terça-feira, 21 de maio de 2019

A redução da criminalidade no Maranhão, a frustração do banditismo e a presença erudita do governador Flávio Dino em Londres

E que berrem todos os bandidos, todos os corruptos, todos os agiotas, todos os contrabandistas, assaltantes de bancos e chefões do narcotráfico. O Maranhão é outro em matéria de segurança pública.

Relatório de Análise Estatística de Crimes Violentos Letais Intencionais, da Secretaria de Segurança Pública, relativo ao mês de abril de 2019, aponta uma redução de 30 % desses crimes, se comparado ao mês de abril de 2018, na região metropolitana de São Luís. Somente no município de São José de Ribamar, no acumulado de janeiro a abril, a redução foi de 47 %.
A mesma estatística indica que, na comparação com o mês de abril de 2014, ocorreram menos 55 crimes violentos letais intencionais, uma redução de 73 %. E no acumulado de janeiro a abril, ainda comparando ao ano de 2014, houve uma redução de 224 vítimas, em números percentuais 69 %.
E Segurança Pública foi o assunto tratado pelo governador Flávio Dino em Londres, convidado que foi pela London School of Economics and Political Science, durante o Brazil Forum UK 2019, que aconteceu no último final de semana. Conforme o próprio governador, trata-se de um evento que reúne especialistas e autoridades de diferentes áreas com a finalidade de criar uma agenda sobre questões essenciais e urgentes ao desenvolvimento econômico, social e ambiental do Brasil.
Note-se, em primeiro lugar, que qualquer que fosse a área - segurança pública, educação, saúde, infraestrutura, o governador do Estado que, vencendo a mais séria crise econômico-política da história do país, fez que o Maranhão ganhasse respeito nacional e internacional e se tornasse referência ante outras administrações, teria uma longa história de sucessos a contar em Londres e em qualquer lugar do mundo. Afinal, ele é o responsável por um raro e imbatível projeto de desenvolvimento que está dando certo no Brasil: o do Maranhão.
E a segurança pública no governo Flávio Dino, sempre sob o comando do secretário Jefferson Portela, que aqui criou uma superintendência de combate à corrupção e detonou, de uma vez por todas, o poder do crime organizado, mandando figurões de muita proa para a cadeia, tornou-se referência no mundo todo. Flávio Dino também esteve na Universidade Harvard, em Boston, por duas vezes, para mostrar os êxitos hoje de um Sistema Penitenciário que até o ano de 2014 não era mais que um símbolo de vergonha nacional.
E que berrem todos os bandidos, agiotas, contrabandistas, assaltantes de bancos, chefões do narcotráfico. O Maranhão é outro em matéria de segurança pública e isso os deixa loucos. A corrupção acabou, nosso sistema penitenciário não está mais sob o comando de facções criminosas, temos mais de 15 mil policiais servindo a sociedade nas ruas, mais de 1.000 viaturas, eficiência nunca vista da polícia civil nas investigações, uma redução de quase 70 % no número de homicídios. 
E o governador Flávio Dino, duas vezes escolhido o melhor do país, do alto de sua erudição e conhecimento jurídico, cansa de atravessar as fronteiras do Brasil a convite das melhores universidades do mundo, para ensinar soluções administrativas aos gringos e mostrar que aqui nesse Estado, a corrupção e o banditismo não têm mais vez.

Por: JM CUNHA SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.