou um mandado de prisão em desfavor de Maycon. O mandado foi expedido pela Vara da Família.

A esposa de Maycon começou a passar mal, sentido dores do estômago. A mulher, identificada como Simone Abreu Dourado, de 32 anos, informou aos policiais que, no momento em que eles adentraram a residência, ela teria ingerido cinco pedras de crack.

No local, foram apreendidas as 103 pedras de crack, R$ 326,00 em espécie, uma CNH e uma cédula de identidade.

A guarnição conduziu Maycon Silva para Plantão Central da Regional de Segurança, em Imperatriz, enquanto esposa dele foi levada ao Socorrão Municipal, onde está sendo medicada.

Pelas informações, Maycon Silva era administrador de grupo “Cidade alerta Maranhão” no WhatsApp. Ele costumava compartilhar informações de ocorrências policiais em diversos grupos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.