quarta-feira, 15 de maio de 2019

BANDA FRANCO-BRASILEIRA NAS COMEMORAÇÕES DE 5 ANOS DO CASA D'ARTE

Seguindo as comemorações dos 5 anos do Casa d'Arte Centro de Cultura, a banda Cao Laru será a ATRAÇÃO INTERNACIONAL convidada do próximo QUINTAL CULTURAL, que acontecerá no dia 19 de maio (domingo), ao pôr do sol, com entrada gratuita.
A banda viajante Čao Laru – formada por brasileiros e franceses –vem rodando o mundo em uma Kombi e motorhome desde 2015. Em 2019, eles apresentam seu disco FRONTEIRAS, em que refletem sobre as barreiras que nos separam a partir das vivências que os músicos tiveram nos países que visitaram.

O ČAO LARU (pronuncia-se Tchau Larru) é formado por músicos do Brasil e da França que se conheceram em 2015, durante o mestrado em Pedagogia Musical, em Rennes, na França. Desde então, o grupo já passou por mais de 20 países e lançou um disco, "Kombiphonie", além de um primeiro EP chamado “Čao Laru”, lançado em 2016. No ano passado, a turnê deste álbum no Brasil rendeu no primeiro semestre 40 shows no Brasil e mais 50 na Argentina e no Chile além de 60 apresentações na França e na Suíça no segundo semestre. É natural, portanto, que a partir deste contato com diferentes culturas e fronteiras o tema da diáspora moderna transborde nas letras do novo trabalho
Em novo álbum, grupo franco-brasileiro reflete sobre pertencimento e imigração e atualiza sonoridade com referências latinas e do leste europeu
Um muro de concreto separando os Estados Unidos do México; brasileiros reclamando da entrada de venezuelanos no país; o Brexit e a Europa que se fecha para a imigração. Esquerda contra direita. Falsas notícias e a verdade. Vida digital e vida real. Quantas divisões existem entre nós e quantas ainda podem surgir?
"É um disco que discutimos temas sociais e políticos dos países em que estivemos, e no qual estão impressas nossa solidariedade, resistência e esperança no ser humano, questionando o tempo inteiro o porquê das fronteiras", conta NOUBAR SARKISSAN, brasileiro com anos de vivência na França e responsável pelo cavaquinho, violão, acordeom, pandeiro e voz. MARIE TISSIER (violoncelo e voz), NICOLLE BELLO (voz), FELIPE TREZ (bateria), ANA BRANDÃO (dança) FÁBIO PÁDUA (flauta, clarinete, violão e bandolim) e PEDRO DESTRO (baixo elétrico) completam a formação.

CASA D’ARTE 5 ANOS – O Casa D’Arte é um centro de cultura idealizado por artistas para inspirar, criar, expor, registrar e difundir a cultura em todas as suas manifestações. Fica localizado em Raposa, região metropolitana de São Luís, Maranhão. Lá se compartilha ambiente projetado para acolher, abrigar e incentivar a criatividade. É pautado no conceito de redes colaborativas construindo um modelo singular que valoriza a economia solidária, a autonomia e a arte autêntica! O Casa d'Arte é certificado pelo extinto Ministério da Cultura do Brasil como PONTO DE CULTURA que se articula pra inspirar e ser referência em processos criativos e compartilhados em todas as áreas do saber. Nele se assenta também a sede do INSTITUTO MARANHÃO SUSTENTÁVEL, associação que o apoia e com quem se autodeclara como pontão de cultura: um articulador de redes.
Nesses 5 anos tem buscado estimular a autenticidade e a criatividade para inovar! Para mantê-lo, no vazio das ações dos planos de cultura viva, consolidou-se um coletivo que atua assumindo e partilhando papéis de gestão sociocriativa, produção cultural, mobilização social e gastronomia regional.
Sua ação articulada com o instituto tem se tornado referência nos seus campos de atuação: arte autêntica, gerando oportunidades de registro, difusão, fruição; ao tempo que articula redes colaborativas e intercâmbio de experiências; desenvolvimento de tecnologias sociais ao articular pesquisas e experiências em múltiplas linguagens artísticas, meio ambiente, turismo, artesanato, design, redes colaborativas, economia solidária, arquitetura bioclimática, cultura de paz, educação, design de produtos, gastronomia, etc.
Inaugurado no final de abril de 2014, o Casa d’Arte Centro de Cultura vem se destacando por sua programação artística diversificada e por seus projetos socioculturais junto a comunidade de Raposa. Para comemorar seus 5 anos de (r)existência está em curso programação que articula artistas locais, nacionais e internacionais.
Neste domingo, 19 de maio, é a vez da banda Franco-brasileira Cao Laru apresentar seu novo disco “Fronteiras” no projeto Quintal Cultural, com entrada gratuita, ao pôr do sol.
E ainda: Exposição fotográfica “CRIANÇAS TENTEHAR”, do artista TACIANO BRITO, e as comidinhas criativas da COZINHA GUARÁ, do Casa d’Arte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.