segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Braide e Roseana podem deixar Governo do Estado fora da disputa pela prefeitura da capital

A mais recente pesquisa de opinião pública sobre a sucessão municipal de São Luís, publicada neste sábado (29) pelo jornal O Debate, revela que o Palácio dos Leões, apesar dos 15 partidos que o cercam, corre o risco de não ter representante num eventual segundo turno.
Além de mostrar que o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) ainda lidera com folga a corrida sucessória de Edivaldo Holanda Júnior (PDT), com quase metade dos votos, o levantamento traz em segundo lugar  a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), que até o momento sequer admitiu a possibilidade de se candidatar, apenas é um nome desejado pelas lideranças do seu partido.
Dos pré-candidatos a prefeito da capital no consorcio pelos 15 partidos que se juntaram ao projeto do governador de não ser derrotado no maior colégio eleitoral do estado, o melhor posicionado é o deputado Duarte Júnior (PCdoB), mas ainda assim na terceira posição, com uma pontuação inferior a dois dígitos, e o pior: ele é o menos desejado entre os aliados do governador.
A mais recente pesquisa de opinião pública sobre a sucessão municipal de São Luís, publicada neste sábado (29) pelo jornal O Debate, revela que o Palácio dos Leões, apesar dos 15 partidos que o cercam, corre o risco de não ter representante num eventual segundo turno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.