quarta-feira, 24 de abril de 2019

Equipes dos 217 municípios participam da capacitação sobre qualificação da atenção à pessoa idosa


O Governo do Maranhão, Ministério da Saúde e Hospital do Coração (HCor) iniciaram capacitação sobre qualificação da atenção à pessoa Idosa, nesta segunda-feira (22), em São Luís. O objetivo da formação é fortalecer a rede de cuidados para população idosa na rede pública.  

O curso contará com aulas presenciais e na modalidade Educação a Distância (EaD) durante três meses. “A capacitação vai formar multiplicadores que depois replicarão o treinamento para equipes da atenção básica”, explicou a chefe do Departamento de Atenção à Saúde do Adulto e Idoso da SES, Claudiana Cordeiro.

Distribuídos em quatro turmas, o curso conta com 434 alunos inscritos. Nesta segunda-feira, a primeira turma reuniu cerca de 100 representantes das Unidades Regionais de Saúde (URSs) de Chapadinha, Pinheiro, Itapecuru e Santa Inês. Ao término do curso, cada equipe deve apresentar um plano de multiplicação da capacitação.

A analista de políticas sociais da Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde, Elizabete Ana Bonavigo, destacou que o Maranhão alcançou 100% de adesão a caderneta do idoso. “A Secretaria de Estado da Saúde é uma parceira fundamental na implantação da carteira de saúde do idoso nos municípios. Articulação que possibilitará que o idoso que está na ponta do tratamento possa receber um tratamento mais adequado”, disse. 

Qualificação 
A capacitação abordará introdução a caderneta de saúde da pessoa idosa, avaliação multidimensional da pessoa idosa, uso de medicamentos, condições sensíveis à atenção primária, hábitos de vida, identificação do idoso vulnerável, acessibilidade e controle dos fatos, risco de quedas, identificação da dor crônica, vacinação, saúde bucal, sexualidade, direitos da pessoa idosa e aplicação da caderneta de saúde do idoso.

Ana Karine Moraes, da Coordenação de Saúde do Idoso do município de Bequimão, destacou que o curso vai melhorar a qualidade da assistência para população idosa. “A formação vai ampliar o nosso olhar para o idoso, o acolhimento, a humanização do profissional com o idoso e a parte técnica relacionada à saúde de forma precisa, preventiva, assim como proporcionar qualidade de vida para população idosa”, disse.

A psicóloga Andressa Maria Ferreira da Silva, da equipe da Força Estadual de Saúde (Fesma) do município de Pedro do Rosário, participa da qualificação. “A carteira de saúde do idoso vai incluir informações como saúde bucal, questão socioeconômica, doenças como diabetes, hipertensão e medicação, por exemplo”, explicou a psicóloga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.